Cancelamento do Pré-Caju preocupa vários setores
Hoteis, táxis e restaurantes devem sentir os efeitos
13/11/2014  19:57

O cancelamento da prévia carnavalesca de Aracaju pegou alguns de surpresa e pode prejudicar economia (Fotos: Portal Infonet)

O cancelamento de uma das maiores prévias carnavalescas do país, o Pré-Caju, surpreendeu a população sergipana e já é motivo de preocupação para empresários, comerciantes, e principalmente, profissionais que atuam no segmento turístico do Estado. Neste último, planejamento é palavra mais citada quando se fala em enfrentar a possível redução do fluxo de turistas no próximo verão.

O gerente geral de um dos hotéis da capital sergipana, Carlos Henrique Dutra, explica que houve um impacto negativo no primeiro momento em que a notícia foi recebida pelos hoteleiros, mas que a ocasião agora pede planejamento para o ano que vem.

“Temos mais sessenta dias pela frente para nos planejarmos. Sem dúvidas, é uma perda grande para Aracaju, para Sergipe. Aquece o mercado de trabalho, gera grande número de empregos. Mas, acredito que daqui para lá, nós consigamos compensar na perda do Pré-Caju, já que ainda estaremos em alta estação”, disse o gerente.

Carlos Henrique Dutra fala que o momento é de planejamento

As agências de turismo também estão atentas à nova realidade que Aracaju terá em janeiro de 2015. A gerente de uma das agências aracajuanas, Tirzah Duarte, também tenta olhar pelo lado positivo. “Com certeza, é uma perda para todos os setores. Mas, muitos dos turistas que vinham ao Pré-Caju, não necessariamente faziam passeios para conhecer a cidade. Sem o Pré-Caju, pode ser que novos visitantes apareçam para aproveitar a capital, já que estaremos em alta estação. E isso pode ser bom também”, explicou a gerente.

Perda

O taxista Roberto Brito, que trabalha nas imediações da Orla de Atalaia há mais de 15 anos. Ele afirma que sempre criou boas expectativas com o Pré-Caju e que não sabe o que esperar do movimento em Aracaju sem a realização da festa. “A gente já previa o bom movimento. Gerava uma renda extra muito boa. De repente recebemos essa notícia e isso é difícil para todo mundo”, disse o taxista.

Tirzah Duarte tenta olhar o cancelamento da festa  pelo lado positivo

Taxista diz que lucrava muito com a festa

Comerciante diz que movimento era intenso com a chegada do Pré-Caju

Cleberson Lima conseguiu seu primeiro emprego durante o Pré-Caju

Para Roberto, o cancelamento do Pré-Caju foi falta de consideração ao sergipano. “É uma festa de tradição. Não podiam ter deixado chegar onde chegou. Isso vai prejudicar muito o cidadão, não só o sergipano. Turistas de todo o Brasil esperavam pela festa, ou seja, eles saem prejudicados também. E isso, claro, reflete em nós taxistas também”, completou o taxista.

O comerciante Paulo Roberto trabalha há 18 anos no ramo e fala que está sem saber como vai ser o início do próximo ano. “O movimento é muito bom na época, sempre aumentando. Como é a primeira vez que isso acontece, só vamos sentir o impacto no ano que vem mesmo”, disse o comerciante.

Para aqueles que trabalham em restaurantes, a indignação pelo fim da prévia carnavalesca é a mesma. O garçom Cleberson Lima conta que foi justamente durante um Pré-Caju, anos atrás, que o proporcionou seu primeiro emprego em Aracaju. “Sou do interior. Vim trabalhar aqui durante a festa e fiquei. Então, tem um significado grande pra mim. Outras pessoas também poderiam conseguir seus trabalhos durante o Pré-Caju, como eu consegui”, disse o garçom.

Por Helena Sader e Verlane Estácio

Ambulantes fazem balanço do Pré Caju
Artistas sergipanos agradam público do Pré Caju
Conselho Tutelar faz plantão no Pré Caju
Banda Eletricaz estreia no Pré Caju
Público elege hits do Pré Caju
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Nascimento
14/11/2014 às 13:05
Os traficantes também estão tristes. Tadinhos.
eudaqui
14/11/2014 às 09:59
ESSE PRE CAJU NUNCA PASSOU DE UM "PRE INFERNAJU" POIS DIAS ANTES,DURANTE E APÓS,TUDO QUE NÃO PRESTA APARECIA COMO SALDO,AGORA VÃO FAZER ESSA FESTA NO INFERNO ONDE É O LUGAR DELA,E DEPOIS DISSO,OS CARAS OU AS CARAS QUE O POVO CHAMA DE ARTISTAS,COLOCANDO TUDO NUMA MOENDA E MISTURANDO TUDO BEM MÓIDO,NÃO FAZ UM ARTISTA DE BOA QUALIDADE,AS MUSICAS SÃO UMAS MERAS SEM LETRAS É SÓ ZUADA,SÓ MESMO CABEÇAS VAZIAS PARA GOSTAR DESSE TIPO DE FESTA E DE MUSICA,MUSICA NÃO,PORCARIA DA PIOR DAS PIORES...
Paulo Sérgio de Moraes Santos
14/11/2014 às 08:05
GOSTEI E MUITO, ACABA COM A FARRA DE DESVIOS DE VERBAS PÚBLICAS COMO SE COMENTA, O ESTADO DE SERGIPE TEM MUITAS BELEZAS E NÃO PRECISA DESTE EVENTUZINHO.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030