Amores de Chumbo
Um misterioso triângulo amoroso do passado ressurge...
  

Brasil, 2018. Direção, roteiro e produção de Tuca Siqueira. Direção de Fotografia: Beto Martins. Montagem de Joana Collier. Cia. Produtora: Elo Company, Alumia Produções, Garimpo Produçõeos, Plano 9. 97m, 14 anos.Distr. nos cinemas: Elo Company. Com Aderbal Freire Filho, Augusta Ferraz, Juliana Carneiro da Cunha, Rodrigo Hiszla.

Gênero – Drama.

Sinopse – O filme trata de um trângulo amoroso, questionando o limite e cada um diante de segredos e paixões interrompidas. 40 anos separam Maria Eugênia, escritora pernambucana radicada na França, e do casal Miguel e Lúcia que acaam de comemorar união de 4 década. O retorno de Maria Augenia suscita dúvida e desconfianças há muito tepo guardadas. Miguel, professor de Sociologia e ex-preso político, deseja encarar a verdade e Lúcia, parceira de vida que se dedicou a tirá-lo da prisão, quer fugir dela. É pelo poto de vista desses três personagens centrais que revivereos a história política e social da época do chumbo, uma história que mudou o rumo de muitas histórias políticas e socais da época do chumbo, uma história que mudou o rumo de muitas vidas. 

Apreciação – Revisão da ditadura  militar sob o viés do campo. O filme pode interessar como estudo político e sociológico daquele período conturbado da história nacional.

Fique de Olho – Em Aderbal Freire Filho e Juliana Carneiro da Cunha, ambos mais presentes em obras teatrais mas com poucas participações no cinema

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030