Pai envenena filhos e também morre em via pública
Uma criança sobreviveu e outra morreu a caminho do hospital
23/09/2013  09:27
Edivânia: surpresa com comportamento do esposo (Fotos: Portal Infonet)

O carpinteiro André Gomes Menezes, 30, envenenou os dois filhos e depois cometeu o suicídio ingerindo a mesma substância que serviu aos filhos. Uma das crianças, de apenas um ano e sete meses, sobreviveu e a outra, com seis anos, morreu a caminho do hospital.

O carpinteiro morreu na rua, próximo à casa de uma das irmãs, no Jardim Centenário, onde teria deixado os filhos momentos antes. Ao cair, o carpinteiro recebeu ajuda de vizinhos e revelou que teria “feito uma besteira”, segundo informações da esposa dele, Maria Edivânia Teles de Almeida Menezes.

Segundo Edivânia, os dois filhos eram fruto do primeiro casamento do carpinteiro e moravam com a mãe biológica. Quinzenalmente, ele costumava pegar as crianças para passar o fim de semana em Itabaiana, onde ele residia com a atual esposa. No domingo, 22, ele retornou a Aracaju para devolver as crianças e, no início da noite, as deixou na casa da irmã.

Pai e filho morrem envenenados

O carpinteiro conversou várias vezes com a esposa ao telefone e, em nenhum momento, esboçou comportamento estranho. “Ele sempre perguntando como eu estava”, disse Edivânia. Ela observou que uma das irmãs dele conseguiu conversar no momento em que a vítima agonizava e, nesta conversa, o carpinteiro teria confirmado que teria servido chumbinho às crianças e a ele próprio.

Os corpos foram removidos pelo Instituto Médico Legal, que deverá concluir em 30 dias os laudos cadavéricos identificando a causa das respectivas mortes.

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030