Carro Quebrado (AL): Mais que piscinas naturais
Roteiro de férias pela costa alagoana
10/09/2015  08:45


Mar ladeado por coqueirais. Foto: Sílvio

Considerada uma das praias mais belas do litoral alagoano, Carro Quebrado, localizada na Barra de Santo Antônio, litoral norte, é um encontro da tranquilidade com a rusticidade, aliado a água morna para banho. Carro Quebrado é um daqueles destinos que a vida na localidade parece ter parado no tempo. Somente poucas pessoas transitando na faixa de areia, barulho de mar e barraquinhas movéis que vendem apenas o básico para beber.

A dica para conhecer esse pedacinho de paraíso brasileiro é partir do Complexo Mar & Cia, local que disponibiliza boa infraestrutura de apoio para a saída e chegada dos passeios aos pontos turísticos da região de Paripueira (AL) e adjacências. Um ônibus tipo jardineira parte da localidade e percorre cerca de 8km até chegar ao município de Barra de Santo Antônio, mais especificamente no atracadouro do bar do Pituba, onde os visitantes embarcam em lanchas que comportam confortavelmente até 30 passageiros.

Maré baixa é aquário natural.

O roteiro inicia tranquilamente pelas águas nem tão cristalinas assim da praia da Barra de Santo Antônio até passar por barreiras de corais. A tonalidade já modifica para um esverdeado e, ao longe, já se avistam as falésias da estrelada praia de Carro Quebrada. São cerca de 20 minutos na embarcação com deslumbrante vista de coqueirais e de paredões de areia em tom amarronzado.

A infraestrutura ficou para trás e a rusticidade da paradisíaca praia dá às boas-vindas. Pescadores e habitués da praia vendem água e afins em rústicas cabanas, mas é somente isso. Carro Quebrado parou no tempo em 3km de praia preservada. Chamada antigamente de praia das Falésias, a faixa litorânea é cortada por paredões de areia multicor e, por vezes, por coqueirais. Na maré baixa, uma faixa de rochas fica emersa, configurando-se como aquário natural de peixes e outras espécies.

O passeio fica completo com a explicação do guia sobre o nome do local e sobre as famosas garrafinhas de areia feitas pelos nativos ali mesmo. São mais de 15 tipos de cores que variam nos tons amarronzados. As garrafinhas ganham status de souvenir com o nome personalizado do turista. Elas também podem virar presentes, mas os tipos de corais ou conchas retiradas predatoriamente do mar não devem ser comprados pelos turistas, configurando-se em crime ambiental.

Depois de mais de meia hora de contemplação e contato com a natureza, o retorno é feito entre recifes quando a embarcação para em um banco de areia de águas mornas e cristalinas. A parada é obrigatória e os turistas agradecem pelo SPA natural energizante e relaxante, como em outras praias estreladas do litoral norte de Alagoas, a exemplo de Maragogi.

Parada para o banho. SPA natural

Logo após o banho, a embarcação parte para mais uma etapa de contemplação da natureza. O passeio dura em média 2h30, quando o Senhor Pituba, proprietário do bar e restaurante que leva seu nome, aguarda os visitantes com os famosos bolinho de macaxeira de carne de sol, camarão ou até mesmo de lagosta. O passeio está completo. É pensar, planejar e seguir para o paraíso chamado Carro Quebrado.

Dicas de viagem

  • O passeio custa R$ 60 por pessoa. Fique atento que nem sempre há paradas da embarcação para o banho no retorno. Consulte a informações do roteiro do passeio antes de embarcar.

  • No próprio Mar & Cia há sistema de refeição self-service com buffet completo. Há também um serviço de praia com sombreiros e espreguiçadeiras.

  • Há passeios à praia de Carro Quebrado feitos de bugre, com preço de R$ 50 o guiamento. Uma outra alternativa é chegar até a praia de carro próprio por uma estradinha de barro em cima das falésias. O guia também cobra R$ 50 para levar o visitante até lá. Mas lembre-se, é proibida a circulação de carros na faixa litorânea.

  • Não compre corais e conchas. O comércio é crime ambiental previsto em lei.

  • O município de Barra de Santo Antônio fica a 37 km de Maceió e pode ser feito em sistema de bate-volta. Quem quiser também passar mais dias, em Paripueira ou no próprio Santo Antônio há boas opções para hospedagem. A praia fica distante mais de 305 km da capital sergipana.

Gastroterapia

Sabor contagiante.

O Bolinho de macaxeira de camarão do Seu Pituba, em Barra de Santo Antônio, virou referência de comidinha para quem faz o passeio ao Carro Quebrado. Feito com uma massa leve de macaxeira, o bolinho ganha uma capa crocante ao forno com recheio de molho com pedaços de camarão. E olhe que tem camarão inteiro. A pimenta é feita por Seu Pituba, e como ele é empreendedor nato, também pode ser adquirida como lembrança. O bolinho custa R$ 5 a unidade e a pimenta também.

Na Babagem

Mídia e ações compartilhadas

Uma das iniciativas que vem ganhando força no turismo do Nordeste brasileiro é o compartilhamento de mídia em conjunto, no que se refere ao turismo, bem como planejamento de ações e atividades entre dois ou mais estados. O exemplo é a Rota BR 101, que vem alicerçando divulgação de quatro estados nordestinos por onde passa a BR 101.

Sergipe e Bahia

Os governos de Sergipe e Bahia realizam reuniões para discutir a criação  de cooperativas de trabalho envolvendo os atores do turismo na região da divisa BA/SE. As sedes dessas cooperativas serão em Mangue Seco (BA) e outra na Praia do Saco (SE). Desse modo, os dois governos, de maneira integrada, pretendem consolidar efetivamente o turismo como fonte geradora de emprego e renda, através de uma maior permanência do turista nessas regiões.

Festival do Turismo de João Pessoa

A quinta edição do festival acontecerá nos dias 16 e 17 de outubro, no Centro de Convenções da capital paraibana, cujo objetivo é reunir hoteleiros, agências de viagem, setor público e operadora, consolidando bons negócios durante os dois dias de evento.

Melhoria dos aeroportos

É incontestável a melhoria por qual vem passando a infraestrutura aeroportuária do Brasil. As ampliações e reformas sofridas por conta da Copa do Mundo foi um legado positivo, quando se fala em mais comodidade, acessibilidade, tecnologia e funcionalidade. A locomoção feita dos aeroportos para os centros das cidades e regiões onde se concentram os principais hotéis também sofreu mudanças para melhor.

Cidade Olímpica X subida de preços

Quem visitar o Rio de Janeiro até junho de 2016 verá que a cidade passa por uma tranformação urbanítica no centro e melhorias dos aparelhos turísticos em todas as regiões. Em compensação, os preços de serviços e alimentos estão sendo praticados a peso de subida do dólar. A cervejinha custa, em média R$ 10, a garrafinha de água, R$ 5, e o aluguel de cadeiras na praia de Copacapaba está custando, em média, R$ 20.

Saiba mais: www.facebook.com.br/tonomundo

Contato: silviooliveira@infonet.com.br



Praia do Francês (AL) – Vista do alto
Maragogi (AL): Prendendo pelo paladar
Maragogi (AL): Sombra e água fresca
Marechal Deodoro (AL) – Primeira capital das Alagoas
Maceió (AL): mais que belas praias
VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Silvio Oliveira

Jornalista, especialista em Gestão da Comunicação e responsável pela fan page Tô no Mundo. Escreve sobre Turismo para o Portal Infonet desde 2009. Atuou em jornais, a exemplo do Correio de Sergipe e cadernos especiais do Cinform, além do Portal F5 News. Passou por Assessorias de Comunicação e Agências de Notícias do Governo de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Sergipe/ Projeto Mar de Sergipe e Alagoas e Prefeitura de Aracaju.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030