Dez motivos para vivenciar Maceió em seus 200 anos
Apaixone-se pela capital alagoana
10/12/2015  07:31


Praia de Jatiuca

A capital alagoana completa 200 anos e o Tô no Mundo traz o porquê da cidade atrair cada vez mais visitantes durante todo o ano. O binômio “sol e praia” é o que mais atrai para o denominado Caribe Brasileiro, mas cada vez mais Maceió se revela como um polo gastronômico com estrelados restaurantes e uma vida noturna diversificada. Os prédios históricos da época do Brasil colonial conta história dos marechais e da época áurea da cana de açúcar. Maceió se prepara para mais uma temporada de verão.

Vista da praia de Ponta Verde

Praia de Ponta Verde

É a praia urbana mais badalada da cidade. Fica entre as estreladas Jatiucá e Pajuçara. Ponta Verde revela uma bela vista da cidade ao entardecer ou até mesmo durante do dia. É nesta praia onde ficam as barracas ‘pé na areia’ bem frequentadas, a exemplo da Kanoas e da Lopana. A praia é sugestiva para banho com suas águas esverdeadas e convite para um passeio de jangada ou prática de esportes náuticos. Vivenciar Ponta Verde é conhecer o cotidiano de parte da aristocracia alagoana, aliada a bons passeios pelos pontos turísticos.

Manifestações culturais

Bumba meu boi é uma das tradições

Maceió preserva danças populares que unem caráter lúdico com religioso e até mesmo histórico, como os reisados, guerreiros, marujadas, pastoris, baianas e cavalhadas, além das quadrilhas juninas e danças afros. Na alta temporada do turismo, palcos são montados no percurso da orla da cidade e há apresentações culturais se reversando. Em Alagoas são mais de 20 tipos de folguendos, sendo considerado um dos estados que mais mantém as tradições folclóricas.

Vista do Farol

O bairro Farol não é tão visitado por turistas, mas cada vez mais ganha o gosto de quem visita a capital alagoana. Há um espaço gourmet com bons restaurantes e uma bela vista da cidade e, por ficar na parte alta, os mirantes de Santa Terezinha e de São Gonçalo disponibilizam também uma visão privilegiada do centro e da região litorânea. Vale a pena descobrir o Farol.

Vista do mirante de Santa Terezinha

Centro histórico do Jaraguá

Por muito tempo o bairro foi o xodó da noite alagoana com casarões preservados que deram espaço para bares, restaurantes e boates. O bairro perdeu destaque, mas os prédios históricos preservados continuam atraindo visitantes que gostam de clicar a história do país. Dê destaque a região do imponente prédio da Associação Comercial de Alagoas, com a praça dos Leões.

Pontal da Barra

No Núcleo Artesanal do Pontal da Barra, às margens da lagoa Mundaú, as rendeiras apresentam trabalhos em filé (considerado de origem alagoana), labirinto (crivo), redendê (em ponto cruz) e renda de bilro; arte passada de geração a geração. Em um dos ateliês, o proprietário mescla a arte alagoana com a mineira com peças destaque para decoração.

Rendas no Pontal da Barra

Passeio de jangada

Das lagoas as praias, Maceió é a terra das águas. Quem a visita não pode deixar de fazer um passeio de jangada até as piscinas naturais quando a maré estiver num nível bom para mergulho. Os tipos de peixes coloridos nadando entre recifes e corais viram cartões-postais nas máquinas de turistas de todo o mundo. Pense se vale a pena fazer passeios como o denominado das Sete Ilhas. A paisagem se repete e o guiamento é feito para determinados restaurantes que podem não ser tão bom quanto ao custo/benefício.

Restaurantes para todos os gostos

Bons restaurantes

Maceió cada vez mais atrai o turista que gosta da boa gastronomia. Da culinária peruana aos bons e tradicionais pratos mineiros, a cidade se debruça em ateliês gastronômicos, festivais de frutos do mar e sofisticados menus preparados por estrelados chefes. Do tradicional caldinho de massunim e camarão chiclete aos estrelados cortes de carnes com ingredientes internacionais, preparados com a mais alta gastronomia experimental, Maceió se revela com todos os gostos.

Praça dos três poderes

Centro de Maceió

É o burburinho do centro da cidade onde concentram os prédios da catedral metropolitana, o palácio dos Martírios, o imponente prédio do Instituto de Olhos de Alagoas, entre vários outros casarões preservados. O cuidado com a segurança deve ser dobrado, mas compensa com um conjunto arquitetônico, desenhado nos tempos áureos dos marechais, usineiros e escravos.

Pontos turísticos perto da capital

Maceió é uma das capitais que permite visita outros pontos turísticos do estado em sistema de bate-volta, a exemplo da histórica Marechal Deodoro, da foz do rio São Francisco com a cidade de Penedo, além de roteiros pelas praias do litoral Norte, com a boa infraestrutura de restaurantes receptivos, como o Hibiscus, na praia de Ipioca. É recomendado um passeio pela Barra de Santo Antônio e Paripueira com a praia de Carro Quebrado.

Praia do Francês vista do hotel Ponta Verde, bem pertinho de Maceió

Festival de Verão

No mês de janeiro a cidade é uma festa. A programação de eventos inicia no réveillon, quando acontecem festas particulares estreladas com cantores nacionais. Durante todo o mês de férias, os bares da cidade promovem eventos e na orla que compreende Pajuçara e Ponta Verde há também programações culturais. Mas é no espaço de eventos do Jaraguá que acontece o Maceió Verão com atrações regionais e nomes consagrados e confirmados para 2016, a exemplo de Ney Matogrosso e Daniela Mercury.

Contato: silviooliveira@infonet.com.br

Curta: www.facebook.com.br/tonomundo



Marechal Deodoro (AL): Patrimônio aos olhos do público
Carro Quebrado (AL): Mais que piscinas naturais
Praia do Francês (AL) – Vista do alto
Maragogi (AL): Prendendo pelo paladar
Maragogi (AL): Sombra e água fresca
Entremontes (AL): Bordados e história
Marechal Deodoro (AL) – Primeira capital das Alagoas
Maceió (AL): mais que belas praias
Porto Real do Colégio (AL) - Índios e jesuítas
Maceió (AL) – Renda-se ao artesanato alagoano
Piranhas (AL) - Cenário de beleza no sertão
Maceió (AL) – Sombra e água fresca
VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Silvio Oliveira

Jornalista, especialista em Gestão da Comunicação e responsável pela fan page Tô no Mundo. Escreve sobre Turismo para o Portal Infonet desde 2009. Atuou em jornais, a exemplo do Correio de Sergipe e cadernos especiais do Cinform, além do Portal F5 News. Passou por Assessorias de Comunicação e Agências de Notícias do Governo de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Sergipe/ Projeto Mar de Sergipe e Alagoas e Prefeitura de Aracaju.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030