Pesquisa não define eleição
É sempre assim: faltando mais de um ano para a peleja, saem os primeiros relatórios dos grandes Institutos. Os resultados, é claro, refletem posições de certo privilégio dos nomes mais conhecidos.
15/10/2011  06:09


Quem acompanha este espaço desde sua criação sabe da opinião deste jornalista sobre pesquisas eleitorais: deveriam servir apenas para consumo interno dos partidos e nada mais. A manipulação, inclusive em Sergipe, já foi contada em prosa e verso. O texto abaixo de Fernando Barros - presidente da Propeg Brasil, agência de propaganda e de marketing político – reforça a opinião do blog sobre pesquisas.

“Além de ser popular, o candidato majoritário, salvo exceções cada vez mais raras, tem, antes de mais nada, de conseguir compor uma estratégia política inteligente e uma firme coleção de apoios político-partidários”

Aí vão umas poucas linhas de quem já esteve à frente de dezenas de campanhas políticas municipais, estaduais e presidenciais no Brasil, e até fora daqui, sobre as análises apressadas dos resultados das últimas pesquisas sobre a sucessão nos municípios.

É sempre assim: faltando mais de um ano para a peleja, saem os primeiros relatórios dos grandes Institutos. Os resultados, é claro, refletem posições de certo privilégio dos nomes mais conhecidos. O eleitor, com pouco interesse pelo assunto, mas diante da abordagem firme — às vezes insistente —- do entrevistador faz um download forçado, desatualizado, da sua memória e descarrega suas preferências momentâneas.

Levam a melhor os nomes mais conhecidos. O "trade" (partidos, políticos, jornalistas) apressadamente destila e contabiliza aqueles números, praticamente antecipando resultados eleitorais que na sua maioria estão longe de ser confirmados.

“Os partidos podem não ser tão importantes para trazer os primeiros votos, mas são a parte mais visível do frondoso jabuticabal que faz das nossas eleições únicas no mundo com essas características”

Quem é do ramo sabe. Além de ser popular, o candidato majoritário, salvo exceções cada vez mais raras, tem, antes de mais nada, de conseguir compor uma estratégia política inteligente e uma firme coleção de apoios político-partidários. As regras do nosso jogo indicam isso com clareza indiscutível.

Os partidos podem não ser tão importantes para trazer os primeiros votos, mas são a parte mais visível do frondoso jabuticabal que faz das nossas eleições únicas no mundo com essas características. São as coligações as donas do apito e do campo. Elas formam o capital inicial necessário para o candidato ter acesso à mídia — tempo assegurado pela legislação — e agregam um exército de candidatos proporcionais que fortalecerá as bases do candidato majoritário.

As coligações também são fundamentais para obtenção do chamado "saneamento básico”, ou seja, recursos, dinheiro, para que o projeto tenha competitividade. Posso assegurar que um candidato, hoje, com impressionante popularidade morre de inanição na calçada se não conseguir fazer esse deverzinho de casa básico: ser apoiado por partidos e políticos que lhe garantam músculos para um enfrentamento vigoroso.

“Mesmo assim, faço reservas. Pesquisas não podem ser interpretadas linearmente. Nem tudo é "batatinha, quando nasce, se esparrama pelo chão"

Mas gostaria de descer um pouco na análise da atitude de voto, tão longe do dia "D", tão distante da discussão mais travada que acontecerá nos dias que antecedem a eleição. Costumo dizer que o eleitor, tal como o consumidor, quer o que conhece e o que não conhece também. O desejo de voto neste momento é, por assim dizer, volátil, um site "em construção", se quisermos ser mais digitais.

Aí entra o Marketing, erros e acertos da estratégia, que vão mudando a intenção de voto. Há ainda expressivos percentuais de novos eleitores, que chegaram aos 16 anos, tiraram seus títulos e estão aptos para o primeiro voto. Estes noviços ainda estão mais sujeitos à influência da maré. Estudos qualitativos são, neste momento, mais indicados.

“Engana-se quem acha que pesquisas definem as eleições. Senão nada mudaria”

Mesmo assim, faço reservas. Pesquisas não podem ser interpretadas linearmente. Nem tudo é "batatinha, quando nasce, se esparrama pelo chão". Não podemos esquecer o contexto, a conjuntura, “the big Picture”, como dizem os americanos.

Engana-se quem acha que pesquisas definem as eleições. Senão nada mudaria. Nem precisava de eleição: bastava publicar resultados de pesquisas e estava tudo resolvido. Muitos cientistas políticos afirmam ser a eleição municipal a mais desgarrada dos grandes projetos políticos federais e estaduais. Seria como escolher um síndico para seu prédio. Nem tanto nem tão pouco.

Penso, as "Municipais" são as que mais possibilitam o surgimento de novos nomes. A renovação política é fertilmente irrigada pela chegada de novos, às vezes "inéditos" prefeitos. Mas raramente eles chegarão sem o suporte dos grandes partidos.

É cedo para se acolher como vencedores os primeiros nomes que surgem dos relatórios dos grandes Institutos. Não é hora da canjica. Canjica é em junho, depois do carnaval, do verão. Em junho fecham-se prazos, definem-se coligações, e a parte mais emocionante do embate inicia-se, com a mídia explícita, legítima, oficial. Melhores ou piores, são essas as nossas regras. Certamente ajudando a consolidar nosso país como uma das democracias mais notáveis do planeta.(Texto publicado originalmente em: http://oglobo.globo.com/pais/noblat/post.asp?cod_post=410846)

Operação visibilidade
Semana passada quase 20 coronéis da PM foram pra reserva, destes poucos tinham funções.  Pois bem, meia dúzia de carros que estavam a serviço das unidades chefiadas por estes coronéis foram devolvidos e entregue pessoalmente ao comando geral. A decisão: utilizar os carros no policiamento ostensivo, o que é bastante relevante, se não fosse por alguns detalhes.

Questionamentos
Os novos chefes dos setores outrora ocupados pelos coronéis aposentados não necessitarão dos veículos para o desempenho da função?  Todos os carros são caracterizados, ou seja, todos ostentam o nome "Polícia Militar", mas mesmo assim foi plotado nos para-brisas (dianteiro e traseiro) as palavras "operação visibilidade". antes estes carros plotados não eram visíveis? Seria cômico se não fosse trágico. o comando atual apenas conseguiu dispor dos carros depois da passagem para a reserva dos coronéis?

PSD nasce em Sergipe com 12 prefeitos I
O novo partido, o PSD, nasceu em Sergipe com 3 deputados estaduais, 3 vereadores em Aracaju, dezenas de outros em vários municípios, 12 prefeitos e quatro vice-prefeitos. O PSD tem filiados em 74 municípios, faltando apenas o de Pedra Mole.

PSD nasce em Sergipe com 12 prefeitos II
Os 12 municípios onde os prefeitos foram para o PSD: Boquim (Pedro Barbosa, ex-PMDB), Canhoba (Reginaldo Andrade, ex-PDT); Estância (Ivan Leite, ex-PSDB), Feira Nova (José Carlos Santos, ex-PPS), Itabi (Rubens Feitosa, ex-PDT), Macambira (Ricardo Souza, ex-PDT), Nossa Senhora Aparecida (Antônio Muniz, ex-PMDB), Riachão do Dantas (Ivanildo Macedo,PTdoB), Santa Luzia (Adauro do Amor Divino, ex-PSB), Tomar do Geru (José Adelmo Alves, ex-PDT), Pedrinhas (Antônio Alves, ex-PR) e Santa Rosa de Lima (Eduardo Prado, ex-PTB).Os quatro vice-prefeitos são nos municípios da Barra dos Coqueiros (Alysson Santos, ex-PSDB), Malhador (Elayne Araujo, ex-PRB), Pinhão (Antônio Fraga Neto, ex-PSB) e Riachuelo (Sostenes Aguiar, ex-PT).

Nas capitais, PMDB só não terá candidato em Aracaju e Macapá
“Sem definição”. É assim que consta num levantamento do jornal O Globo, publicado no último dia 12, sobre o PMDB e uma possível candidatura em Aracaju. Em todas as outras capitais, com exceção de Macapá (onde também não tem definição) o partido já trabalha candidaturas próprias. E o título da matéria deixa claro quem é o inimigo do partido: “PMDB lança guerra ao PT nos municípios”.

Promotoria tenta bloquear bens de conselheiro do TCE
Calma, caro leitor, não é em Sergipe. O Ministério Público Estadual pediu à Justiça o afastamento de Eduardo Bittencourt Carvalho do cargo de conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado) de São Paulo e a indisponibilidade de todos os seus bens.A investigação apontou que o conselheiro, que recebe vencimentos de R$ 30,7 mil ao mês, acumulou entre 1995 e 2009 a soma de R$ 50 milhões, como revelou ontem o jornal "O Estado de S. Paulo".O Ministério Público suspeita que esses recursos são provenientes de corrupção.Deputado estadual de 1983 a 1990 pelo PL (atual PR), Bittencourt assumiu cadeira no TCE em 1990 no governo de Orestes Quércia (1987-1991). (FSP).

Machado não tem duvida da candidatura de João
O ex-deputado federal e secretário geral do PSDB em Aracaju, José Carlos Machado não tem duvida que João Alves Filho será candidato a prefeito de Aracaju. “Tenho certeza absoluta”, disse afirmando que dois pontos colaboram para o ex-governador: a profunda frustração do povo com o grupo que administra Aracaju e a competência empreendedora de João Alves.

Não foram a casa de Araripê
Machado esclareceu também que ele e João Alves não tiveram na casa de Araripe Coutinho apenas o ex-governador fez o convite ao poeta por telefone. O ex-deputado disse que somente o PSDB tem 60 nomes disputando as 36 vagas para disputar a Câmara de Aracaju. “Tivemos a preocupação de não filiar notórios, são candidatos que tem o mesmo potencial”, afirmou.

DEM fará de seis a sete vereadores
Sobre o DEM, Machado disse que o partido já tem certo a coligação proporcional com o PTN com 70 nomes disputando. Entre os nomes os atuais vereadores Juvêncio e Nitinho, o ex-vereadores Jidenal Francisco, Manoel Marcos, Vinicius Porto e Renilson Felix e muitas outras lideranças fortes em Aracaju.

Motocross leva imagens de Sergipe para o mundo
Sensacional! Assim pode ser descrito os programas da ESPN – nacional e internacional – exibidos na última sexta-feira, 14, da etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross realizada em Aracaju no mês passado. Além das imagens da pista na orla de Aracaju, a logomarca do Banese foi bastante divulgada. Um gol de placa do Governo Estadual através da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer.

Como não fazer jornalismo: Manual de ética da rede Globo
Há poucos meses o telejornalismo da rede Globo divulgou amplamente – inclusive em Sergipe – a criação de um novo manual jornalismo baseado na ética. Pelo jeito este manual é tudo que um estudante de jornalismo ou jornalista não deve fazer na profissão. O que a rede Globo vem fazendo, sem divulgar uma nota sobre os jogos Panamericanos, em Guadalajara (México) é um desrespeito não só com o telespectador, mas com o Brasil. Imagine o constrangimento que não vem causando a equipe de esporte da rede, composta de grandes profissionais.

Obras Públicas: Ações da ASEOPP são seguidas nacionalmente I
Há dois anos, a Associação Sergipana de Empresários de Obras Públicas e Privadas – ASEOPP realizou um seminário para discutir a importância de preços justos, qualidade nas obras e necessidade de mudanças na lei das licitações. O presidente da ASEOPP, o empresário Luciano Barreto foi convidado para abordar o assunto em vários Estados onde suas idéias foram aplaudidas.

Obras Públicas: Ações da ASEOPP são seguidas nacionalmente II
Agora vem o reconhecimento nacional. A Comissão de Obras Públicas da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) durante o 83º Encontro em São Paulo orientou as entidades da área para realizarem eventos regionais sobre os principais aspectos das licitações públicas. Antes tarde do que nunca a CBIC se alertar para debater importante tema que vem travando as obras públicas no país.

Obras Públicas: Ações da ASEOPP são seguidas nacionalmente III
Na próxima terça-feira, 18, o Sinduscon do Estado de Góias realizará um Encontro Empresarial com o tema: Qualidade na Execução Técnica dos Orçamentos e Projetos. O presidente da ASEOPP, Luciano Barreto foi convidado para ser um dos debatedores em no painel sobre os critérios técnicos na composição dos custos unitários.

Incentivo a pequenas e médias empresas
Há pouco dias, em nível nacional, foi publicada uma matéria que o governo federal quer incentivas que grandes construtoras do exterior entre no Brasil para concorrerem com as 10 chamadas “grandes” do Brasil. Não seria melhor o Governo Federal incentivas as médias e pequenas empresas da construção civil que são cerca de 100 mil em todo país?

Crescimento em Socorro
Realmente o município de Nossa Senhora do Socorro vem num crescimento vertiginoso. Prova disso foi o prêmio recebido pelo prefeito Fábio Henrique na tarde da última sexta-feira, 14. O Prêmio Prefeito Amigo do Emprego 2001, foi entregue na cidade de Curitiba, no Paraná. Ele foi concedido ao prefeito Fábio Henrique pelos relevantes serviços prestados quanto à geração de emprego e renda em Socorro.

Incentivo a geração de empregos
Ele se destacou como um dos administradores que mais incentivou a geração de emprego em todo o país. A premiação aconteceu durante o II Encontro Nacional de Empregabilidade que teve o apoio do Senai-PR, Senac-PR, Petrobras, Secretaria do Trabalho e Emprego do Paraná, Ministério do Trabalho, Ministério do Esporte e Ministério do Turismo. Este reconhecimento demonstra a forma correta como Fábio vem trabalhando em Socorro e o respeito que tem demonstrado pelo povo socorrense. A cidade vem mudando seu panorama e deixando de ser uma cidade dormitório.

Padre do “Arrocha”
O novo padre de Macambira, Américo, está realmente inovando na cidade. No último domingo, durante a missa após a procissão, aproveitou para alfinetar novamente alguns políticos. “Tem vereador que está colocando o pé na Igreja pela primeira vez”. Mas ele tem que tomar cuidado com o estilo que tenta passar de modernidade. Durante a missa, por várias, vezes falou “arrocha”. Todo cuidado é pouco com uma palavra que tem vários sentidos e não apenas de apertar com muita força.

Vereador ameaça tirar título de cidadania de padre
Na última sexta-feira, 14, o vereador José Francisco, PSD, fez um duro discurso na Câmara de Macambira contra o padre Américo. Ele lamentou que o padre não tem respeito por nenhuma autoridade e vem jogando a população contra a classe política. O vereador ameaçou a apresentar uma proposta para cancelar o título de cidadania dado pela Câmara recentemente, com o apoio de todos os parlamentares. O título foi de autoria da vereadora Josefa Nunes, também do PSD.

Itabaiana: Luciano é condenado novamente por improbidade
O prefeito de Itabaiana, Luciano Bispo, foi condenado pela Justiça Federal por improbidade administrativa em seu mandato anterior no mesmo município. Na ação, onde são analisadas execuções financeiras de 2003 e 2004, também foram condenados Roberto Bispo de Lima, então Presidente da Comissão de Licitação da prefeitura e Carmen Silva Alves dos Santos, Tesoureira do município à época. A ação que levou à condenação dos réus foi ajuizada pelo Ministério Público Federal em 2008.

Penas
Os três sofrerão as penas da Lei de Improbidade Administrativa. Luciano Bispo teve os direitos políticos cassados por cinco anos e terá de pagar multa civil de 50 vezes a sua remuneração no exercício do cargo de prefeito. O juiz federal Fernando Escrivani Stefaniu também sentenciou o prefeito e os outros réus à perda da função pública, mas só a partir do trânsito em julgado da ação, ou seja, quando não couberem mais recursos à decisão.Os três pagarão ainda uma indenização por danos morais coletivos por conta das irregularidades em sua gestão, no valor de R$ 50 mil para Luciano Bispo, R$ 30 mil para Roberto de Lima e R$ 20 mil para Carmen dos Santos.

Luciano: absolutamente tranqüilo
Em resposta o prefeito Luciano Bispo informa à sociedade sergipana que se mantém absolutamente tranquilo, “Não desviei um centavo do dinheiro público. Tudo que fiz foi em benefício do cidadão mais carente da minha cidade. Se houve algum problema de documentação isso nós iremos provar no final do processo que não prejudicou em nada o povo de Itabaiana. Estou absolutamente tranquilo”! Garante o Prefeito Luciano Bispo.

Recursos
Finalizando, Luciano diz que já ingressou com os recursos judiciais necessários, objetivando a sua ampla defesa nas Instâncias superiores. “O que me dá forças pra continuar na vida pública é a possibilidade de fazer o bem, principalmente para as pessoas mais carentes. Agora mesmo, a Câmara já aprovou e nós vamos começar nos próximos dias a chamar quase três mil famílias carentes, que ainda não recebem o Bolsa Família do Governo Federal para garantirmos uma renda mínima, com recursos da Prefeitura. Isso sim, me dá alegria de ser prefeito”.  Concluiu o Prefeito.

Projetos em tramitação
Está tramitando na Câmara de Vereadores de Aracaju, propositura de autoria do Vereador Emmanuel Nascimento, dispondo sobre o couvert nas casas de shows, bares, restaurantes e similares.Outra propositura que também está tramitando na Câmara de Vereadores de Aracaju é a denominação do elevado que será construído pela Prefeitura no cruzamento das Avenidas Tancredo Neves com Ministro Geraldo Sobral, no Bairro Jardins.  O elevado será denominado de Jornalista Hugo Costa. A autoria da homenagem é da Vereadora Simone Gois.

Homenagens I
Em solenidade bastante concorrida, onde na sua grande maioria estavam grandes mestres sergipanos, aconteceuna sexta-feira, 14, sessão solene no Plenário da Assembleia legislativa de Sergipe para comemorar o Dia do Professor. A sessão foi requerida pelo professor e deputado estadual Augusto Bezerra (DEM).A deputada Maria Mendonça uma das homenageadas disse que ficou muito feliz em ser agraciada. "Sinto-me feliz pela homenagem. É um sentimento de respeito e consideração, a alguém que pautou sua história de vida, trabalhando e lutando para uma educação melhor, para um ensino de qualidade, para a valorização dos profissionais da educação. É o reconhecimento de um trabalho ao longo da minha história de vida dedicado a educação", disse Maria.

Homenagens II
Outro homenageado foi o diretor-presidente da Empresa Pública de Serviços Gráficos de Sergipe (Segrase), Jorge Carvalho que recebeu um diploma entregue pela vereadora Rosângela Santana (PT). “A minha profissão é professor e ser lembrado nesta data é uma honra. Agradeço a homenagem em reconhecimento à importância da nossa classe”, disse Jorge Carvalho, que além de gestor público, é doutor em História da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e pela Johan Wolfgang Göethe Universität – Frankfurt AM Main – República Federal da Alemanha; e professor Adjunto do Departamento de História e do Mestrado e Doutorado em Educação da Universidade Federal de Sergipe.

AL segue enquadrada nos limites da LRF
A Assembleia Legislativa de Sergipe, na gestão da presidente e deputada estadual Angélica Guimarães (PSC), novamente atingiu a meta, após análises dos balancetes do segundo quadrimestre do ano, e continua dentro dos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A conquista é fruto do zelo com os recursos públicos pro parte da atual Mesa Diretora da AL.

Desafio
Ao destacar a conquista, a deputada Angélica Guimarães afirmou que esse foi um desafio que se apresentou desde o início da sua gestão e que adotou a política administrativa de contenção de despesas. "Estamos realizando ajustes para modernizar a administração da Casa e vamos priorizar outras metas, inclusive quanto a investimentos na valorização dos nossos servidores", explicou Angélica Guimarães.

Médicos e anestesiologistas
Nos próximos dias 16 e 18 comemoram-se o Dia do Anestesiologista e o Dia do Médico, respectivamente. O senador Eduardo Amorim médico anestesiologista e especialista em Algologia (clínico em dor) parabeniza todos os colegas por esta data importante para a categoria.

Profissão
“É uma profissão bonita, mas como em todas as outras é preciso amar o que faz, principalmente por estar cuidando de vidas. No processo de dor e cirúrgico temos que ter muita cautela para saber usar os medicamentos certos e necessários para cada tipo de procedimento, além de acompanhar tudo com muita atenção para que não ocorram falhas”, explicou Eduardo Amorim.

Carmópolis, a “Capital do petróleo”, completa 89 anos
Neste final de semana, nos dias 15 e 16 de outubro, o município de Carmópolis irá festejar 89 anos de emancipação política. A população carmopolitana e foliões de outras cidades poderão contar com uma programação diversificada de shows gratuitos na praça de eventos.

Festa tradicional
Apesar do falecimento repentino do empresário Fernando França, esposo da prefeita Esmeralda Cruz, a administração decidiu manter o evento, uma vez que a festividade é tradicional no município. Além disso, o evento movimenta o comércio local, gerando renda para a população. Confira toda programação em: http://www.carmopolis.se.gov.br/

ASSESPRO-SE reivindica a redução da alíquota do ISS para 2%
Desde 2008 uma antiga reivindicação da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet – Regional Sergipe (Assespro-SE) tem se arrastado nos gabinetes da Prefeitura Municipal de Aracaju. Trata-se da redução da alíquota do ISSQN (Imposto sobre serviços de qualquer natureza) de 5% para 2%, visto que esta mesma iniciativa já foi tomada em diversas outras cidades brasileiras, revertendo-se em enormes ganhos para as economias dos municípios participantes.

Estimulo ao setor de TI
“Várias cidades do Nordeste, a exemplo de Maceió e Recife, já praticam esta alíquota para estimular o setor de TI. A compreensão dos gestores municipais sobre a importância que o segmento tem pela sua transversalidade, influenciando decididamente nos rumos dos demais setores produtivos, nas instituições, inclusive na modernização do setor público, transformaram as reivindicações em ações práticas e exitosas”, afirma o presidente da Assespro-SE, Roger Barros.

Competitividade
A diminuição das taxas cobradas nos municípios vizinhos compromete seriamente a competitividade das empresas locais. “A realidade hoje é a seguinte: em razão dos impostos reduzidos, empresas de outras localidades têm apresentado preços mais competitivos em relação aos nossos. Elas vêm, fazem o serviço, vendem seus produtos e pagam os impostos em seus municípios de origem, levando a arrecadação e o desenvolvimento que poderiam ser nossos para longe de Aracaju”, explica Roger.

Ganhos para todos
Com a redução do ISS ganha o setor produtivo e a sociedade como um todo. São mais empregos gerados com melhores salários, aumento da arrecadação de impostos, implantação de projetos de inclusão digital e um grande estímulo ao desenvolvimento econômico, científico e tecnológico, através do fortalecimento e modernização da base empresarial, aprimoramento da capacitação técnica e desenvolvimento de novos produtos.

Migração natural para São Cristovão
“O entendimento sobre este assunto se faz urgente. Em pouco tempo, o SERGIPETEC - Parque Tecnológico de Sergipe será inaugurado em São Cristóvão e haverá uma migração natural das empresas locais para lá, onde a alíquota do ISS é de 2,5%. Se o município vizinho tem condições de aplicar essa taxa, porque em Aracaju a demora, mesmo por um posicionamento das autoridades públicas, é tão grande? A reivindicação já se arrasta há anos e acreditamos que uma gestão de visão não pode ficar alheia à importância estratégica da TI para o desenvolvimento de qualquer sociedade”, questiona o presidente da Assespro-SE.

Hospital Primavera e Unimed fazem mais uma parceria
Uma boa notícia para os clientes que adquiriram o plano Unimed até 1988, antes da criação da regulamentação dos planos de saúde e que, por este motivo, tinham acesso aos poucos hospitais que eram credenciados à época. A partir de agora, o Hospital Primavera já está credenciado para receber os clientes da Unimed que possuem plano não regulamentado para atendimento de Urgência, Emergência e Internamentos.

Qualidade dos serviços
A Unimed ampliou sua parceria com o Hospital Primavera em razão da qualidade dos serviços prestados e da estrutura moderna de grande porte que ele proporciona. Quem ganha com isso são mais de 10 mil clientes que podem usufruir de um moderno e bem equipado Hospital, além dos seus médicos que têm mais esta opção de internamento hospitalar.

Choque prende traficantes
A 2ª Companhia de Polícia de Choque do BPChq prendeu na noite de quinta-feira, 13, Jonatas Ferreira da Silva, "Vulgo Jonhy", 18 anos acusado de tráfico de drogas na Rua do Mangue no Loteamento Anchietão no Conjunto Bugio. Ele estava com 26 papelotes de maconha, 13 pedras de crack e próximo ao local uma bolsa plástica com aproximadamente 500 gramas de maconha à granel e uma pedra de crack com aproximadamente 30 gramas, sendo o acusado encaminhado à Delegacia Plantonista para a lavratura do flagrante.

Ostensivo
O Batalhão de Choque está intensificando o policiamento ostensivo nas áreas de maior intensidade criminal da capital, juntamente com as demais unidades policiais visando o aumento do policiamento ostensivo com o intuito de minimizar os efeitos da criminalidade.

Dia das Crianças diferente
Bola, boneca, carrinho e alegria! Qual é a criança que nunca sonhou com um presente? O Dia das Crianças é uma data que, por tradição, a vontade de ter um brinquedo é unânime entre a garotada. No dia 12 de outubro, a Rede Primavera realizou o sonho de muitos garotos e garotas que residem no Povoado Nova Descoberta, no município de Itaporanga D’Ajuda. Representantes da Rede levaram brinquedos para a alegria dos pequenos, que estavam  visivelmente emocionados. Foi uma manhã de muita animação, brincadeiras e lanche especial.

PELO TWITTER

www.twitter.com/Edson_Bomfim ....2012 e 2014 não é uma corrida de 100 metros. É corrida de bastão, onde o conjunto e objetivo são mais decisivos que um nome de arranque.

www.twitter.com/WilliamFonseca A inveja é fruto da incapacidade de evoluir de pessoas imaturas. O tempo prova a elas que desejar o que é dos outros não as põe em vantagem.

www.twitter.com/antoniooviedo1 Todo mundo sabe os motivos que farão a Globo não falar, ou falar muito pouco, do PAN. Mas isso é jornalismo? ou é comércio apenas?

www.twitter.com/NadjaPiauitinga Gente, o que é essa propaganda política do PSC. Que coisa mais conservadora. Família, Igreja e o Estado.

www.twitter.com/ValadaresPSB Há gente aí morta de inveja porque não é Senador.Sugiro colocar na cabeça uma melancia c/a inscrição:"o que Valadares tem que eu não tenho?l

www.twitter.com/Thiago_Reis_Aju A verdade que você acredita determina seu caráter. A reputação é o que acham q você é.O caráter é o que lhe define,a reputação é o resultado d escolhas

www.twitter.com/RailsonSimoes @BlogClaudioNun O que falta é a conscientização de muitos, principalmente dos jovens, que estão banalizando a própria vida e causando mortes.

www.twitter.com/RailsonSimoes @BlogClaudioNun Na verdade não há efetivo suficiente da CPTran, CPRv e SMTT pra coibir através de Blitz a prática de dirigir alcoolizado!!!

www.twitter.com/RailsonSimoes @BlogClaudioNun Agora a lei seca deve ser pra todos. Não adianta estender a rede e só pegar os "peixinhos", deixando passar os tubarões!!!

DO LEITOR

Site do Confiança ignora falecimento de Fernando França
Comentário de Robson Nascimento:”Esta mensagem é para todos os torcedores da ADC e aqueles que acompanham o futebol sergipano. Lamentável que o site da ADC,  até esta data, não fez menção alguma ao falecimento de Fernando França, um dos maiores presidentes que o clube já teve, sem contar a importância de sua família para o clube. Profundamente Lamentável”.

ARTIGO

Consumo de bebidas alcoólicas: diferenças entre EUA e Brasil – Jorge Santana*

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas, e suas graves consequências, é tema recorrente que tem fomentado polêmicas mundo afora. Há muito tem me chamado a atenção o rigor da legislação federal dos EUA que trata da matéria e que proibe, dentre outras coisas: o consumo de qualquer bebida alcoólica por menores de 21 anos; o consumo em logradouros públicos; e o funcionamento de bares após 2h da madrugada.

É notável como a sociedade norte-americana trata com naturalidade essas restrições. Nos bares e pubs, normalmente após 21h, é comum os jovens serem obrigados a apresentar documento de identidade na entrada para comprovar idade superior a 21 anos, mesmo que tenha mais de 18 e que não vá consumir bebida alcoólica. As baladas costumam começar cedo, atingindo o auge entre 23h e 1h, sendo absolutamente normal policiais fardados circularem tranquilamente inspecionando o ambiente. Quando chega 1h30, as luzes acendem, a música para e, pontualmente às 2h, o estabelecimento é fechado e as pessoas costumam ir para suas casas. Perambular pela rua? Não convém porque certamente a polícia vai abordar.

Maior rigor ainda é aplicado aos raros que teimam em beber e dirigir, considerada uma das mais graves infrações do trânsito. Se houver um acidente e for detectado que o motorista ingeriu álcool além dos limites estabelecidos em leis estaduais, as penalidades costumam ser severas.

Conversei com cidadãos de lá e para eles tudo isso é natural e correto. Chegando aqui, troquei idéias com um amigo norte-americano que reside em Aracaju e, consequentemente, conhece a liberalidade da legislação brasileira. Ele foi taxativo: atualmente o rigor da legislação americana já é dispensável porque a sociedade já incorporou e apóia incondicionalmente as limitações. Segundo ele, se um grupo de jovens sai para a noite e um deles insiste em dirigir após beber, os demais tentam impedir e, se não conseguirem, jamais aceitam a carona.

Opinando sobre o Brasil, ele acredita que o rigor adotado nos EUA caberia muito bem aqui, onde festas começam muito tarde da noite e varam a madrugada (idem quanto aos bares), com o consumo exagerado de bebidas, sobretudo por jovens com menos de 21 anos, contribuindo para elevar a níveis assustadores as estatísticas de acidentes graves, muitos deles fatais.

A conclusão a que chego é que temos muito a aprender com outros países do mundo (vários deles, além dos EUA, também possuem legislações muito restritivas quanto ao consumo de álcool), inclusive nesse particular, onde a excessiva tolerância e permissividade têm imposto um custo muito elevado para a sociedade.
(texto originalmente escrito em: http://jsantana61.blogspot.com/2011/08/consumo-de-alcool-diferencas-entre-eua.html?m=1)

*Empresário e ex-secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico.

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
"O problema com a pesquisa é que ela lhe diz o que as pessoas estavam pensando ontem, não amanhã. É como dirigir um carro usando o espelho retrovisor." Bernard Loomis.



VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Adiberto de Souza

Jornalista há mais de 30 anos, Adiberto de Souza já atuou nos Jornais do Brasil (RJ), da Cidade, Manhã, de Sergipe, Cinform, A Tarde (BA), TV's Sergipe, Atalaia e Jornal, rádios Cultura, Atalaia e Jornal. É editor do site Destaque Notícias.
Novidades
Anúncio
Classificados
Anuncie Grátis
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030