Adolescente é assassinada por ex-marido
Vítima tinha 16 anos e segundo as amigas estava grávida de três meses
03/02/2011  22:16

Jovem foi encontrada dentro de casa com travesseiro no rosto(Foto Portal Infonet)
Um crime passional na noite desta quinta-feira, 3, revoltou moradores da Barra dos Coqueiros, na Grande Aracaju. Uma jovem de 16 anos e, que de acordo com amigas estava no terceiro mês de gestação, foi assassinada pelo ex-companheiro.

Inicialmente identificada como ‘Amanda’, a jovem que atualmente morava com a mãe no Parque dos Faróis em Nossa Senhora do Socorro, teria sido atraída pelo companheiro no início da manhã de hoje, 3.

De acordo com informações de populares o ex-marido de Amanda, conhecido na região como Djenal, teria ligado para a jovem pedindo que ela fosse até a Barra dos Coqueiros buscar a quantia de R$ 100.

Crime

Crime aconteceu dentro de um quato nos fundos de uma residência(Foto:Portal Infonet)
As primeiras informações levantadas pela polícia no local, dão conta de que por volta de 13h alguém teria ligado para o Centro Integrado de Operações da Secretaria de Segurança Pública (Ciosp). “Acreditamos que ele mesmo tenha ligado informando que havia um problema nessa casa, mas a equipe chegou até o local e não percebeu nada, já que a porta estava fechada e não havia barulho”, relata um policial militar que estava no local e preferiu não se identificar.

Ainda de acordo com o policial, por volta das 17h uma nova ligação para a polícia dava conta de que alguém havia sido assassinado. “Quando chegamos aqui encontramos o irmão do suposto autor do crime, dizendo que ele [Djenal] havia ligado para o irmão informando que tinha assassinado a menina”, explica o policial.

A polícia precisou forçar a porta e acabou encontrando o corpo da adolescente sobre um colchão e com o travesseiro no rosto. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e a morte confirmada. Ainda não existe a confirmação, mas acredita-se que foi por asfixia.

Mãe da vítima

Mãe passou mal ao saber que a filha estava morta(Foto:Portal Infonet)
A mãe da adolescente, que chegou ao local a procura da filha, foi surpreendida com a movimentação da vizinhança e dos policiais que estavam no local, e acabou passando mal.

Aos prantos, a mãe de pré-nome Jane revelava que no momento que a filha recebeu a ligação elas estavam juntas. “Meu Deus eu tanto que avisei a ela para não vir atrás dele. Porque você não me ouviu minha filha? Eu te disse que ele ia te enganar. Porque o senhor, meu Deus, não ajudou minha filha?”, lamentava, em meio as lágrimas, a mãe de Amanda, que passou mal com a chegada da equipe da criminalista e foi socorrida por populares.

Populares

Ainda de acordo com informações de populares, durante toda a manhã o casal foi visto pelas ruas da cidade. “Eles foram para a praia, passearam e depois se trancaram em casa. Só que depois disso ninguém mais viu nenhum dos dois”, relata uma vizinha de ‘Djenal’.

Crime chamou a atenção de populares(Foto:Portal Infonet)
Ainda segundo as informações, os dois moraram juntos na mesma rua onde a jovem foi assassinada e após a separação Djenal alugou um quarto nos fundos de uma casa próximo a sua antiga residência.

O corpo de Amanda foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e apenas na manhã de sexta-feira deverá ser liberado para o sepultamento. O suspeito de ter cometido o crime está foragido e a polícia já começou a trabalhar na tentativa de encontrá-lo.

As informações ainda dão conta de que Amanda, que estava grávida de três meses, deixa uma filha de dois anos, que não era filha de Djenal.

Por Alcione Martins

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030