Almeida & Belivaldo expõem desgoverno. Denúncias graves
Cadê o MPE, o MPF e a Alese?
11/05/2018  03:00


“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.


É incrível como em Sergipe Del Rey - por culpa de quem deveria fiscalizar e de parte da imprensa que silencia para não perder as benesses 

Almeida & Belivaldo: denúncias do desgoverno como se os dois não fossem responsáveis diretos. Foto: André Moreira/ASN

governamentais - desvirtuam os fatos para questões apenas eleitorais.

Ontem, 10, os sergipanos presenciaram, pelas emissoras de rádio, um governador do Estado, neste caso Belivaldo Chagas, e o ex-gestor da saúde até quarta-feira, 09, Almeida Lima, denunciarem um desgoverno sem precedentes na área da saúde. Como se ambos fossem oposição e tivessem assumido suas funções agora, quando na verdade Belivaldo Chagas é governo há muitos anos e Almeida Lima, em um ano e poucos meses, estraçalhou a saúde estadual.

Enquanto Belivaldo Chagas demorou um mês para descobrir que Almeida Lima pagava tudo através de ofício, que ninguém sabe quanto ele gastou no Taj Mahal  e só ele tinha a chave do cofre da saúde, o ex-secretário acusou o governador de tramar contra ele desde novembro, inclusive descumprindo a Constituição quando é obrigado a repassar, no mínimo, 12% para a saúde.

O blog não cobra nem do TCE, que em Sergipe é muito mais político do que técnico, mas  do MPE e do MPF, que poderiam realizar uma força tarefa para desnudar a saúde estadual. O procurador do MPF/SE, Ramiro Rockenbach, poderia dar uma grande contribuição aos sergipanos abrindo uma investigação com as denúncias formuladas pelos próprios gestores.

Em 25 de janeiro de 2017, com o título “Procurando sarna pra se coçar: Conceição por Almeida” (http://www.infonet.com.br/blogs/claudionunes/ler.asp?id=195883&titulo=claudionunes),  o blog alertou que “de todos os atos de Jackson Barreto como governador, nomear Almeida Lima para a saúde será o maior de todos os arrependimentos. E se ouvir os assessores mais próximos tem todos os motivos para voltar atrás. E o pior não será apenas o arrependimento, será o consentimento de culpa...”  Não foi adivinhação, mas o estilo de Almeida já previa esse final melancólico, inclusive saindo e jogando a m.... no ventilador.

As denúncias de Almeida Lima e Belivaldo Chagas, de um contra o outro, nada mais é que o reflexo do desgoverno de Jackson, que mergulhou como um avestruz, tentando diminuir a grande rejeição.

É Sergipe Del Rey e nada será apurado. Num Estado sério, o MPE e o MPF iriam a fundo nas denúncias. A Assembleia faria a sua parte abrindo uma CPI.

Não espere nada, caro leitor. Apenas a demagogia no horário eleitoral de que a saúde será prioridade. E o pior que tem gente que vai acreditar...

La Casa de Papel Depois do governador Belivaldo Chagas dizer em entrevista não saber quanto foi gasto no Taj Mahal (dinheiro), no mínimo, Chagas tem a obrigação de procurar saber de onde saiu os recursos ...... será que os OFÍCIOS assinados por Almeida, que pagaram dezenas de milhões, não seria o primeiro passo? Perguntar não ofende !!!!

Atendendo a um pedido do líder, o prefeito vai tentar encontrar uns cargos para o PRB. O problema é que o Sepuma acompanha diariamente o Diário Oficial. E se ficar comprovado que a máquina publica está sendo utilizada para consolidar acordos eleitorais, vai pegar mal.

PM´s da ativa para função burocrática no TCE E o blog foi informado que o Governo do Estado não está gostando do TCE começar a requisitar policiais militares da ativa para serviços burocráticos no órgão. Estão devolvendo os policias do Besp (reserva) e colocando polícias da ativa. Além de retirar policiais do serviço ostensivo, a despesa aumenta.                                                                                                                                              

A Prefeitura tem que prestar BO contra estes vândalos. Os telefones estão nos panfletos. 

SMTT tem que prestar queixa: vandalismo nos pontos de ônibus A foto ao lado é do ponto de ônibus na Praça Tobias Barreto. Ele não estava todo sujo na quarta-feira. Um irresponsável colou dezenas de cartazes de venda de veículos. É fácil descobrir: é só ligar para os telefones de contato. Mandar limpar ou prestar queixa na delegacia.

Salário de Abril: Governo paga todos os servidores nesta sexta, dia 11 E o governo do Estado paga hoje, 11, o salário de abril dos servidores públicos estaduais, aposentados e pensionistas. O pagamento estava previsto para sábado, dia 12. Recebem nesta sexta todos os servidores lotados nas secretarias estaduais, fundações e empresas públicas, aposentados e pensionistas.

Bosco Costa terá o apoio de Valmir de Francisciquinho E o ex-deputado federal Bosco Costa, que é natural de Itabaiana, mas tem como base eleitoral o município de Moita Bonita, será o candidato a deputado federal do prefeito de Itabaiana, Valmir de Fransciquinho. Isso enfraquece a pré-candidatura de José Carlos Machado, ex-deputado que também é de Itabaiana.

Lagarto: Prefeito mantém irmã no cargo mesmo perdendo recurso na Procuradoria-Geral Eleitoral Através da decisão do  procurador Tarcisio Vieira

A decisão do ministro da Procuradoria Eleitoral. 

 de Carvalho Neto, a senhora Alissandra dos Reis Monteiro, irmã do prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro, perdeu recursos contra acórdão do TRE/SE. Mesmo assim o prefeito mantém a irmã no cargo. O recurso perdido foi contra acórdão do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) que manteve sua condenação em 1 (um) ano, 5 (cinco) meses e 15 (quinze) dias de reclusão e 6 (seis) diasmulta pela prática do crime de falsidade ideológica eleitoral (art. 350 do Código Eleitoral). A pena privativa de liberdade foi substituída por 2 (duas) restritivas de direitos.

Almoço Somese  A Sociedade Médica de Sergipe realizou mais uma edição do “Almoço Somese” e teve como convidado o procurador regional dos Direitos do Cidadão, Ramiro Rockenbach. Ele levou vários temas envolvendo saúde pública para debater no encontro com a classe médica. A complexa relação entre a Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) e a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o fim do “fura fila” no Sistema Único de Saúde (SUS) e o respeito aos pacientes e profissionais da saúde foram algumas questões abordadas pelo representante do Ministério Público Federal (MPF), na quinta-feira, 10.

Presenças Ramiro Rockenbach foi recebido por diversos profissionais da classe médica, entre eles o presidente da Somese, Aderval Aragão, o presidente do Conselho Regional de Medicina (Cremese), Rosa Amélia e o presidente da Academia Sergipana de Medicina, Roberto César do Prado.

Bengala verde Aracaju tem a oportunidade de marcar a história da inclusão social de pessoas com deficiência no Brasil. A capital sergipana pode ser a terceira cidade a instituir o uso da bengala verde como instrumento auxiliar de orientação, apoio, mobilidade e identificação de pessoas diagnosticadas com baixa visão.

Deficientes visuais O projeto de lei nº 148/2018, de iniciativa da Associação dos Deficientes Visuais de Sergipe (Adevise) e autoria do vereador Lucas Aribé (PSB), foi protocolado na Câmara de Aracaju na quarta-feira, 9. A bengala verde já é realidade no município mineiro de Juiz de Fora e na capital do Mato Grosso, Cuiabá. Além de Aracaju, outro projeto de lei tramita na cidade de São Paulo.

Dificuldades "O objetivo é conscientizar a sociedade sobre as inúmeras dificuldades que uma pessoa com baixa visão tem, desde a prática de coisas simples, como reconhecer rostos, ler placas de sinalização, letreiros de ônibus, atravessar ruas, praticar esportes, cozinhar, dirigir e assistir televisão, à ausência de estrutura nas escolas, que oferecem ferramentas muitas vezes com exposição inadequada à luminosidade, seja por excesso ou falta de claridade", explica Lucas Aribé.

Circo da China no Gelo tem preço especial até sábado (12/5) Os ingressos do primeiro lote para o espetáculo ‘On Ice Mundo da Imaginação’, do Circo da China no Gelo, estão à venda até o próximo sábado (12/5), na Central do Ticket, localizada no primeiro piso do RioMar Shopping.

‘On Ice Mundo da Imaginação’ Pela primeira vem em Aracaju, o espetáculo ‘On Ice Mundo da Imaginação’ traz um grande desafio: acrobatas e bailarinos em cima de uma pista de gelo. Mais de 30 artistas, entre acrobatas, dançarinos e contorcionistas dos mais habilidosos da China vão aterrissar na cidade com uma missão importante: garantir a emoção e o êxtase a uma história calorosa e emocionante em meio ao mundo encantado dos unicórnios, sereias, príncipes, princesas, panda, Peter Pan, Pinocchio e boneca de corda.

Informações O espetáculo ocorrerá no próximo dia 16 de maio, no Teatro Tobias Barreto, com abertura dos portões às 17h, para primeira sessão que ocorrerá às 18h. Já na segunda sessão, os portões serão abertos às 20h30 e o espetáculo começará às 21h30. Outras informações através do telefone (79) 3219-2069.                                                                                                                                                                                                       

A folha dos estagiários de Socorro: o blog retirou os nomes. 

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES - (79) 99890 2018


Estagiários Prefeitura de Socorro Pelo zap: “Conto do vigário, prefeitura de Nossa Senhora do Socorro aderiu à moda, “criou “mecanismo” para driblar o limite prudencial da LRF, afronta à moralidade, qual a qualificação e os pré-requisitos desses estagiários para receberem um valor maior que uma bolsa? E a crise? Gastam por ano mais ou menos R$ 2.400.00,00 (dois milhões e quatrocentos mil reais)”

DESO: imperícia na colocação do hidrômetro e consumidor não consegue resolver consumo elevado provocado pela própria empresa Relato de um consumidor: “Espero que resuma essa minha reclamação e chame atenção da DESO, para o fato de que os números disponíveis para os consumidores reclamarem, ou impertinentemente ficam fora do gancho ou são poucos os atendentes. Conseguir ser ouvido no dia 02 de maio (salvo engano) quando fiz uma reclamação sobre minha conta que deu um salto espetacular; fui bem atendido pela atendente e fiz o recomendado por ela, paguei um pedreiro para verificar se havia pontos de vazamentos dentro de casa; quebramos a parede em diversos pontos, onde a tubulação passa, pois segundo a atendente a DESO só tem responsabilidade a partir do hidrômetro para fora de casa, e se eu quisesse uma verificação no hidrômetro, teria que pagar parceladamente um pouco mais de R$ 200,00 reais. Ocorre que depois de fazer uma quebradeira dentro de casa e nada encontrar, o pedreiro ao procurar na área livre e calçada (quebrando), descobriu o vazamento antes do hidrômetro em um cano que passava pelo próprio aparelho. Comunicada a empresa, por minha esposa, o ocorrido, dois dias após foi feito o serviço e constatado que o problema fora causado pela imperícia de quem fez a ligação do hidrômetro, ou seja, responsável: DESO. Acontece que já se vão quatro dias que o mesmo telefone que liguei e minha esposa também, está incomunicável, preciso resolver a questão dos recibos anteriores que já apresentavam consumo elevado e infelizmente nada de comunicação por telefone. Será que é forçoso ir pessoalmente na sede da empresa para resolver algo que pode ser feito mais facilmente?  Como prova, tenho meus colegas de trabalho, que por dia faço aproximadamente 20 tentativas e aparentam todos eles estarem ocupados, até mesmo o da Ouvidoria – 3226-1075 os outros são: 4020-0195 e o 0800.079.0195, todos esses disponíveis no site da DESO. O Mais estranho é que acessei o link da ouvidoria para fazer reclamação e o site não disponibiliza a reclamação eletrônica, só podendo ser feito através de CARTA e/ou pelos números de telefones que citei.”

Chapa Mudar para Vencer A valorização dos profissionais que integram o Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE) também precisa ser consolidada por meio de parcerias que facilitem o acesso a cursos de aperfeiçoamento profissional, atendimento psicossocial, planos de saúde e odontológico, academia, alimentação saudável, lazer, entre outros benefícios que complementam as necessidades de homens e mulheres que também precisam estar bem para realizar um trabalho eficiente no âmbito da Segurança Pública. O cuidado com os homens e mulheres que integram o Sinpol é uma luta nossa também. Vem com a gente! Presidente: Adriano Bandeira; Vice-Presidente: Robenilde Gonçalves;                       

Representantes da JFilhos recebendo o prêmio Realce 


JFilhos conquista Prêmio Realce Pelo zap: "Na noite da quarta-feira (09), a nossa empresa “Construtora JFilhos” foi premiada em 02 (duas) categorias: Melhor Construtora e Melhor Residencial através do Prêmio Realce 2018 na cidade de Lagarto. Premiação essa que simboliza a valorização de um trabalho árduo baseado em nossos princípios éticos e morais. A Construtora JFilhos vem se solidificando no mercado da Construção Civil, já são 13 anos de trabalho, compromisso, responsabilidade e respeito aos nossos clientes. Esse prêmio só comprova que estamos no caminho certo e motivados a manter esta premiação visando a excelência nas obras por nós executadas.Vale ressaltar que para nós o reconhecimento  é, acima de tudo, resultado da satisfação dos nossos clientes, da dedicação dos nossos colaboradores e das parcerias firmadas. Contudo, gostaríamos de destacar aqui, o nosso profundo agradecimento aos Lagartenses por acreditarem em nosso trabalho fazendo com que a JFilhos se destaque na história do Mercado Imobiliário pelo sucesso de vendas no Residencial Silvio Romero."

Espaço Arena Clube, em Socorro Pelo zap:  “Aberto todos os sábados, Domingos e feriados.Alugamos o espaço para festas, aniversários, casamentos entre outros.O espaço Arena Clube, dispõe de um espaço que concentra na margem de erro, para mais ou-para menos, entre 1000 pessoas para mais, ou 700 para menos.O Arena Clube, foca localizado na avenida coletora C, número 1980, Entre os conjuntos, Marcos Freire 3, primeira etapa é o Albano Franco.: Com nova administração: Geraldo Bocão.Telefone para contatos: 998551534 e 98801 6725 zap.”

PELO E-MAIL E FACEBOOK

AMESE

CARTA ABERTA ÀS AUTORIDADES DA SEGURANÇA PÚBLICA DO ESTADO DE SERGIPE

SENHOR GOVERNADOR, SENHOR SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA, SENHORES COMANDANTES MILITARES, Cumprimentando-os cordialmente, aproveito-me desta missiva para expor situações que vêm prejudicando diversos militares estaduais.

É de amplo conhecimento que os cargos de Secretário de Segurança Pública, Comandante Geral da PM e do Corpo de Bombeiros são de provimento em comissão e de livre nomeação por parte do Governador. É sabido também que, devido aos impedimentos constitucionais, os militares não podem se sindicalizar. Portanto, os comandantes gerais são as autoridades militares imbuídas de legitimidade para reivindicarem, de forma legal e plena, a consecução de direitos para as suas tropas.

Recentemente, depois de muita luta, os militares estaduais conseguiram que sua remuneração fosse paga sob a forma de subsídio. Ou seja, todas as vantagens e direitos remuneratórios do militar foram condensados em parcela única, cujo propósito maior era a garantia de solidez sem a perda de nenhum direito para todos os integrantes da tropa.

Porém, ao ser implementado o regime de subsídio nas corporações, verificou-se que houve diferença de tratamento entre os militares da ativa e entre os da reserva remunerada, reformados e seus pensionistas.

Explicamos. Baseado em um parecer maldoso e equivocado da PROCURADORIA GERAL DO ESTADO, provocado por organismo do próprio Estado, o sonho do subsídio transformou-se um pesadelo para toda a classe de militares que não está mais no serviço ativo. Muitos que estão, como todos os servidores, há mais de cinco anos sem ao menos a reposição inflacionária, acalentavam a esperança de preservar os seus direitos adquiridos. O PARECER DA PGE ORIENTA AO SERGIPEPREVIDENCIA O NÃO PAGAMENTO DO POSTO IMEDIATO – DIREITO ADQUIRIDO AOS MILITARES -, ASSIM COMO NÃO OFERECEU NENHUM GANHO AOS OUTROS MILITARES INATIVOS - APOSENTADOS DE FORMA PROPORCIONAL, DESCUMPRINDO ASSIM DISPOSITIVO LEGAL QUE PREVÊ E GARANTE A PARIDADE ENTRE SERVIDORES ATIVOS E INATIVOS.

Durante todo o mês de abril, e parte do mês de maio, esta associação não visualizou nenhuma manifestação do senhor SECRETÁRIO DE SEGURANÇA PÚBLICA e, especialmente, dos SENHORES COMANDANTES GERAIS DAS DUAS FORÇAS MILITARES ESTADUAIS em defesa dos inativos e pensionistas.

Os militares inativos, reformados e pensionistas, são um público que por sua natureza de trabalho e pela natureza da atividade militar devem ser reconhecidos e respeitados por todo o sacrifício que realizaram durante suas histórias nas corporações. Muitos camaradas hoje encontram-se em cadeiras de rodas, acamados e com problemas graves de saúde em consequência da atividade. Os pensionistas tiveram seus maridos, pais, filhos, tombados ou feridos em defesa da sociedade sergipana e hoje vem passando por momentos de dificuldade e grande injustiça por omissão daqueles que deveriam defender a família militar na sua totalidade. SENHOR GOVERNADOR BELIVALDO CHAGAS, carinhosamente chamado pelos sergipanos de “galeguinho de Simão Dias”, intervenha neste processo de forma urgente para que seu governo não seja marcado por uma mancha de injustiça que jamais será apagada da história de Sergipe.

Atenciosamente, JORGE VIEIRA DA CRUZ – 2º SGT PM RR Presidente da AMESE

ARTIGO

Casa de Jorge Amado, uma Casa de Exu


GILFRANCISCO: jornalista, pesquisador e professor universitário http://gilfrancisco.santos@gmail.com

“Quem guarda os caminhos da cidade do Salvador da Bahia é Exu, orixá dos mais importantes na liturgia do candomblé, orixá do movimento, por muitos confundidos com o diabo no sincretismo com a religião católica, pois ele é malicioso e arreliento, não sabe estar quieto, gosta de confusão e de aperreio. Postado nas encruzilhadas de todos os caminhos, escondido na maia-luz da aurora ou do crepúsculo, na barra da manhã, no cair da tarde, no escuro da noite, Exu guarda sua cidade bem-amada. Ai de quem aqui desembarcar com malévolas intenções, com o coração de ódio ou de inveja, ou para aqui se dirigir tangido pela violência ou pelo azedume: o povo dessa cidade é doce e cordial e Exu tranca seus caminhos ao falso e ao perverso”. Jorge Amado – Bahia de Todos os Santos.

                                                                                                        *

Inaugurada do dia 7 de março de 1987 na inauguração da Fundação Casa de Jorge Amado, em Salvador-Bahia. Entidade privada, de caráter cultural, sem fins lucrativos, que se mantêm através de doações, subvenções, auxílios e patrocínios de entidades públicas e /ou privadas e de convênios firmados com entidades congêneres.  Idealizada com o objetivo de preservar e estudar o trabalho do grande romancista baiano, de renome internacional, a Fundação está instalada nos casarões 49 e 51 da Rua Alfredo Brito, no Largo do Pelourinho, no coração da parte mais antiga da cidade do Salvador.

Para atender a pesquisadores em nível de pós-graduação, estudantes universitários, alunos do 1º e 2º graus, e demais pessoas interessadas, a Fundação Casa de Jorge Amado nos seus quatro andares, abriga uma exposição permanente do acervo do autor, constituída de todos os seus livros publicados em mais de quarenta e cinco idiomas e sessenta países, dos cinco continentes. Extensa coleção de fotografias, filmes, vídeos, cartazes de cinema e teatro, além de arquivos contendo cartas e documentos, que reunidos irão proporcionar o estudo e a pesquisa sobre sua obra e a literatura baiana.

Mais do que isto, a Casa de Jorge Amado, através das suas atividades múltiplas: concursos, palestras, seminários, debates e eventos, em todos os seguimentos da cultura, pretende continuar sendo um endereço de amigos, uma encruzilhada de caminhos, ponto de encontro e referência, centro de estudos, mirante de sonhos, numa permanente vitalização para a arte da Bahia. Segundo Jorge Amado (1912-2001) a Casa é um local ligado ao povo da Bahia, a quem deve todo o seu trabalho romanesco, constituindo-se um fator de valorização da cultura baiana.

Formada inicialmente pela cota de participação para o seu funcionamento, além do patrimônio que abriga a sede doada pelo Baneb (Banco do Estado da Bahia) e o governo do Estado, e recuperado pela Construtora Norberto Odebrecht, sob a supervisão da Universidade Federal da Bahia, a Fundação tem como mantenedores pessoas físicas e jurídicas que contribuem com recursos financeiros, para seu custeio ou integração do seu patrimônio. Sendo uma entidade de caráter privado, sem ligação com o governo, seja ele municipal, estadual e federal, A Fundação Casa de Jorge Amado tem estabelecido para o seu funcionamento, assinaturas de convênios com órgãos governamentais e entidades privadas.

O funcionamento da Casa é dirigido por um Presidente e um Diretor Executivo, respectivamente Germano Tabacooff e Myriam Fraga, além de um Conselho Curador e um Fiscal. A Presidência é exercida por um dos membros co Conselho Curador eleito pela maioria para um mandato de três anos e a este cabo nomear, com aprovação do Conselho, o Diretor Executivo, função que coordena os trabalhos e as atividades da Fundação. Sua estrutura administrativa é bem informal com um núcleo básico, sem departamentos fixos, mas trabalhando através de projetos e, desta forma, permitindo uma maior agilização e dinamização das atividades.

A dinâmica da cultura não se cria através de eventos extraordinários, com plataformas ruidosas e cortes bruscos com o passado. O movimento da cultura é sempre uma retomada, uma relaboração crítica do passado e da traição, basta lermos Fernando de Azevedo em sua obra fundamental A Cultura Brasileira, publicada na década de 40, ao salientar que a cultura, nas suas múltiplas manifestações, sendo a expressão intelectual de um povo não só reflete as ideias dominantes em cada uma das fases de sua evolução histórica e na civilização, de cuja vida ele participa, como mergulha no domínio obscuro e fecundo em que se elabora a consciência nacional. Portanto a cultura é algo que todos criam e que todos devem criar, com recursos que até agora estão sendo negados a maiorias.

Desde o primeiro número que assinala a revista Exu, nº1, nov/dez, 1987 – editada pela Fundação, com a característica de divulgação popular, se vem cuidando de dar  maior expressão aos diferentes aspecto da vida brasileira, seja dando ênfase as criações de caráter individual, seja as de natureza coletiva. A revista Exu como veículo dos mais diferenciadas manifestações culturais do povo brasileiro, procurando captar aquilo que lhe é peculiar, do erudito ao popular, do literário ao folclore, do regional ao nacional, como se evidencia do temário deste número, constitui o objetivo perseguido pelos que se incubem de sua publicação. Exu é uma das mais novas publicações regionais que está à altura graficamente e editorialmente de qualquer uma das revistas editadas no grande eixo, Rio/São Paulo e por isso nada deve a outras publicações culturais. Tem como objetivo levar a literatura ao encontro do grande público leitor brasileiro, do qual se acha divorciada por diversos motivos, entre os quais o alto custo das revistas convencionais.

Bimensal, com uma tiragem de cinco mil exemplares, a revista é destinada a divulgar, criar e promover a literatura baiana. Criada num momento especial das letras brasileiras em que várias revistas de qualidades procuram dar testemunho de um trabalho intelectual intenso e por vezes insólito, Exu cumpre depois de completar cinco anos (1987-1992) de existência, uma etapa de sua proposta, fase de trabalho criativo que vai desde a fixação de uma estrutura gráfica à seleção dos colaboradores, sua análise, sua fruição, sua diagramação, harmonia entre o texto e a imagem, impressão e acabamento. Ela chega num momento oportuno, numa época em que os jornais inexplicavelmente estão abolindo os seus suplementos culturais (ou já o fizeram há muito tempo). O número 25, jan/fev, sai com 28 páginas, trazendo poemas de Tereza Tenório, Ademir Assunção, Adão Ventura, Washington Queiroz, Anita Alebic, Rodrigues Garcia Lopes, Floriano Martins e Nélson de Oliveira; entrevista com Nélida Piñon; ensaios de Epitácio Pedreira de Cerqueira e Maria Eunice Santos Tabacoff; conto de Aninha Franco e pôster encarte do artista plástico Jader Resende; com texto do poeta Claudius Portugal (editor/coordenador da revista). Tudo isso dentro de um padrão moderno, muito bem diagramado, enfim um exemplo a ser seguido. Exu está aberta aos escritores baianos inéditos ou não, os interessados devem enviar seus originais para a fundação Casa de Jorge Amado, Largo do Pelourinho, 49/51, Salvador-Bahia, Cep. 40.025.

De uma coisa estamos certos, Exu continuará traçando este tecido vivo que é a cena cultural, tornando mais agudo este veículo de expressão, com um olho no texto e outro no movimento da sociedade, que cada número seja um momento em que a história fale, para que o escritor leve ao leitor não só os voos da sua imaginação, mas as razões das asas e a direção dos ventos. Segundo a poeta Myriam Fraga (1937- 2016), diretora da Fundação Casa de Jorge Amado, entidade responsável pela publicação da revista e da coleção de livros Casa de Palavras, com oito títulos editados, diz que a receptividade do público a que se destina, vem tendo plena aceitação, conforme se evidencia pelas correspondências recebidas e suas edições esgotadas rapidamente. Porque acreditamos que a história continua sendo a grande mestra da vida, nem que seja quando nos lembra de que não deve ser repetido e, sobretudo o que sobra, o que resta para ser assimilado. Neste sentido muito temos a aprender na leitura atenta dos escritores e na assimilação dos fatos que envolvem a luta de todos nós. (1)

  (1) PS: Fui o primeiro pesquisador da Fundação Casa de Jorge Amado, admitido em julho, 1989 e colaborador da revista Exu, nos números 9, 10, 15 e 24. A revista Exu circulou até o nº36, julho/setembro, 1997, 64p.

PELO TWITTER

www.twitter.com/AntonioSamarone O Governo Jackson Barreto deixou a Saúde no fundo poço. Ações improvisadas, gastos supérfluos,

 centralização, autoritarismo e desprezo pelos programas de saúde pública. Um orçamento bilionário despertando ambições.

www.twitter.com/marcusfam Que estar bem com sua família? Dê para eles, pelo menos, a metade de sua atenção que você deposita nas redes sociais...

www.twitter.com/Valadares_Filho Depois da autorização dada por JB para exonerar Almeida, esperamos que através das suspeitas colocadas hoje por Belivaldo, em relação aos pagamentos de fornecedores por ofício e os gastos no Taj Mahal pela SES, seja aberta urgentemente uma auditoria sobre a gestão de Almeida...

Cláudio Nunes no Face e no twitter:

https://www.facebook.com/blogclaudionunes/

http://www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“Uma desculpa é pior e mais terrível que uma mentira; pois uma desculpa é uma mentira disfarçada.” Alexander Pope.



VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
thaysa
11/05/2018 às 11:29
Sobre o Ícone da SMTT tem que prestar queixa: vandalismo nos pontos de ônibus. Ali na Heráclito Rolemberg no ponto que fica próximo a Casa Das Telhas também não podemos sentar no ponto porque esses cartazes de venda de veículo dificulta a visibilidade. temos que ficar em pé esperando os ônibus.

Cláudio Nunes

Desde maio de 2006, tem um blog no Portal Infonet. Atua no jornalismo de Sergipe há mais de 15 anos, passando pela Gazeta de Sergipe, Jornal da Manhã, Diário de Aracaju, TV Sergipe e Jornal do Dia. Radialista e jornalista, em dezembro de 2006 publicou o livro "Liberdade da Expressão".
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030