Webmail
Blogs


Compartilhar: 
14/12/2013 - 20:04
Pai e filho vencem e são campeões sergipanos de kart
Baiano e Caique fecharam ano em primeiro em suas categorias

Carlos "Baiano" e seu filho "Caique" (fotos: Igor Matheus/ Portal Infonet)

Os vice-líderes da tabela bem que tentaram fazer gracinhas, mas não deu. Na oitava e decisiva etapa do Campeonato Sergipano de Kart, os favoritos e líderes das três categorias confirmaram favoritismo e levaram o título neste sábado, 14. Na categoria Honda F4, Carlos Henrique “Baiano” voltou a vencer e faturou o bicampeonato. Na Parilla, Carlos Henrique Caique, filho de Baiano, fez valer a distância de pontuação que tinha para os outros pilotos e levou seu primeiro estadual na categoria. Já peal modalidade Cadete, Jorge da Gama consolidou impressionante recuperação nas últimas corridas e sagrou-se campeão.

A conquista em nível “familiar” foi um dos destaques da competição. De acordo com Carlos Henrique Baiano, ver um filho ser vencedor no mesmo dia em que ele mesmo também é campeão é motivo de satisfação dobrada. “É espetacular, coisa de outro mundo. Se já fico satisfeito vendo ele ganhar uma corrida, imagina um campeonato”, disse.

Campeões

Bandeirada do título para o campeão da Honda F4, Carlos Baiano

Carlos Henrique Baiano foi campeão da Honda F4 após vencer a oitava etapa, sendo acompanhado no pódio por Ricardo Ramos em segundo e Júlio César em terceiro. Gabriel Cabral, vice-líder, vencedor da última etapa e concorrente direto pelo título, chegou em quarto. De acordo com Baiano, a temporada 2013 foi a mais difícil que ele disputou.

“Se o vice-líder vencesse a corrida, eu perderia o título. E eu já estava há duas etapas sem vencer. Mas conseguimos uma boa calibragem e o carro, que era sempre o mais lento, desenvolveu bem”. Baiano também confirmou que continua na categoria Honda F4 ano que vem. “Será na modalidade grid invertido, ou seja, tudo o que acontece em uma etapa se inverte na seguinte. Será muito mais emocionante”, conta.

Já na Parilla, Carlos “Caique” não passava tanto aperto quanto seu pai: ele garantiria o título estadual mesmo que chegasse em último. Mesmo assim, o jovem piloto não tirou o pé do acelerador, faturou mais uma etapa – com Marcos Reis em segundo – e garantiu seu primeiro título na Parilla. E mesmo sem lembrar sequer quantas etapas venceu no ano, o piloto enumera o que fez 2013 dar certo.

“Mecânico bom, carro acertado, treino duas a três vezes na semana e minha experiência, porque corro desde os 15 anos”. Na categoria Cadete, por sua vez, Jorge da Gama conseguiu ser campeão mesmo chegando em segundo, atrás de Gustavo Resende. Seu concorrente direto, Carlos Kauan – que foi líder do campeonato até a penúltima etapa – , chegou em quinto.

Por Igor Matheus

Compartilhar: 
Comentários (0)
Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam o pensamento deste portal.
Atendimento ao Cliente 24 horas: (79) 2106-8000
Política de privacidade
Expediente
Anuncie no Portal
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José
Aracaju-SE, CEP 49015-030
Todos os direitos reservados