Praia das Conchas (AL): paraíso entre lagoa, rio e mar
Barra de São Miguel e seus encantos
04/02/2016  07:27


Litoral encantador

Na maré baixa uma extensa faixa de areia dá passagem para que o turista transite entre restinga de mangue, piscinas naturais e ilhotas de águas claras e calmas. A praia das Conchas, localizada na sede municipal de Barra de São Miguel, a poucos 33km de Maceió, é um pedacinho do paraíso alagoana do litoral sul, entrecortado pela lagoa do Retiro e a foz do rio São Miguel.

Não é por um acaso que a Barra de São Miguel reinou absoluta entre os turistas nos idos de 90, quando endinheirados encontraram no município seu refúgio. Outras localidades ganharam nomes e infraestrutura, a exemplo da praia do Niquim (mais urbana), e mais recentemente a pequena faixa litorânea que fica em meio aos atracadouros e píeres no encontro da lagoa do Retiro com o mar.

A praia das Conchas é a vedete deste post não por acaso. Localidade de encanto sem igual, é lá onde o turista pode percorrer centenas de passos até chegar as ilhotas que durante o dia aportam bares flutuantes, onde servem o mínimo de conforto para um bom dia de lazer numa uníssona composição entre agua de mar, sol e bebida gelada.

Ilhotas na maré baixa

É só imaginar que um pedacinho do paraíso está ali. De um lado, as águas cristalinas onde se veem ao longe a famosa praia do Gunga e a enxurrada de visitantes.  Do lado direito, partem hora a hora embarcações para fazer os passeios na lagoa e atravessar para a vizinha famosa. Do lado esquerdo, a tranquilidade da faixa de areia na maré baixa, que possibilita levar os aventureiros até as praias mais urbanas.

As águas mais escuras do rio São Miguel também encontram com o mar pertinho dali, proporcionando um belo espetáculo natural. E assim a praia da Concha vai se modelando como um destino a ser curtido.

Para quem não quer relaxar nas águas esverdeadas e calmas dos bancos de areia, o mar é um convite para o stand up pudle, jet sky ou até mesmo um passeio de iate ou de bugres. Caso o turista queira se aventurar, um roteiro de ultraleve é bem-vindo, tanto como curtição do embarque sobre às aguas, como ver a região de cima.

Rio São Miguel e o mar

Massonim - A praia da Concha não foi  nominada assim por um acaso. Há uma presença abundante de conchas de massunim, enterradas nos braços de areia da praia. É só dar uma catada que a natureza mostra generosa, disponibilizando a mão o crustáceo bem típico do litoral alagoano.

A praia é uma bom local para se ter momentos de contemplação, de relaxamento em família, pois crianças são bem-vindas por conta da extensa faixa de águas rasas que propícia o banho e prática de esportes náuticos.

E já que o dia o mar está para peixe, ou seja, o mangue está para massunim, que tal parar em uma das poucas barraquinhas à beira-mar e pedir um caldinho do crustáceo? A paisagem da região cada vez mais vai ganhando ar de balneário de veraneio com a construção de casas e pousadas.

Lagoa do Roteiro

Enquanto não acontece, aproveite o dia em contato com a natureza e por conta dos bons passeios. Pertinho dali ficam os bons hotéis e pousadas do bairro do Niquim, também na Barra de São Miguel.

Dias de viagem

  • A praia das Conchas é o nome concedido a uma das praias do município da Barra de São Miguel, urbana mas bela por sua natureza ainda preservada. Caso fique hospedado na região, prefira o bairro do Niquim, com infraestrutura melhor de hospedagem e de bares e restaurantes.

  • O passeio a Barra de São Miguel fica a poucos 34km de Maceió e pode ser feito também em sistema bate-volta, caso não queria se hospedar na localidade. A dica é planejar o que quer fazer, haja vista que o dia na praia da Concha também pode ser articulado com a praia do Gunga.

  • Lagoa do Roteiro

    O Gunga recebe uma grande quantidade de visitantes por dia, o que acarreta em problemas com serviços e preços exorbitantes cobrados por eles. A dica é planejar para ir até lá durante a semana.

  • Fora do circuito à beira-mar (leia-se restaurantes pé na areia), o turista irá encontrar bons locais para almoço e petiscar, a exemplo do polo gastronômico da Massagueira, já próximo de Maceió, ou em restaurantes e bares próximos da lagoa do Retiro.


Gastroterapia

Caldo de massonim no molho do coco verde

O massonim é um crustáceo extraído de locais da areia, em locais de mangues, primo do sururu e até mesmo parecido com a outra. Encontrado em abundancia no litoral de Alagoas, o massonim é extraído e catado. Dele fazem-se gostosuras, geralmente ensopado no leite de coco. Nos diversos bares e restaurantes do litoral o caldinho de massunim, o ensopado, a muqueca, o arroz de massonim e até mesmo alguns pratos derivados da culinária internacional ganham ares gourmet.


Na Bagagem

Sergipe bem na fita

Há quem aposte que Sergipe é a bola da vez no turismo, com a estagnação do setor no Rio Grande do Norte e no Ceará, principalmente, entre as agências de turismo do Nordeste. A posta no turismo rodoviário tem atraído cada vez mais brasileiros, querendo conhecer o Brasil. Somente do Recife, dois ônibus da RVL Turismo aportarão em Aracaju no período do carnaval.

Carnaval de Aracaju (SE)

A capital sergipana tem demostrando que sabe fazer um bom carnaval de rua e atraia muita gente para os blocos pré-carnavalescos. Os blocos Tiquim de Botequim, da Odonto, o do Ernesto e o percussivo Burundanga cada vez mais tende a crescer. Ponto positivo.

Inácio Barbosa é o polo da folia

Não é de agora que o bairro Inácio Barbosa tem atraído os olhares dos notívagos na noite aracajuana. O bairro tem bons restaurantes e bares e por lá circulou os melhores bloquinhos.

Rasgando a tristeza e enchendo o bloco de alegria

O carnaval cultural do Rasgadinho comprova que Aracaju poderá ser um polo multicultural de alegria. Não se deve competir com  estrelados destinos, a exemplo de Salvador e Recife, mas fazer um evento diferencial com o brilho local que só os sergipanos tem, a exemplo do profissionalismo e da organização.

Mosqueiro e orla pôr do sol

É a região onde o turismo mais se profissionalizou em Sergipe nos últimos tempos. O roteiro ganhou horário fixo de saídas de embarcações, infraestrutura para receber com o mínimo de conforto nas ilhotas. Resta aperfeiçoar cada vez mais o conforto, afinal o turista que se sentir bem.

Contato: silviooliveira@infonet.com.br

Siga-nos: www.facebook.com.br/tonomundo



Marechal Deodoro (AL): Patrimônio aos olhos do público
Carro Quebrado (AL): Mais que piscinas naturais
Praia do Francês (AL) – Vista do alto
Maragogi (AL): Prendendo pelo paladar
Maragogi (AL): Sombra e água fresca
Entremontes (AL): Bordados e história
Marechal Deodoro (AL) – Primeira capital das Alagoas
Maceió (AL): mais que belas praias
Porto Real do Colégio (AL) - Índios e jesuítas
Maceió (AL) – Renda-se ao artesanato alagoano
Piranhas (AL) - Cenário de beleza no sertão
Maceió (AL) – Sombra e água fresca
VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Silvio Oliveira

Jornalista, especialista em Gestão da Comunicação e responsável pela fan page Tô no Mundo. Escreve sobre Turismo para o Portal Infonet desde 2009. Atuou em jornais, a exemplo do Correio de Sergipe e cadernos especiais do Cinform, além do Portal F5 News. Passou por Assessorias de Comunicação e Agências de Notícias do Governo de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Sergipe/ Projeto Mar de Sergipe e Alagoas e Prefeitura de Aracaju.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030