OAB/SE entra com notícia crime no MPE contra policiais
PMs abordaram e prenderam o advogado Cláudio Miguel Oliveira
24/05/2012  16:45

Carlos Augusto quer providências (Fotos: Arquivo Portal Infonet)

A Ordem dos Advogados do Brasil, secção Sergipe, protocolou na manhã desta quinta-feira, 24, junto ao Ministério Público Estadual (MPE) uma notícia crime contra os policiais que abordaram e prenderam o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SE, Cláudio Miguel Vieira no último dia 16 de maio.

Segundo o presidente da OAB/SE, Carlos Augusto Monteiro, foram deliberadas várias providências.

“Após a emissão de uma nota de repúdio publicada na imprensa, nós fizemos representações contra os policiais e na manhã desta quinta-feira, 24, protocolizamos uma notícia crime contra os policiais no Ministério Público Estadual através do procurador geral Dr. Orlando Rochadel, solicitando urgência na instauração de providências”, destaca.

Carlos Augusto Nascimento informou ainda que na tarde desta quinta, a OAB estará protocolando junto à Corregedoria Geral da Polícia Militar, uma representação contra os policiais.

Cláudio Miguel; "Eu não sou bandido"

Cláudio Miguel Oliveira foi levado à Delegacia Plantonista, mesmo se identificando como presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB, sob a acusação de estar protegendo jovens que causaram um acidente em um posto de combustíveis localizado à Av. Francisco Porto. "Eu não sou bandido", afirmou no momento da abordagem.

Por Aldaci de Souza

OAB/SE divulga nota de repúdio contra prisão de Cláudio
Prisão advogado: OAB/SE ainda não definiu providências
PM algema e prende presidente de Comissão da OAB/SE
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
sandoval
25/05/2012 às 08:16
Discordo plenamente sobre ações contra os policiais que trabalhavam para evitar uma expolosão no momento do acidente, o cidadão até então desconhecido como autoridade , estava dificultando o trabalho da policia , totalmente embriagado. A rotina desta autoridade é enchendo a cara no mesmo local do acidente. É importante que a OAB não aja pela emoção.
Direito
25/05/2012 às 08:09
Bom dia INFONET! O Título do assunto está escrito de forma errônea. O correto seria "Notitia criminis" pois é em latim e não "notícia crime" pois prevalece a origem da palavra.
Nelio
25/05/2012 às 07:43
Numa entrevista à rádio, foi perguntado ao advogado se ele mostrou seu documento para se identificar ao policial. Sabe o q eue disse? Que não precisava se identificar porque todo mundo sabe quem é Claudio Miguel. Alô policial! Você tem OBRIGAÇÃO de saber quem é Claudio Miguel, certo? (PS: Até então eu nunca tinha ouvido falar nesse cidadão.)
Novidades
Anúncio
Classificados
Anuncie Grátis
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030