Cartas da Guerra
António é enviado ao exército para servir como médico
  

Portugal, 2016. Direção de Ivo M. Ferreira. Roteiro de Antonio Lobo Antunes, Edgar Medina e Ivo Ferreira. Produção de Luis Urbano e Sandro Aguiar. Direção de Fotografia: João Ribeiro. Montagem de Sandro Aguillar. 105m, 12 anos. Cia Produtora :Foley Walkers Studio. Distr. no Brasil: Imovision. Com Daniel ?Seabra, Ian Mucnzik, Isaac Graça, João Arrais, João Pedro Mamede, Margarida Vila Nova, Maria João Abreu, Miguel Raposo, Mitó Mendes, Orlando Sérgio, Raul Rosário, Ricardo Pereira, Tiago Aldeia.

Gênero – Drama

Sinopse – Baseado na obra de Antônio Lobo Antunes, que reúne cartas de um jovem e apaixonado soldado português, com o sonho de se3 tornar um escritor de sucesso, enviadas durante a Guerra Colonial Portuguesa em Angola, para sua esposa.

Apreciação – Coprodução entre o Brasil e Portugal, esse filme foi exibido na Mostra de Cinema de São Paulo e fez razoável sucesso por conta do texto poético das cartas que são lidas durante o desenrolar da película. Tanto o diretor como atores não são conhecidos por aqui. Pra o crítico Allyson Oliveira, “Cartas da Guerra” não é um filme fácil mas, ao mesmo tempo, é uma experiência recompensadora. O autor do roteiro, Antônio Lobo Antunes, é autor também do livro que deu origem a este filme, e “Os Cus de Judas”, seu romance anterior que fez muito sucesso. Ele esteve na guerra mantidas por Portugal em suas províncias na África, durante os anos 70.

Fique de Olho – No texto literário que acompanha as imagens em preto e branco. 

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030