Webmail
Blogs


Compartilhar: 
21/11/2012 - 19:25
Morte de vigilante: dois homens e uma mulher são presos
Grupo é responsável por assaltos em diversas agências
Grupo foi preso quando tentava fugir para a cidade de Itaporanga (Fotos: Verlane Estácio/ Portal Infonet)

Três pessoas foram presas na tarde desta quarta-feira, 21, acusadas de participarem da morte do vigilante Wagner dos Santos Chagas, 25, durante assalto ao Ponto Banese do município de Salgado, ocorrido na manhã de hoje. Marcos Michel Santos Ferreira, 18, Cintia Santos Souza, 26, e um rapaz com idade menor que 18 anos foram presos entre os municípios de Salgado e Itaporanga D’Ajuda, quando fugiam do cerco da polícia.

Os acusados foram presos pelo Grupo de Ações Táticas do Interior (Gati) quando passavam por uma ponte em construção na estrada que dá acesso ao povoado Sapé. Um deles, inicialmente identificado como David, ferido durante troca de tiros com o vigilante, permanece foragido. “Com informações do Ciosp, o Gati localizou as motos, fez a perseguição, abordou e prendeu os suspeitos”, conta o tenente-coronel Marcony Cabral.

Filmagens mostram ação dos bandidos

De acordo com o delegado do Comando de Operações Policiais Especiais (Cope), Everton Santos, o grupo é responsável por diversos assaltos à agências do Banese, Ponto Banese e estabelecimentos comerciais.

“Eles sempre agiam rendendo vigilantes e subtraindo pequenas quantias. São pessoas viciadas em drogas, nômades e que vivem debaixo de pontes ou no meio da rua. Assaltam justamente para manter o vício que possuem em drogas e álcool. Temos pelo menos outras três pessoas foragidas que nós vamos buscar as prisões preventivas, além de localizá-los e detê-los”, comenta o delegado.

Com o grupo foram apreendidos quatro armas com munição oriundas de assaltos à vigilantes, duas motos roubadas e bolsas de duas funcionárias. Eles também são os responsáveis pelos assaltos ao Ponto Banese dos conjuntos João Alves Filho e Augusto Franco. Por meio de filmagens do circuito interno de segurança, a polícia também identificou mais um integrante. Trata-se de Adriano Bento da Silva que saiu do presídio do Areia Branca após receber induto e nunca mais voltou. O suspeito não participou da ação em Salgado, mas esteve envolvido nos outros crimes.

Com o grupo, foram apreendidos quatro armas com munição e duas motos roubadas

Ação

Os tiros contra o vigilantes foram disparados por Michel Santos Ferreira, que diz estar arrependido. “Eu não pretendia matar. Ele tem filho para criar assim como eu também tenho. Eu jamais queria fazer isso, mas ele reagiu. Fomos lá atrás de dinheiro porque a gente tava querendo pagar o crack, e ele reagiu e feriu um colega nosso”, diz.

Sobre a maneira como agem, o delegado Everton Santos acrescenta ainda que os jovens utilizam droga antes de agir. “Eles confirmaram que consumiram droga pela manhã. Antes dos crimes, eles sempre consomem droga, justamente para aumentar a euforia”, revela.

Adriano Bento é integrante do grupo e participou do assalto no Augusto Franco

Assassinato de segurança choca população de Salgado
Vigilante é assassinado em assalto a ponto bancário
Compartilhar: 
Comentários (0)
Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam o pensamento deste portal.
Atendimento ao Cliente 24 horas: (79) 2106-8000
Política de privacidade
Expediente
Anuncie no Portal
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José
Aracaju-SE, CEP 49015-030
Todos os direitos reservados