Riacho Doce (AL): Beleza e gastronomia à beira-mar
Divininha e Arrí pertinho do mar
02/06/2016  07:19


Mar azul é palco para boa gastronomia

Foi-se o tempo que restaurante à beira-mar tinha nome de barraca e servia o trivial preparado à base de peixe frito. No distrito de Riacho Doce (AL), praia localizada a poucos 30 minutos de carro do Centro de Maceió (AL), duas conceituadas cozinhas se uniram em um lugar aconchegante por um especial objetivo: disponibilizar o bom da gastronomia em ambiente de praia, mas sem perder a qualidade e o sabor. A filial do Divina Gula e do Arrí Forneria é o Divinha/ Arrí Praia, no Espaço Malibu.

Imaginou a boa gastronomia desfrutada em um ambiente aconchegante, com vista para o mar esverdeado de Riacho Doce? Pense em degustar uma boa cerveja artesanal ouvindo o barulhinho do mar, apreciando um bom preparado mineiro ou um prato com uma pitada peruana? É bem possível a um bom custo/benefício no Litoral Norte de Alagoas.

Ceviche

A bela praia do Riacho Doce inspirou o escritor José Lins do Rego a escrever o romance de mistérios, traições e de uma grande paixão. Um casal de suecos chega a Alagoas e a loura Edna se extasia com a força tropical do país que ela descobre. Apaixona-se por um mestiço nordestino, Nô, uma das figuras mais empolgantes de toda a rica ficção do autor do livro Riacho Doce.

O paraíso tropicou também inspirou o chef André Generoso e sua esposa, Cláudia Mortimer, a lá instalarem o Divininha. Dos quase 30 anos de experiência do Divina Gula, os sabores mineiros estão presentes no cardápio.

Atolado de carne de sol, pastel de camurim, carne de sol tradição e linguiça caseira com macaxeira frita são alguns dos petiscos que poderão ser degustados com uma cerveja bem gelada. Dentre os pratos da terra, destacam-se no cardápio o frango caipira com quiabo, leitão à pururuca, tutu à mineira e frango ao molho pardo. Peixe grelhado ao molho de camarão, arroz de polvo e peixe grelhado com uvas e legumes são algumas das opções dos pratos feitos com frutos do mar.

Lombinho suíno de panela

O salmão foi deixado de lado e preferido a cioba, um peixe com tons avermelhados e alaranjados, carne branca e macia. Esse peixe do mar é uma das estrelas do restaurante Divininha é também uma das estrelas do Divininha.

A cioba chega à mesa recheada com farofa de vinagrete, elegantemente, numa folha de bananeira. O peixe é tratado que nem rei, vem escoltado de arroz com fios de coco queimado e purê de banana. Detalhe: a cioba chega do barco direto para cozinha. E no Divininha, o tradicional caldinho de feijão é sempre um bom começo na praia.

Arrí Praia - O toque peruano vem do chef baiano Guilherme Jordão, o Guiga, que mistura o cardápio do Arrí Forneria com uma generosa pitada de bom atendimento no Praia.

Salteña

O nome vem da palavra ají, uma pimenta típica em toda América Latina. Dai o temperado molho que acompanha uma das celebridades da casa: as salteñas de carne.

As salteñass são uma espécie de pastel de forno (conhecida na Argentina e no Uruguai como Empanadas), que levam um recheio de carne levemente adocicado, com tempero típico boliviano feito com carne moída de patinho, especiarias, azeitonas, uva passa e canela.

O ceviche é um outro prato bem pedido da casa, com frutos do mar flambados no limão que acompanham o famoso molhinho de pimenta ají, milho verde e lascas de batata doce, combinação perfeita para quem quer um prato suave, mas com gosto apurado cítrico.

Picadinho de Sirigado

O lobinho suíno de panela acompanhado de farofa de panko, uma farofinha preparada com farinha do pão oriental, que a difere da tradicional por ser mais flocada e mais crocante, tipo uma farinha de rosca para empanados, combina perfeitamente com o desfiado do lombinho.  O salpicado de alho desidratado por cima da carne dá um gostinho especial.  A iguaria é servida com pão sírio.

“Oh, lá em casa” – Como prato principal, a dica é percorrer o cardápio e ir até o Picadinho de Sirigado Saudade do Lá em Casa”. A combinação é uma homenagem de André Generoso (Divininha) ao chef paraense Paulo Martins, primeiro chef a referenciar as belezas da Amazônia para todo o mundo e que tinha uma casa em Belém do Pará chamada de “Lá em Casa”.

O peixe desfiado, temperado no sal, é servido com arroz de brócolis, farofa de cenoura e banana da terra. O doce sabor casa perfeitamente com o gosto do pescado, bem apreciado na culinária alagoana.

Detalhes do Divinha

Difícil será escolher entre o cardápio com pitada mineira do Divininha ou as delicias do Arrí. Para acompanhar as delícias, não deixe de pedir uma rosca ou os suquinhos do cardápio da casa para acompanhar.

A carta de cervejas, a maioria delas não está no cardápio, mas está bem a vista dos clientes, em geladeiras de portas transparentes dentro do restaurante, variam da Budwiser (americana), da Norteña (uruguaia), Stella Artois (belga) e as nacionais Eisenbahn, Brahma, Skol e Devassa.
Para quem quer algo mais “quente”, a casa está bem munida de cachaça mineira Divina, envelhecida em barris de carvalho ou as famosas roscas de frutas vermelhas, acerola, pitanga e pimenta biquinho, contando também com a de tangerina com maracujá, limão verde com laranja e orégano, jabuticaba com acerola, manga com kiwi.

Divinas Roscas

Depois de apreciar a boa mesa, a segunda dica é deixar o tempo passar e relaxar com o verde das águas do mar de Riacho Doce. Relaxar no balançar das jangadas vindas do mar com fartura de peixe. É só pedir o cardápio e se deliciar com a sobremesa que estará por ser servida.

Dicas de viagem

  • Partindo de Maceió no sentido shopping Park, o Divininha/ Arrí Praia fica na rodovia AL 101 Norte, em um terreno chamado Espaço Malibu, nº 6050, localizado entre o bar Lua Cheia e o restaurante Santorégano;

  • Funciona de quinta a domingo, das 9h às 17h. As reservas podem ser feitas pelos números (82) 99820-0011 e (82) 99983-0421. Mais informações pelo e-mail faleconosco@divinagula.com.br;

  • Detalhes
    Detalhes

    Só para entender melhor: o cardápio do Arrí Praia é mais para petiscos e, no Divininha, mais para almoços. Os dois se completam e dão mais sabor à bela praia de Riacho Doce. Mas os cardápios podem ser solicitados nos dois, porque são parceiros;

  • Os preços do Arri Praia variam de R$ 5,50 até 48,00. Os valores dos pratos do Divininha estão entre R$ 6,50 até 96,00 (prato para três pessoas).

Hospedagem – Jatiúca Hotel & Resort

Jatiúca Hotel & Resort

Para completar a boa estadia em terras alagoanas, una a gastronomia do Divininha/ Arri Praia com a hospedagem do Jatiúca Hotel & Resort.
O conforte, o bom atendimento dos funcionários e a conservação da estrutura são pontos positivos. A decoração perfeita agrada o olhar mais atento, aliada ao contato com a natureza. O café da manhã é um manjar dos deuses, com sortimentos de frutas frescas, salada de fruta flambada com granola e mel, além de diversos tipos de pães, bolos, geleias, tortas e doces.

Funcionários preparam ao vivo tapiocas, crepes e omeletes ao gosto do cliente. Caso queira um pão quentinho com o queijo coalho derretido na hora é só pedir. O café está completo com as iguarias da culinária nordestina servidos no buffet.

Na parte de entretenimento do resort, a piscina da praia disponibiliza atividades com professores de educação física, além de esportes para a criançada, além de tirolesa. Mais reservada, a piscina próxima da lagoa é para quem quer mais tranquilidade e deixar o tempo passar, sem pressa.

Jatiúca Hotel & Resort
Pitada nordestina no café da manhã

Não é por menos que o Jatiúca Hotel & Resort foi cinco vezes premiado pelo TripAdvisor e é considerado um dos melhores resorts urbanos do país.

Siga-nos: www.facebook.com.br/tonomundo

Contato: silviooliveira@infonet.com.br

Fotos: Silvio Oliveira e Nide Lins



Praia do Gunga (AL) vista de cima
Praia das Conchas (AL): paraíso entre lagoa, rio e mar
Dez motivos para vivenciar Maceió em seus 200 anos
Marechal Deodoro (AL): Patrimônio aos olhos do público
Carro Quebrado (AL): Mais que piscinas naturais
Praia do Francês (AL) – Vista do alto
Maragogi (AL): Prendendo pelo paladar
Maragogi (AL): Sombra e água fresca
Entremontes (AL): Bordados e história
Marechal Deodoro (AL) – Primeira capital das Alagoas
Maceió (AL): mais que belas praias
Porto Real do Colégio (AL) - Índios e jesuítas
Piranhas (AL) - Cenário de beleza no sertão
VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Silvio Oliveira

Jornalista, especialista em Gestão da Comunicação e responsável pela fan page Tô no Mundo. Escreve sobre Turismo para o Portal Infonet desde 2009. Atuou em jornais, a exemplo do Correio de Sergipe e cadernos especiais do Cinform, além do Portal F5 News. Passou por Assessorias de Comunicação e Agências de Notícias do Governo de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Sergipe/ Projeto Mar de Sergipe e Alagoas e Prefeitura de Aracaju.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030