Entremontes (AL): Bordados e história
Povoamento à beira do São Francisco e histórias do Cangaço
13/08/2015  09:47


Igreja e casarios multicoloridos. Foto: Silvio

Entremontes (AL) é um povoado localizado à beira do rio São Francisco, no município de Piranhas (AL). É lá onde um grande número de ribeirinhos tem as mãos como ferramentas para confeccionarem os tradicionais bordados alagoanos. Cidadezinha da Rota do Cangaço, Lampião viveu por lá e D. Pedro II a visitou.

O povoamento de Entremontes faz jus ao nome ao ser avistado entre montes à beira do rio São Francisco. As casinhas perfiladas e multicores, a igrejinha ao centro e muitas, mais muitas ribeirinhas sentadas à porta das casas com o ofício de das suas mãos manterem as tradições das avós: confeccionarem uma das mais bonitas rendas do interior de Alagoas, o redendê e o ponto de cruz.

O povoado pertencente ao município de Piranhas e faz parte da rota turística do Cangaço, que compreende também os municípios de Poço Redondo (SE), Canindé do São Francisco (SE) e Delmiro Golveia (AL).

Bordados e rendas alagoanos. Foto: Sílvio

O tempo parece que parou no povoamento por conta das coloniais casinhas e tranquilidade. O silencio tipo das pequenas cidades do interior nordestino é quebrado com o grito de Dona Zefa falando com a comadre. “Tem linha branca para me emprestar?”, pergunta. A resposta é imediata com a extensão das mãos entregando um carretel de linha. Em Entremontes todos se conhecem e cultivam a arte da extração do sustento do rio São Francisco e dos bordados.

Na porta das casas o oficio de cruzar a linha no pano é passado de geração em geração. Elas participam de uma associação de rendeiras e as rendas de Entremontes ganham o mundo. Nas próprias casas a sala principal é transformada em loja e os visitantes podem conhecer a diversidade das costuras, além de ver de perto como se fabricam as confecções.

Para chegar lá, a dica é partir da cidade de Piranhas (AL). O transporte mais utilizado é sem pestanejar o fluvial, realizado em canoas e lanchas do tipo gaiolas ou mesmo os catamarãs. A beira-rio os “lancheiros” negociam os passeios que podem ser integrado com outros pontos da Rota do Cangaço. O rodoviário também pode ser feito por estrada não pavimentada, o que não é tão interessante para quem vai a passeio.

Das mãos a arte. Foto: Sílvio Oliveira

Não deixe de conversar com os ribeirinhos sobre as histórias e contos da região. A cidade resguarda fatos históricos como a passagem do Imperador Dom Pedro II, que foi à Província de Alagoas para conhecer a cachoeira de Paulo Afonso e ao passar pelo lugarejo a bordo de um vapor teria perguntado, que lugar era aquele que ficava entre os montes. A partir da pergunta do Imperador, a vila de pescadores passou a se chamar Entremontes.

Verdades dos fatos à parte, vale a pena uma visita ao vilarejo típico do Baixo São Francisco. Cangaço, Lampião, D. Pedro II, Dona Zefa, pescadores e costureiras fazem parte do passeio. Só em ter a vista paradisíaca do São Francisco em embarcações confortáveis já vale à pena.

Dicas de viagem

  • Um fabuloso cânion com paredões vertiginosos e aproximadamente 60km de extensão. Vale à pena fazer o passeio de catamarã pelo Cânion do São Francisco, em Canindé do São Francisco (SE), partindo do atracadouro do restaurante Karrancas.

  • Rio São Francisco é diversão. Foto: Sílvio Oliveira

    Deve-se conhecer também a Grota do Angico, em Poço Redondo (SE), onde morreu Lampião. A partir da Eco Parque do Cangaço a trilha é feita com guia local que explica sobre a vida do Rei do Cangaço.

  • A cidade de Piranhas (AL) também é uma boa pedida para pernoitar e curtir a noite. A cidade se profissionaliza turisticamente e disponibiliza infraestrutura de hospedagem e restaurantes, além de pontos turísticos que contam a história de Lampião, da estrada de ferro do nordeste e dos sertanejos nordestinos. Secretaria de Turismo de Piranhas – (82) 3686-3013 / 1782.

  • Entremontes é um pequeno povoado de Piranhas. O passeio é feito para quem gosta de banho no São Francisco, bordados e histórias contadas por populares.

  • Partindo de Aracaju (SE) há diversos percursos, mas todos eles originam na BR 101. Pode-se ir pela BR 235, sentido Itabaiana/ Nossa Senhora da Glória/ Canindé (Rota do Sertão). Depois de Itabaiana, segue-se pela SE 414, SE 212, e por último SE 208. A estrada está totalmente recuperada.  Chegando em Canindé do São Francisco, pega-se a SE 208, atravessa a ponte da CHESF e chega à Alagoas. A estrada é sinalizada e se percorre somente 12 km até Piranhas.

Gastroterapia

Ensopado de surubim é um prato típico dos ribeirinhos do São Francisco. Foto:Sílvio Oliveira

Surubim ensopado no coco é uma boa pedida nos restaurantes da região de Canindé do São Francisco (SE) e Piranhas (AL). O peixe de água doce pescado no rio São Francisco e ícone da culinária da região do Baixo São Francisco e tem cada vez mais se tornado uma iguaria rara, por conta do desaparecimento da espécie. Há também o empanado de surubim, o surubim frito, que geralmente é servido com arroz branco, vinagrete, farofa d’água. Caso queira continuar provando da gastrô ribeirinha, a entrada pode ser uma boa pilombeta frita, também um tipo de peixe pescado no Velho Chico.

Na Bagagem

Festival da Lagosta de Maragogi (AL)

O Festival da Lagosta de Maragogi acontece no período de 2 a 27 de setembro e é um ótimo motivo para vivenciar os sabores da cidade do litoral norte de Alagoas, conhecida pelas famosas Galés, um dos cartões postais da região da Costa dos Corais. Os 12 participantes do Festival vão oferecer desconto 30 a 50% durante o evento que entra na 6ª edição, com apresentações culturais, exposição, venda de artesanato, degustação de petiscos e shows musicais.

Festival do Caranguejo em Aracaju (SE)

Em Aracaju, o caranguejo será a atração principal da primeira edição do festival, que acontece no período de 27 de agosto a 7 de setembro. Nos bares e restaurantes da cidade servirão pratos especiais com desconto, além de apresentações culturais e shows.

Galeria de arte em ruínas

A galeria de arte da orla da praia de Atalaia denominada de Ana Alves está em completo abandono. O local foi construído no governo João Alves para ser espaço de exposições e não foi à frente, hoje servido para abrigo de sem teto e consumidores de entorpecentes. Um ponto negativo para quem passa pelo principal cartão-postal de Aracaju.

Hotel Ibis no interior de Sergipe

Faz tempo que a rede Accor detentora da bandeira econômica de hotéis Ibis vem namorando cidades do interior de Sergipe. Itabaiana e Estância são as cidades mais contadas para receber o primeiro hotel da rede do interior. Em 2013 a notícia que a cidade serrana seria contemplada com a unidade hoteleira ganhou os jornais. Estância é a cidade mais contada por ter atraído nos últimos anos empresas para a região, necessitando de hospedagem no local, além das belezas naturais. Conta-se que as negociações com os governos municipal e estadual estão avançadas.

Parque da Cidade

O local necessita urgente de divulgação. O teleférico poderia ser bem mais aproveitado turisticamente, configurando-se como um chamariz para o mini-zoológico situado no bairro Industrial.

Leia mais: www.facebook.com.br/silviooliveira

Contato: silviooliveira@infonet.com.br



Marechal Deodoro (AL) – Primeira capital das Alagoas
Maceió (AL): mais que belas praias
Maceió (AL) – Renda-se ao artesanato alagoano
Maceió (AL) – Sombra e água fresca
VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Silvio Oliveira

Jornalista, especialista em Gestão da Comunicação e responsável pela fan page Tô no Mundo. Escreve sobre Turismo para o Portal Infonet desde 2009. Atuou em jornais, a exemplo do Correio de Sergipe e cadernos especiais do Cinform, além do Portal F5 News. Passou por Assessorias de Comunicação e Agências de Notícias do Governo de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Sergipe/ Projeto Mar de Sergipe e Alagoas e Prefeitura de Aracaju.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030