Voltou para jogar mais m... no ventilador
O empresário paulista Joesley Batista, um dos dois nomes...
19/06/2017  08:10


O empresário paulista Joesley Batista, um dos dois nomes por trás do frigorifico Friboy  - o outro é o irmão Wesley -  estava nos Estados Unidos desde o dia em que gravou o Presidente Temer e causou o maior inferno na vida brasileira. Voltou sem avisar os amigos, mas, mesmo assim, a Polícia Federal o recolheu para um depoimento esclarecedor de suas estrepolias. Depois ele concedeu um entrevista "exclusiva" à revista Época que deveria ser a jóia para sua coroa, porque ele acusa o Presidente Temer de tudo. São revelações estarrecedoras que repassa a corrupção no Brasil de modo contundente. Quem leu a entrevista que circulou com a revista desde o feriado de Corpo de Deus ficou deveras impressionado. Mas, o tiro de Joesley meio que saiu pela culatra. Nas redes sociais a entrevista teve repercussão fora do comum, com opiniões muito contraditórias. Tanto que Joesley viu-se obrigado a emitir uma nota na tentativa de desmentir o que tinha dito. Não colou: a revista veio a público para dizer que tinha tudo gravado e que iria processá-lo. A teoria da conspiração que surge nas redes sociais é que Joesley, ao gravar o Presidente Temer, estaria servindo ao seu antigo senhor, ou seja, o ex-Presidente Lula. Ganhou este espaço na Época porque os Marinhos – leia-se Rede Globo e companhia – estariam hoje propensos a puxar o tapete do apoio a Temer. Em suma, há uma guerra surda nos bastidores da Política brasileira que nós, simples eleitores, não conhecemos e talvez não nos chamem para tomar conhecimento de toda essa sujeira.  O Presidente parece não ter se incomodado muito com a entrevista, tanto que manteve sua visita oficial à Rúissia e a Noruega e por lá vai ficar por sete dias. Será que vão permitir que Joesley retorne aos Estados Unidos, escapando das leis brasileiras? Quanto a Época jamais imaginou vender tanta revista na vida...

Homenagem à família Prata

O Senador Eduardo Amorim certamente hoje não dormirá de felicidade. É que a Assembleia Legislativa faz sessão especial, as 5 da tarde desta 2ª feira, 19/6,homenagem à família Prata, fundadores do Hospital do Câncer de Barretos, São Paulo.  A sessão especial começa com a outorga da Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar ao dr. Ranulpho Hora Prata, o sergipano fundador da Academia Sergipana de Letras (in memoriam) e Dr. Paulo Prata, Fundador do Hospital de Câncer de Barretos, também in memoriam. Depois serão entregues os títulos de Cidadania Sergipana a Dra. Scylla Duarte Prata, uma das fundadoras do Hospital, e Henrique Duarte Prata, diretor geral do Hospital do Câncer de Barretos. Ranulpho Prata é um dos mais importantes intelectuais da vida sergipana, inclusive com livros publicados. O Senador Amorim é, como se sabe, o maior propagandista do Hospital de Barretos – e inspirado nele encostou o governo sergipano na parede para construir também um hospital do Câncer, em Aracaju. Se vai mantê-lo depois, isso é outra historia...

Por que reclamar a André?

Donos de estabelecimentos hoteleiros foram bater à porta do deputado federal André Moura – é o “homem do momento” no Estado – para reclamar da queda de ocupação de seus estabelecimentos por conta da não realização de festas (leia-se Forró Caju) no período junino. Por que então esses hoteleiros não promovem festas juninas à frente dos seus estabelecimentos?. Agora, me respondam só uma coisa: por que ir reclamar a André Moura? Qualquer hora dessas, o parlamentar, que é líder do governo Temer no Congresso, vai ser chamado para resolver problemas relacionados à festinha de bonecas que se realiza lá perto de minha casa...

Agradecimentos a Albano Franco

O Presidente da Federação das Academias de Letras Sergipanas, escritor Domingos Pascoal, encaminhou ao diretor presidente da TV Sergipe, Acadêmico Albano Franco, expediente em agradecimento á contribuição da emissora de televisão pela abertura do espaço em sua programação para divulgação da literatura sergipana. No documento, ele ressalta que “temos agora um veículo de comunicação que está vendo, interessando-se  e divulgando a arte de ler e escrever”, e destacou que ações como esta sensibilizam e estimulam os operadores da ideia escrita para que produzam e estimulem os jovens estudantes, que produzam também. A Federação é integrada por 25 academias que subscrevem a manifestação, entre elas, a Academia Sergipana de Letras. Aliás, o dr. Albano Franco cumpriu na semana que passou uma agenda internacional. Ele foi participar da 106º Conferência Internacional do Trabalho, órgão máximo de deliberação da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que debate e delibera as principais questões trabalhistas no mundo. Ele representou a Confederação Nacional da Indústria. De Sergipe, participaram os deputados federais Laércio Oliveira, representando a Federação do Comércio, e Valadares Filho, representando a Câmara dos Deputados. A 106º Conferência da OIT encerrou-se na última sexta-feira.

         ...e para encerrar...

Atuação – Apesar de tão jovem, o deputado Adelson Barreto Filho se caracteriza na Assembleia Legislativa por apresentar indicação de aniversários de padres e jornalistas, ou pedir “patrulhamento policial e ronda ostensiva” em pequenos municípios do Estado O último deles foi o município de Telha, cuja sede é destamanhozinho...



VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Ivan Valença

IVAN MACÊDO VALENÇA, 72 anos, começou a escrever para jornal aos 13 anos de idade, no Sergipe Jornal. A partir de 1958, aos 14 anos, praticamente profissionalizou-se, na Gazeta de Sergipe, como repórter. Em 1971 fundou, junto com o publicitário Nazário Pimentel, o “Jornal da Cidade”, inicialmente semanal, posteriormente diário, em “off-set”. Ultimamente vinha escrevendo colunas opinativas para o “Jornal da Cidade”.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030