Webmail

José Cristian Góes

Jornalista profissional, servidor federal INSS, especialista em Gestão Pública (FGV/Esaf) e Gestão de Crise (Gama Filho). Foi secretário de Comunicação da Prefeitura de Aracaju e presidente do Sindicato dos Jornalistas.

Compartilhar: 
29/05/2012 - 09:57
Eu, o coronel em mim
Mando e desmando. Faço e desfaço

Está cada vez mais difícil manter uma aparência de que sou um homem democrático. Não sou assim, e, no fundo, todos vocês sabem disso. Eu mando e desmando. Faço e desfaço. Tudo de acordo com minha vontade. Não admito ser contrariado no meu querer.  Sou inteligente, autoritário e vingativo. E daí?

No entanto, por conta de uma democracia de fachada, sou obrigado a manter também uma fachada do que não sou. Não suporto cheiro de povo, reivindicações e nem com versa de direitos. Por isso, agora, vocês estão sabendo o porquê apareço na mídia, às vezes, com cara meio enfezada: é essa tal obrigação de parecer democrático.

Minha fazenda cresceu demais. Deixou os limites da capital e ganhou o estado. Chegou muita gente e o controle fica mais difícil. Por isso, preciso manter minha autoridade. Sou eu quem tem o dinheiro, apesar de alguns pensarem que o dinheiro é público. Sou eu o patrão maior. Sou eu quem nomeia, quem demite. Sou eu quem contrata bajuladores, capangas, serviçais de todos os níveis e bobos da corte para todos os gostos.

Apesar desse poder divino sou obrigado a me submeter à eleições, um absurdo. Mas é outra fachada. Com tanto poder, com tanto dinheiro, com a mídia em minhas mãos e com meia dúzia de palavras modernas e bem arranjadas sobre democracia, não tem para ninguém. É só esperar o dia e esse povo todo contente e feliz vota em mim. Vota em que eu mando.

Ô povo ignorante! Dia desses fui contrariado porque alguns fizeram greve e invadiram uma parte da cozinha de uma das Casas Grande. Dizem que greve faz parte da democracia e eu teria que aceitar. Aceitar coisa nenhuma. Chamei um jagunço das leis, não por coincidência marido de minha irmã, e dei um pé na bunda desse povo.

Na polícia, mandei os cabras tirar de circulação pobres, pretos e gente que fala demais em direitos. Só quem tem direito sou eu. Então, é para apertar mais. É na chibata. Pode matar que eu garanto. O povo gosta. Na educação, quanto pior melhor. Para quê povo sabido? Na saúde...se morrer “é porque Deus quis”.

Às vezes sinto que alguns poucos escravos livres até pensam em me contrariar. Uma afronta. Ameaçam, fazem meninice, mas o medo é maior. Logo esquecem a raiva e as chibatadas. No fundo, eles sabem que eu tenho o poder e que faço o quero.  Tenho nas mãos a lei, a justiça, a polícia e um bando cada vez maior de puxa-sacos.

O coronel de outros tempos ainda mora em mim e está mais vivo que nunca. Esse ser coronel que sou e que sempre fui é alimentado por esse povo contente e feliz que festeja na senzala a minha necessária existência .

Acompanhe a coluna no twitter em @cristiangoes

VEJA TODAS PUBLICAÇÕES DO BLOG


Compartilhar: 
Comentários (32)
Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam o pensamento deste portal.
PROF. GILSON
Concordo (225)
Discordo (104)
29/05/2012 às 19:19
PARABÉNS CRISTIAN! SR. MILITANTE DE ESQUERDA, NÃO CONCORDO QUANDO ESCREVE SOBRE NÃO TERMOS MUITAS OPÇÕES! EU VOU MAIS ALÉM, NÃO TEMOS NENHUMA OPÇÃO QUE REPRESENTE O NOVO DE VERDADE. NULO OU BRANCO DEVERIA VENCER A PRÓXIMA ELEIÇÃO, POIS SÓ ASSIM OS POLÍTICANALHAS REPENSARIAM SEUS ATOS.
CARLOS EDUARDO DE SANTANA
Concordo (213)
Discordo (112)
29/05/2012 às 18:12
Meu caro, se você for buscar a história familiar desse nosso coronel, verá que é como diz Luiz Gonzaga" é de pai prá fio".
Militante de Esquerda
Concordo (208)
Discordo (128)
29/05/2012 às 10:53
Nobre jornalista Cristian Goés, sou leitor assíduo de seus textos e esse então definiu perfeitamente o perfil do 'coronel-mor' em Sergipe, estamos fartos de políticos populistas e demagogos, chega de falsos democratas e ditos homens do povo, nosso pequeno Estado cansou de esperar as 'mudanças' do 'novo' que na verdade é bem velhinho nas idénticas práticas do seus antecessores, somos livres e saberemos mostrar isso nas urnas em alguns meses e infelizmente nós eleitores não temos muitas opções.
Atendimento ao Cliente 24 horas: (79) 2106-8000
Política de privacidade
Expediente
Anuncie no Portal
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José
Aracaju-SE, CEP 49015-030
Todos os direitos reservados