Rebelados deixam presídio do Stª Maria quase destruído
No meio da tarde eles entregaram armas e libertaram os reféns
16/04/2012  19:23

Mulheres e crianças choram no momento que são libertadas (Fotos: Portal Infonet)

Após quase 28 horas de negociações, os detentos do Complexo Penitenciário Jacintho Filho resolveram entregar as armas e libertar os reféns [familiares e agentes penitenciários]. De dentro do presídio de segurança máxima a informação é de que além de armas como escopetas, taser e chuchos, os presos tinham até mesmo um aparelho de rádio transmissor e várias algemas.

Eles decidiram aceitar os argumentos dos negociadores do Centro de Gerenciamento de Crises da Polícia Militar e do Grupamento de Tático Aéreo (GTA) com a garantia de que terão a maioria das reivindicações atendidas a exemplo de mudanças na revista.

Após a entrega das armas ao coronel Maurício Iunes, comandante do GTA, por volta das 15h, o capitão Marco Carvalho, do Gerenciamento de Crises deixou as dependências do presídio foi até a área externa conversar com os familiares. "Eu quero pedir que vocês fiquem calmos, não gritem nem façam sinais para os presos pois estamos praticamente no final das negociações e está tudo em paz, ninguém está ferido".

Coronel Iunes recebe as armas

Pouco tempo depois, os rebelados libertaram os dois agentes penitenciários que ainda estavam como reféns [127 pessoas]. De acordo com o assessor de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública, Lucas Rosário, os detentos invadiram uma sala de armas e pegaram duas escopetas e uma taser.

"Os policiais encontraram várias chuchos [armas de fabricação caseira], mas felizmente as negociações avançaram e ninguém saiu gravemente ferido, apenas um agente que tentou pular o muro e machucou a perna. O governador Marcelo Déda determinou que todas as denúncias de maus-tratos sejam apuradas", ressalta.

Reclamações

Marco Carvalho tranquiliza familiares

A maior parte das reclamações das mulheres que eram libertadas girou em torno do tratamento dispensado a elas no momento das revistas e aos detentos. "Nem cachorro passa o que eles passam aí dentro. Nem cachorro", gritava chorando a mãe de um deles.

"Ninguém ficou ferido, nós estamos bem, as crianças não se machucaram e nós esperamos que a rebelião sirva para que melhorem priuncipalmente a revista, pois muitos agentes extrapolam", complementa outra mãe cujo filho está preso acusado de tráfico.

Transferência

O advogado dos presos, José Ronilson Menezes informou ao final da rebelião que cinco presos [Anderson dos Santos, Jeferson de Araújo Alkmin, Paulo Henrique Souza de Jesus, Joselito Tavares e Marcos Rogério Carvalho] foram transferidos para os presídios de Tobias Barreto e de Nossa Senhora da Glória.

Mãe denuncia extrapolação nas revistas

"No próximo dia 23, serão transferidos Geison dos Santos, José Nilton dos Santos , Breno Alves e Jessian Santos de Jesus. Todos eles são presos setenciados e estavam em regime provisório", explica lembrando que a transferência foi uma das exigências dos rebelados, além de ampliação do número de TVs e retirada de uma agente que faz a revista.

O secretário de Segurança Pública, João Eloy disse que o desfecho foi um sucesso e que agora a preocupação é quanto ao local para acomoidar os detentos, que foram levados para um galpão, já que destruíram várias partes do Compajaf.

Alimentação

Policiais comemoram fim da rebelião

A polícia confirmou a morte de dois cães que teriam sido queimados e até mesmo algemados pelos rebelados.Uma das reclamações dos familiares é quanto a alimentação, mas um funcionário contou à reportagem do Portal Infonet, que o cardápio é muito variado.

"Eu estou arrasado em ver a cozinha totalmente destruída. A dispensa está repleta de alimentos,tanto que estão cozinhando para eles e para o reféns. Aqui cada dia sai um tipo de comida. Hoje seria dobradinha. Tem alguns que fazem dieta e a gente tem que seguir rigorosamente. Destruíram tudo", lamenta sem querer se identificar.

Ao final da operação policial, equipes da Polícia de Choque que entraram no presídio, rasgaram as faixas colocadas pelos rebelados na laje e hastearam as bandeiras do Brasil e de Sergipe.

Por Aldaci de Souza

Após 27 horas, termina a rebelião no Santa Maria
Liberada, mulher conta momentos dentro do presídio
Compajaf: Reféns são liberados, mas rebelião continua
"Rebelião pode se estender a outros presídios do Estado"
Agente é torturado, apanha e pede socorro
Disparo de arma de fogo assusta familiares de presos
Familiares dos detentos estão sendo liberados do presídio
Integrantes do PCC comandam rebelião em presídio
Negociações com presos foram suspensas
Presídio do Santa Maria é tomado por detentos
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Bom d +
17/04/2012 às 10:21
Pessoal, fala serio, comparar um cachorro com um detento, é falta de sensibilidade com a familia dos caninos. Veja o que esses detentos bonzinhos e inofensivos fizeram com 2 cachorros, algemaram e queimaram, e ler na materia em q uma mae de um vagabundo, dizer "Nem cachorro passa o que eles passam aí dentro. Nem cachorro", seria mais certo repetir o carandiru nesse presidio e em outros. Quem vai defender os direitos dos 2 cachorros brutalmente assasinados(queimados)?
Lampião virado na gota
17/04/2012 às 09:39
Quero deixar registrado aqui, meus votos sinceros de parabens a nossa polícia e a todos aqueles q se somaram nesse episódio, q poderia acabar em uma grande tragédia.Parabens mesmo, fizeram um trabalho magnifico, onde as partes não sofreram danos físicos ou mortes. A nossa polícia, tenho dito, q me orgulho em dizer q é ainda a melhor policia do norte/nordeste e quem sabe muito mais alem. Ai está a resposta q eles deram com muita bravura e responsabilidade.Esse gesto sirva de lição para os afoitos
Lampião virado na gota
17/04/2012 às 09:24
LEU, como é q um ser humano diz tamanha besteira em? Vc viu o resultado brilhante da nossa polícia? Como estariam eles hoje se atendessem esse absurdo q vc falou? Policiais são seres humanos ou carrascos sanguinários. Vc falta até com respeito a nossa policia tratando-os como se fossem eles criminosos desqualificados. Vc é um louco chame por Deus, pra nunca se encontrar nessa situação ou um parente seu. Ai vc manda matar e depois coma. Vc é doido cabra da peste.
Novidades
Anúncio
Classificados
Anuncie Grátis
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030