Punta del Este: Para todo o ano
Cassino, praia e badalação
10/05/2018  07:26


Rambla General Artigas, um das principais e belas

Rota de cruzeiros na alta temporada, cidade veraneio de celebridades, arquitetura arrojada e qualidade de vida que atrai turistas de toda a América. Punta del Este, de pouco mais de 12.500 habitantes, localizada na Intendência de Maldonado, no Uruguai, é um dos balneários mais importantes da América do Sul, a 120km da capital Montevidéu e 200 km da fronteira com o Brasil. Na alta estação? O balneário chega a receber mais de 1 milhão de habitantes sazonais e não e por acaso.

Percorrer as ruas arborizadas e ramblas (orla) de Punta del Este já é um convite a observar o que a cidade tem para oferecer: restaurantes, delicatessen, boa infraestrutura hoteleira e bares com vista para o Rio da Prata, que se inclinam para o Oceano Atlântico. Mas resumir Punta del Este a somente passear por suas ruas seria um sacrilégio. Balneária por natureza e grandiosa por vocação turística, a cidade possui uma arquitetura de prédios arrojada e luxuosa, que permite até se configurar como um atrativo ao olhar dos visitantes.

Uruguaios ocupam espaços públicos

Na avenida Gorlero, a principal rua comercial da cidade, lojas de grifes mundialmente famosas são atrações e convite ao consumo, juntamente com a Calle 20. A cidade tem um comércio que agrega sete quadras de ruas que fazem de lá um percurso obrigatório. Ao meio das quadras, o visitante avistará, ao longe, rambla de um lado e rambla de outro. Isso mesmo, Punta del Este é uma península que permite, por vezes, ter praias em todos os lados e até confundir o infinito Rio da Prata com o Oceano.

De um lado da península fica a rambla General Artigas, com o puerto de Punta del Este, que vale a pena fazer uma caminhada e conhecer o dia a dia dos residentes. Há também a possibilidade de ter uma vista privilegiada do edifício La Vista, com um restaurante giratório no topo. Cafés, bares e restaurantes servem os clientes em mesinhas estendidas no calçadão.

Construções modernas 

Do outro lado ficam a Playa de Los Ingleses e Playa Brava. É nesta segunda praia parada obrigatória de quem visita Punta para clicar uma selfie na famosa escultura La Mano, também chamada de Los Dedos. O monumento esculpido pelo chileno Mario Irarrázabal durante o verão de 1982 foi arquitetado dentro da programação do primeiro Encontro Anual Internacional de Escultura Moderna ao Ar Livre, mas dentre outros foi La Mano que se consagrou até hoje como um cartão-postal e símbolo de Punta. Há também uma obra igual ou parecida em Veneza (Itália), no deserto do Atacama (Chile) e em Madri (Espanha).

La Mano ou Los Dedos

Foral e Igreja da Candelária

Depois de conhecer um pouquinho da península de Punta, siga para a área do farol, onde também se pode apreciar, no cruzamento de quatro ruas, a península cercada por água em todos os lados.

O Farol de Punta del Este é uma das construções mais antigas da região, construída em 1860, mas fica em sua maioria do tempo fechado para as visitas. Pertinho dele está a estação meteorológica de Punta e a paróquia de Nossa Senhora da Candelária, padroeira da cidade. Na rambla General Artigas fica uma imagem da santa, do escultor Mario Lazo, instalada em 1982.

Candelária e farolete da estação meteorológica

A noite de Punta é, sem sombra de dúvida, nos clubes, cassinos, boliches e bares à beira-rio, onde a se faz cosmopolita. São seis cassinos catalogados pela Intendência de Maldonado em Punta del Este, mas o mais queridinho dos brasileiros, eternizado pelo apresentador Amauri Júnior, é o Conrad Punta del Este Resort & Casino, hoje nomeado como Enjoy  Resort & Cassino. Os números do Enjoy impressionam até hoje: são mais de cinco restaurantes, centro de compras, boates, áreas destinadas a clientes vips, 295 quartos incluindo 41 suítes de luxo. A fezinha nas mesas de roleta, nos pôquer e nas máquinas é aberta ao público.

Cassino Enjoy é o eterno Conrad

Punta del Este é isso e muito mais. Ponto também de partida para se conhecer outros atrativos uruguaios, como a Casapueblo, em Punta Ballena; o balneário de Piriápolis e até mesmo as intendências da histórica Colônia de Sacramento e o ecoturismo em Rocha. Vale a pena conhecê-la em qualquer período do ano. Badalação? No período de dezembro a fevereiro. A ponta do leste uruguaio é toda sua em qualquer temporada do ano.

Dicas de viagem

  • Em abril (data da viagem) o R$ 1 estava valendo em média, de UYU 6 a UYU 8,10. Em alguns lugares de Punta del Este os brasileiros não precisam trocar o real pelo peso e é aceita a moeda brasileira.

  • Tango uruguaio na noite do Enjoy

    O real, assim como o dólar, é bem aceito. Como o país vive um boom do turismo e boa qualidade de vida para seus habitantes, as cidades uruguaias não consideradas pelos viajantes brasileiros como bom custo/benefício. Um cafezinho ou uma garrafinha de água podem custar entre 100 e 150 pesos (mais ou menos entre R$11,26 e R$17,9).

  • Pier e marinas 

    Em toda a extensão do litoral de Maldonado há boa infraestrutura em hotelaria. Consulte a sua preferência se quer ficar na cidade ou próxima dela. Em alguns trechos do litoral não há infraestrutura de transporte, nem restaurantes e lojas próximas.

  • No lado direito da península as praias são calmas e podem ter água salobra ou até doce, enquanto no lado esquerdo, as águas são agitadas e salgadas. O clima é quente e úmido no verão com a presença constante de frente frias com fortes rajadas de ventos, que consequentemente faz o tempo variar muito durante o período de cada dia do ano.

  • Conheça também o balneário de Piriápolis, considerado uma praia mais local dos uruguaios. O que chama atenção são as construções do fundador e visionário Piria na região. Também conheça a capital da intendência, Maldonado.

Gastroterapia

Cassino, jogos e noite
Cassino e tango

Na avenida que beira o mar e o rio de Punta del Este, em direção ao porto, há múltiplas opções de restaurantes e bares. O Les Delices funciona desde 1984 como café na calle Las Gaviotas, 29, é há uma infinidade de guloseimas doces e salgadas. Os doces expostos na vitrine dão água na boca. O café bem acompanhado com água gaseificada em taça de cristal também faz a diferença. Se quiser degustar de algo bem uruguaio, não esqueça do doce de leite Conaprole, um dos doces mais procurados. Há também os alfajores, iguarias bem apreciadas nos países do sul da América.

Doces de leite e de frutas
Delícias uruguaias
Café Les Delices
Ruas de Punta
Prédios arrojados 
Restaurante giratório no La Vista 

*Tô no Mundo viajou para participar do I Congresso Internacional da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo, em Punta del Este.

Fotos: Silvio Oliveira



MATERIAS RELACIONADAS
VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
sonia maria Pedrosa silva Cury
10/05/2018 às 10:26
Muito bom, Silvio!!! Tudo explicadinho... ótimo guia! Parabéns!

Silvio Oliveira

Jornalista, especialista em Gestão da Comunicação e responsável pela fan page Tô no Mundo. Escreve sobre Turismo para o Portal Infonet desde 2009. Atuou em jornais, a exemplo do Correio de Sergipe e cadernos especiais do Cinform, além do Portal F5 News. Passou por Assessorias de Comunicação e Agências de Notícias do Governo de Sergipe, Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Sergipe/ Projeto Mar de Sergipe e Alagoas e Prefeitura de Aracaju.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030