Webmail
Blogs


Compartilhar: 
04/05/2012 - 11:35
Professores da rede estadual estão em greve há 19 dias
Professores protestam pelo pagamento do reajuste do Piso

Professores participão da feijoada do Sintese (Foto: Portal Infonet)

Os professores da rede estadual estão acampados em frente ao Palácio de Despachos na avenida Adélia Franco, desde às 18h de quinta-feira, 3. O objetivo é realizar a feijoada da resistência com todos os professores para protestar contra o não pagamento do reajuste do Piso.

Os professores da rede estadual estão em greve há 19 dias e reivindicam pela implantação do piso salarial e a concessão do reajuste prometido a categoria.“Tivemos uma audiência com o governador no dia 30 de abril, mas não foi definido. O Governo apontou a impossibilidade de conceder o reajuste por causa das finanças”, explicou a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Sergipe (Sintese), Ângela Melo.

De acordo com o Sintese, aproximadamente 2 mil professores passarão pela barraca onde a feijoada será distribuída.”No primeiro momento vamos promover esta interação dos professores com a população para mostrar a nossa luta. Mais tarde realizaremos panfletagem no semáforo da Adélia Franco”, disse.

O Governo já anunciou que não possui recursos

Cerca de 90 quilos de feijão e 400 de carne estão sendo utilizados para a feijoada da resistência. “ O objetivo é reunir os professores neste momento de greve para lutarmos pela implantação do nosso piso, além disso, informar a população sobre a causa da greve”, afirmou a professora Ana Ribeiro.

SEED

De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria Estadual da Educação (SEED),  hoje está sendo realizada uma reunião com membros do Governo para discutir a situação dos professores. A SEED ainda afirma que como informado pelo governador em audiência, o Governo não possui recursos para pagar o reajuste.

Professores do Estado decidem continuar a greve
Professores em greve voltam a pedir apoio aos deputados
Professores decidem continuar a greve no Estado
Professores avaliam greve nesta terça-feira, 24
Professores da rede estadual realizam ato no calçadão
Professores da rede estadual decidem continuar a greve
Professores em greve acampam na porta da Assembleia
Compartilhar: 
Comentários (33)
Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam o pensamento deste portal.
Carlos
04/05/2012 às 14:34
um professor do estado não dá nem pra financiar uma apartamento, pois o contra cheque dele não é compatível com as exigências do banco.
Alexandre
04/05/2012 às 14:24
Um país que quer sediar copa do mundo, olimpíadas e até ocupar lugar na ONU tem que primeiro valorizar seus professores, é uma vergonha o governo ter dinheiro pra bancar tantos CC´s e festas e não ter pra pagar professores, policiais, médicos e enfermeiros. Por sorte da população os policiais ñ podem fazer greve e os médicos e enfermeiros estão quietos. Sempre é o povo que paga por acreditar em mentiras.
Cidadão
04/05/2012 às 12:20
Eu acho que os professores deveriam buscar seus direitos na justiça, pois a greve só prejudica os alunos que não têm o poder de pagar ou não o reajuste. Para fazer justiça, independente de quem tenha razão (profesasores ou governo), os dias parados deverão ser descontados, a sociedade não deve pagar o ônus dessa greve, até porque foram esses mesmos professores que fizeram panfletagem e campanha para a eleição do governador.
Atendimento ao Cliente 24 horas: (79) 2106-8000
Política de privacidade
Expediente
Anuncie no Portal
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José
Aracaju-SE, CEP 49015-030
Todos os direitos reservados