Webmail

Cláudio Nunes

Desde maio de 2006, tem um blog no Portal Infonet. Atua no jornalismo de Sergipe há mais de 15 anos, passando pela Gazeta de Sergipe, Jornal da Manhã, Diário de Aracaju, TV Sergipe e Jornal do Dia. Radialista e jornalista, em dezembro de 2006 publicou o livro "Liberdade da Expressão".

Compartilhar: 
09/01/2007 - 03:18
Salários da Deso
Como a coluna prometeu na última sexta-feira hoje divulga detalhes da folha de pagamento da Companhia de Saneamento de Sergipe – Deso. Existem muitos deles que recebem estes salários fruto do trabalho desenvolvido ao longo dos anos, porém alguns (a colun

   Como a coluna prometeu na última sexta-feira hoje divulga detalhes da folha de pagamento da Companhia de Saneamento de Sergipe – Deso. Depois que o governador Marcelo Déda (PT) denunciou na última sexta-feira pela manhã os altos salários na diretoria do SergiTec – que não é nem estatal, mas uma organização social – no mesmo dia, à tarde, a coluna recebeu a folha de pagamento do décimo terceiro salário da empresa.

  Pelo jeito o novo governo estadual vai enfrentar também os altos salários na Deso. Numa lida rápida na lista constasse quatro pessoas ganhando acima de R$ 14 mil;  cinco ganhando acima de R$ 12 mil; onze ganhando acima de R$ 11 mil; quatorze ganhando acima de R$ 10 mil; dezessete ganhando acima de R$ 9 mil; vinte ganhando acima de R$ 8 mil e por ai vai. Tem até uma jornalista que recebe cerca de R$ 4 mil e não trabalha na assessoria de comunicação da empresa.

 Existem muitos deles que recebem estes salários fruto do trabalho desenvolvido ao longo dos anos, porém alguns (a coluna sabe um a um quem são) além de receberem um salário justo, recebem também diárias, periculosidade e horas extras que, em alguns casos, fazem com que os salários passem de R$ 20 mil. Está certo? Enquanto isso os colegas, principalmente os mais novos, não recebem nem mesmo R$ 1 mil. Ou seja, o divulgado acima é apenas o salário base mais gratificação. O novo governo estadual tem como descobrir facilmente é só analisar as folhas de pagamento do último ano.

  Por conta desta disparidade salarial é que o clima entre servidores é ruim na Deso. Existe uma discriminação clara na empresa entre os funcionários novos e antigos. Basta fazer uma comparação das folhas de pagamento entre os chamados funcionários antigos e os chamados pejorativamente de “novatos”, que passaram no concurso para perceber que eles, além de trabalharem bem mais têm um salarial bastante desigual.

  A intenção da coluna não é acirrar os ânimos. Pelo contrário, pretende ajudar na construção de uma mudança de comportamento dentro da empresa. Espera-se que essa mudança passe também pela nova diretoria que deve esquecer do passado e como bem disse o novo governador olhar para frente e realizar uma nova gestão, moderna e, sobretudo, compartilhada com todos, sem discriminação de horas extras, diárias e, principalmente restabelecendo o horário igual para todos os funcionários. É preciso também acabar com essas diárias e principalmente horas extras que extrapolam o imaginável. Uma empresa que passa por sérios problemas como a Deso só pode ser reerguida com a força e o empenho de todos os servidores, sem discriminação. E para isso a nova diretoria tem que ter compromisso com a mudança, não só a propalada pelo governador Marcelo Déda, mas de atos e atitudes. Sem protecionismo, sem paternalismo e com muita disposição para mudar com cortes profundo, inclusive na própria pele.

  

Déda quer Dutra na presidência da Sudene

Deu na coluna Painel da Folha de São Paulo de hoje: “Na fila. O governador de Sergipe, Marcelo Déda, trabalha pela nomeação do ex-presidente da Petrobras José Eduardo Dutra para um cargo estratégico para o Nordeste, como o comando da Sudene”.

 

Diretoria Financeira trabalhou até na madrugada

Outras informações sobre a Deso: no último dia 29 de dezembro a então diretoria financeira trabalhou feito condenada na tarde, noite e madrugada, chegando a algumas horas do dia 30. Tudo para colocar em dia o pagamento de algumas construtoras. É fácil para o atual governo descobrir. Foram várias delas que não poderiam ficar a ver navios e tinham que recebe ainda no mandato do então governador João Alves.

 

Na Deagro também tinha disparidade salarial

Segundo informações recebidas também no Deagro tem as chefias da Planejamento, Assistência Técnica, Recursos Humanos, Financeira, Procuradoria Jurídica e alguns funcionários ligados a estas chefias cujos salários variam de 10 mil a 40 mil em determinados meses.  A média mensal é de 15 mil. Tudo era feito através do pagamento de horas-extras. Tem funcionário dos recursos humanos, de nível médio, que trabalhou na confecção da folha, cujos salário nos últimos 03 meses ficou em 13 mil na média. Existem também muitos funcionários de carreira da Deagro que suam a camisa e recebem salários indignos e nunca foram reconhecidos. Estes, que estão lá, desde a antiga Ancarse, Emater-se, Emdagro e agora Deagro, nunca foram aproveitados de verdade. Enquanto isso o governo anterior fez uma verdadeira farra com o dinheiro público.

 

Nilson Lima conseguiu sustar algumas “cascas de banana”

Tentaram pregar uma peça no governador Marcelo Déda. Como o saldo de algumas contas estavam zerados no dia 28/12/2006 e como não houve expediente bancário no dia 29/12/2006, eis que no dia 02 de janeiro, primeiro dia útil de 2007, alguns servidores chegaram cedo ao local de trabalho e aproveitaram para liberar cheques datados de 29/12/2006 de empresários que coincidentemente também chegaram cedo na repartição. Daí em diante os empresários correram para as agências bancárias, os que encontraram facilidade para falar com o gerente antes de iniciar o expediente bancário conseguiram sacar na boca do caixa, Já os que depositaram o cheque para ser compensado, foram surpreendidos com devolução dos cheques, porque segundo o informante a armação chegou logo cedo ao conhecimento do secretário Nilson Lima que habilidosamente mandou sustar a operação e se saiu de mais essa casca de banana.

 

Tem ainda uma formula que torrou R$ 8 milhões.

 A outra informação que talvez ainda não tenha chegado ao conhecimento do secretário diz respeito à fórmula encontrada para gastar cerca de 8 milhões de uma conta reserva pertencente a um órgão que cuida de estradas.

 

Novo escândalo na área da informática I

A denúncia mais recente sobre mais um possível caso de direcionamento, está sendo encaminhada na íntegra para nossa coluna por esses dias e envolve a concorrência 003/2006 que tem como objeto: "Contratação de empresa para Prestação de Serviços Técnicos de Informática da SSP". Segundo informações recebidas, alguns profissionais da área de informática estão elaborando um documento completo para encaminhar a Ouvidoria do Estado como forma de fazer chegar ao conhecimento do governador, os termos dessa Concorrência que promete ser um escândalo nacional. Os técnicos pretendem mostrar como o Edital está direcionando através de uma fórmula de pontuação nunca vista na história das licitações e através de critérios que somente uma empresa em Sergipe atende.

 

Novo escândalo na área da informática II

 Para se ter uma idéia do absurdo cometido, o edital exige que a empresa tenha parceria com uma tecnologia que é incompatível com a tecnologia utilizada pela SSP, ou seja, é como se os carros da SSP fossem da General Motors e o edital estivesse pedindo mecânicos especializados em mecânica Ford. Os técnicos querem alertar ao governador que suspeitam que o empresário que auxiliou na elaboração desse edital é um jovem influente com grande penetração no governo passado onde conquistou inclusive um excelente espaço para instalar sua empresa no Parq-Tec e que já anda alardeando nos bares da cidade que é muito amigo de alguns novos secretários e nada vai mudar. Ou seja, tudo continuará como antes do quartel de Abrantes...

 

Novo escândalo na área da informática III

Assim que receber tal documento, cabe ao governador Marcelo Déda mandar investigar cautelosamente essa denúncia e solicitar de seus auxiliares que não embarquem nessa canoa furada. Quanto aos futuros Editais, seria bom que fosse elaborado por técnicos desvinculados dos órgãos interessados e ligados a SEAD, mas seria bom que fosse criada uma equipe para averiguar os excessos de exigência e os possíveis direcionamentos. Aliás, este jornalista afirma sem medo de errar  que dentre os aliados de Déda tem gente competente para isso.

 

Água milagrosa em Itaporanga D`Ajuda

Que a água mineral de Itaporanga D`Ajuda é de boa qualidade todo mundo já sabia, mas que opera milagre é uma novidade. Não é que os juncos, que crescem na água, estão crescendo assustadoramente em Itaporanga por conta da água milagrosa cujo efeito só foi descoberto nos últimos anos. Tem gente já querendo levar o feito para o programa Globo Rural. É muito junco para tão pouco tempo.

 

 

Samarone assume hoje superintendência da SMTT

O médico sanitarista e ex-vereador de Aracaju, Antônio Samarone assume hoje a Superintendência Municipal de Transportes e Transito – SMTT, às 10hs, na sede do órgão, no DIA. Samarone, ao lado do radialista Fábio Henrique, fez parte da chamada dissidência do PDT que apoiou a candidatura de Marcelo Déda (PT) ao governo estadual.

 

Genival Nunes assume Adema amanhã

Amanhã, 10, às 11hs, o biólogo Genival Nunes assume como diretor-presidente da Administração Estadual do Meio Ambiente – Adema. Além de ser militante fundador do PT em Sergipe, Genival é psicólogo, professor, mestrando em agro-ecossistema e foi presidente da Associação Sergipana de Proteção Ambiental e do Instituto Sócio-Ambiental Acauã. Ao lado do secretário do Meio Ambiente, Márcio Macedo, Genival Nunes vai implantar uma nova política ambiental em Sergipe que ultimamente só está voltada para a Carcinicultura com a implementação de centenas viveiros de camarões em todo o Estado. Como diz Osmário, arrepare...

 

Galardão para Alceni Guerra esquece do “SergipeTec”

O ex-governador João Alves Filho no final do seu governo, assinou em 26 de dezembro de 2006, o decreto governamental conferindo ao doutor Alceni Ângelo Guerra o Galardão de Comendador da “Ordem do Mérito Aperipê” . Na justificativa, João Alves lembrou dos diversos serviços prestados por Alceni no sul do país, mas em nenhum momento citou que ele foi o responsável pela implantação do tão propalado SergipeTec em Sergipe. Qual o motivo?

 

Box de informações turísticas na travessia do Mosqueiro

Depois que um profissional da comunicação foi questionado na semana passada por um turista na balsa do Mosqueiro se aquele rio (Vaza Barris) era o São Francisco ficou claro que é preciso que a Secretaria do turismo encontre uma maneira de divulgar Sergipe naquele local. São carros de Brasília, Goiânia e vários Estado vizinhos que passam pelo local neste período de alta estação. Muitos deles perdidinhos da silva. Um box naquele local, pelo menos, neste período, seria uma alternativa viável e com baixo custo.

 

Por falar em turismo, aquele engodo custou R$ 900 mil

Este jornalista não acredita. Quer vê os documentos primeiros, mas o comentário é que um espanhol ou francês (ou qualquer coisa deste tipo) que esteve em Sergipe há alguns meses a convite do governo estadual custou à bagatela de R$ 900 mil através de uma consultoria para implementar o turismo de Sergipe. Vá consultar assim lá na...

 

Coluna vai desvendar problemas do Hospital Cirurgia

Este jornalista está em busca de informações sobre a situação do Hospital Cirurgia. Não dá para entender que um hospital que era referencia nas cirurgias cardíacas de uma hora para outra afundou e um hospital privado tomou conta da área. Que relacionamento é este? Se alguns têm medo de ir a fundo na questão esta coluna não tem não. O objetivo não é culpar ninguém, mas apenas buscar a verdade, já que o hospital recebeu (e recebe) muito dinheiro público. Passa a impressão que o sistema é assim: o SUS vai para o Cirurgia, os atendimentos particulares e de convênios, que melhor remuneram vão para a rede privada. E aí um fica com o ônus e o outro com o bônus. Alguém tem que se aprofundar na gestão do Cirurgia. Não é um hospital público, não é um hospital privado. É uma Fundação que presta serviços públicos e serviços privados. É como aquela frase: "tem mais coisa entre o céu e a terra do que pode supor nossa vã filosofia". 

 

Sergipe está fora da seca este ano

Matéria da Folha de São Paulo de hoje: “O Exército deve retomar ainda nesta semana a distribuição de água às vítimas da seca no Nordeste, que foi suspensa há nove dias por falta de verba.A expectativa é do coronel Aurélio Silveira de Oliveira, coordenador da 4ª seção do CMN (Comando Militar do Nordeste), responsável pelo trabalho na região. Segundo ele, os recursos para o reinício da Operação Pipa serão repassados diretamente às unidades militares envolvidas na ação. O governo federal anunciou na sexta-feira que R$ 40 milhões serão disponibilizados para o abastecimento.Com essa verba, serão atendidos 260 municípios em situação de emergência, em seis Estados (PE, PB, RN, CE, BA e PI)”.

 

 

Frase do Dia

“Escrevo sem pensar, tudo o que o meu inconsciente grita. Penso depois: não só para corrigir, mas para justificar o que escrevi”. Mário de A
VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG


Compartilhar: 
Comentários (0)
Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam o pensamento deste portal.
Atendimento ao Cliente 24 horas: (79) 2106-8000
Política de privacidade
Expediente
Anuncie no Portal
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José
Aracaju-SE, CEP 49015-030
Todos os direitos reservados