Praia do Gunga (AL) vista de cima
Sensação de liberdade do alto
27/03/2016  12:40


Helicóptero sobrevoa falésias

Que a praia do Gunga, localizada a poucos 33km de Maceió (AL), é uma das mais belas praias do país não há o que contestar. Imagina vista de cima? O voo panorâmico de helicóptero parte de uma base na própria areia da praia e percorre a belíssima faixa de falésias do litoral alagoano. A lagoa do Retiro quando encontra o mar também é uma das atrações do passeio.

O roteiro começa ainda em solo ao visitar o chamado mirante da praia do Gunga, à beira da AL 101. A vista dos coqueirais e dos canaviais em contraste com o verde do mar alagoano enche os olhos e convida a conhecer bem mais o local.

A dica é contemplar, primeiramente, a vista do mirante sem pressa. Depois é seguir por uma estrada em uma fazenda particular até um grande estacionamento, pertinho dos restaurantes e bares da praia.

A aventura só está começando. Vá até a base de voo ali pertinho e receba as boas-vindas do piloto, junto com as primeiras instruções, quando é solicitado que entre na aeronave e coloque o fone de ouvido. A audição diminuiu, mas o visual será compensado com uma das vistas mais bonitas do litoral brasileiro.

Há duas opções de passeio: sobrevoar a Barra de São Miguel e a lagoa do Roteiro ou conhecer as falésias do lado direito da praia. A segunda opção é a mais procurada. O helicóptero parte e as primeiras sensações são sentidas como a de liberdade.

A região é cortada por paredões com areia de uma palheta degradé que varia entre o marrom e o avermelhado, contrastando com o belo azul do litoral alagoano.

O Gunga está localizado no município de Roteiro, a 36 km ao sul de Maceió, capital do estado de Alagoas. A praia fica entre duas bifurcações de areia que dão a impressão de formar pequenas e aconchegantes praias, tornando o lugar ainda mais paradisíaco.

Ponta do Gunga tem concentração de banhistas

A ponta esquerda fica a Barra de São Miguel, onde há o encontro do mar com as águas quentes da lagoa do Roteiro. É o ponto mais movimentado da região, onde se concentram embarcações que são alugadas para passeios, a exemplo de jet ski, pranchas para sup e lanchas. Há também uma concentração de barracas de praias que servem desde petiscos à almoços.

Do lado direito fica as falésias, rochas íngremes esculpidas pela natureza, de areia colorida. Caso não queira vê-las de cima, o acesso a elas pode ser feita também de buggy ou fazer uma longa caminha pela praia quase deserta. Como se trata de uma propriedade particular, a praia tem cercas de proteção entre os coqueiros que costeiam toda a sua extensão, mas nem elas são capazes de tirar a beleza do lugar.

Dicas de viagem

  • Lagoa do Roteiro e coqueirais

    Saindo de Maceió, basta pegar a AL-101 até a Barra de São Miguel. O motorista precisa escolher se fará a travessia de barco na cidade ou se vai optar pela estrada que leva até a entrada da fazenda de cocos. Há placas sinalizando os dois caminhos.A primeira é pelo porto de Barra de São Miguel, onde é possível pegar embarcações, como lanchas ou escunas, que levam à praia. A travessia leva em torno de 20 minutos e custa R$ 40 com o passeio pela lagoa.

  • Para quem opta em ir de lancha, há dois outros tipos de passeios oferecidos e ambos saem às 8h. O primeiro inclui uma parada no aquário natural, piscinas formadas pelos arrecifes de corais que se encontram ao longo de toda a costa da Barra de São Miguel, e ancoragem nas croas, grandes bancos de areias que se formam na foz da Lagoa do Roteiro.

  • O segundo passeio também inclui os aquários naturais, depois passa pelos manguezais, localizado na Ilha de Três Corações, e em seguida nas falésias de areias coloridas, para depois desembarcar no Gunga. Em ambos os roteiros, o turista pode escolher o horário de retorno para a Barra, mas não pode ultrapassar às 17h.

  • Há também a possibilidade de ir de carro e passar pela entrada da fazenda de cocos e atravessar a propriedade gratuitamente. Para entrar, basta se identificar e respeitar os pedidos de preservação do local. Há um estacionamento que cobra R$ 10 por carro de passeio.

  • Os turistas que desejam visitar a praia devem se hospedar em Barra de São Miguel ou no Francês. Há também passeios bate-volta de Maceió. Há diversas opções de restaurantes e bares para quem estiver à noite pela cidade, além de hotéis e pousadas para todos os gostos e bolsos.

  • Vizinho a Barra de São Miguel fica o município de Marechal Deodoro, onde está localizada a também badalada praia do Francês. Para quem gosta de cidade histórica, não deixe de conhecer a sede municipal com visita ao complexo dos Franciscanos.

  • O passeio de helicóptero custa R$ 240 por pessoa e dura em média 20 min. Negocie com o próprio piloto quantas pessoas e o valor.

  • Os preços praticados nos bares e restaurantes da praia do Gunga não condizem com a qualidade dos pratos oferecidos. O serviço também deixa a desejar por conta da grande frequência, principalmente nos finais de semana

  • A dica é deixar para petiscar ou almoçar em restaurantes fora da praia. Há um agradável sítio com restaurante à beira da lagoa do Roteiro, do lado direito da ponte em direção à Barra de São Miguel.

Gastroterapia

Siri de coral

Sem sombra de dúvidas os pratos à base dos frutos do mar são os protagonistas dos bares e restaurantes na região. Prove do caldinho de massunim, um crustáceo que vivi enterrado no mangue e catado artesanalmente principalmente por mulheres da região. O caldo é servido com bastante cheiro verde e leite de coco. A fritada de file de siri também é um dos pratos bem servidos da localidade. O caldinho de siri e o siri de coral também são boas pedidas para quem quer apenas petiscar.

Na Bagagem

Divulgação de Aracaju

Ponto positivo para a Diretoria de Turismo de Aracaju que está com um bom projeto de divulgação da capital sergipana nas principais mídias do país. O programa do Faustão, a Tô de Folga, ambos da Rede Globo, alguns programas da TV Record, e principais revistas de turismo são alguns dos canais com o público.

Sabrina Sato divide opiniões

Para alguns, foi um ponto positivo mostrar Aracaju em rede nacional, em matéria veiculada no programa da Sabrina Sato. para outros, a matéria faltou produção é pessoas bizarras, histórias que não acrescentam em nada para o turismo não deveria ser mostrado e só aumenta os estereótipos pejorativos dos nordestinos.  O que há de questionar é o valor pago a artista e sua produção para estar em Sergipe com o dinheiro público e ainda levar uma imagem não tão boa de Sergipe.

Retorno de voos para Sergipe

O secretário de Estado do Turismo, Adilson Júnior, reuniu-se com o diretor da controladoria da Avianca, Ricardo Varotto, em São Paulo, com o intuito de permanecer o voo Aracaju – Guarulhos (SP), que deixaria de operar a partir de 25 de março. Também está em análise o retorno do voo Aracaju – Rio de Janeiro (Santos Dumont).

Mudanças de voos para Salvador

As empresas TAM e GOL não operaram mais com voos diretos para a capital baiana. Ou os sergipanos e turistas em Aracaju se contetam com o único horário da empresa Avianca ou terão que ir primeiramente para São Paulo e Rio de Janeiro para depois desembarcar em Salvador.

Expedição Sergipe e Bahia

Salvador (BA) é a primeira cidade a receber a caravana turística de divulgação de Sergipe denominada de “Expedição Sergipe”, no período de 31 de março a 03 de abril. A ação promovida pelo Governo do Estado,visa promover o destino, já que a Bahia é o principal emissor de turistas para Sergipe, representando algo em torno de 50% de todo o movimento do turismo interno sergipano.

Poço Redondo, orla e cangaço

O município de Poço Redondo (SE) deverá ganhar uma orla à beira-rio. A melhoria da infraestrutura turística local deverá acontecer no povoado Curralinho, que é uma das portas de entrada para a Grota de Angico, local onde morreu Lampião e nove integrantes de seu bando e, consequentemente, de grande valor histórico para Sergipe, já que integra a Trilha do Cangaço.

Contato: silviooliveira@infonet.com.br

Siga: www.facebook.com.br/tonomundo



Praia das Conchas (AL): paraíso entre lagoa, rio e mar
Marechal Deodoro (AL): Patrimônio aos olhos do público
Carro Quebrado (AL): Mais que piscinas naturais
Praia do Francês (AL) – Vista do alto
Maragogi (AL): Prendendo pelo paladar
Maragogi (AL): Sombra e água fresca
Entremontes (AL): Bordados e história
Marechal Deodoro (AL) – Primeira capital das Alagoas
Maceió (AL): mais que belas praias
Porto Real do Colégio (AL) - Índios e jesuítas
Maceió (AL) – Renda-se ao artesanato alagoano
Piranhas (AL) - Cenário de beleza no sertão
Maceió (AL) – Sombra e água fresca
VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Alex Sandes
29/03/2016 às 09:26
Quanto será que custou aos cofres públicos a vinda da Sabrina Sato? Será que a publicidade foi mesmo compensatória e repercutiu bem para Aracaju? Acredito que a imagem de Aracaju no programa como o do Faustão ou em outros programas é bem mais satisfatório, do que passar em rede nacional bizarrices.

Silvio Oliveira

Jornalista, especialista em Gestão da Comunicação e responsável pela fan page Tô no Mundo. Escreve sobre Turismo para o Portal Infonet desde 2009. Atuou em jornais, a exemplo do Correio de Sergipe e cadernos especiais do Cinform, além do Portal F5 News. Passou por Assessorias de Comunicação e Agências de Notícias do Governo de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Sergipe/ Projeto Mar de Sergipe e Alagoas e Prefeitura de Aracaju.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030