Emurb: servidores voltam e terceirizados continuam greve
Terceirizados da Emurb ainda não receberam salário de novembro
29/12/2016  14:01
“E tem mais de 20 funcionários que assinaram as férias de setembro e até agora não receberam nada”, diz Claudio Leite (Fotos: Arquivo Portal Infonet)

Portões da Emurb foram abertos e servidores já voltaram a trabalhar

A greve dos servidores da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) acabou, mas os trabalhadores terceirizados permanecem de braços cruzados. O que reflete diretamente nos serviços operacionais realizados pela Emurb, já que a maioria dos terceirizados atua nesse setor.

“Estamos trabalhando com uma equipe bastante reduzida e isso prejudica os serviços de manutenção das vias da cidade, os trabalhos de tapa-buraco, entre outros porque não temos equipe suficiente para atender as demandas”, informa o assessor de comunicação da Emurb, Ademar Queiroz.

Segundo ele, os serviços administrativos, como a liberação de licença para realização de obras e urbanização estão funcionando normalmente já que os servidores da parte administrativa da empresa voltaram a trabalhar. A greve da categoria teve início no dia 19 e terminou na última terça, dia 27.

Precariedade dos equipamentos

O presidente do Sindicato das Empresas da Administração Indireta do Município de Aracaju (SEAME), Claudio Leite informa que os funcionários celetistas receberam da prefeitura municipal de Aracaju o pagamento da segunda parcela do 13º, mas que ainda esperam o pagamento do vale-transporte (três meses em atraso) e ticket alimentação (dois meses em atraso).

“E tem mais de 20 funcionários que assinaram as férias de setembro e até agora não receberam nada”, diz, ao ressaltar que os serviços da parte operacional estão prejudicados não somente pela falta de trabalhadores, mas também, pela precariedade das máquinas, equipamentos e falta de matéria prima para a usina de asfalto.

Os terceirizados estão em greve porque ainda não receberam os salários refrentes ao mês de novembro, a 2ª parcela do 13º, vale-transporte e férias, além da falta de repasse dos benefícios a exemplo do recolhimento do FGTS. A Emurb conta com 179 funcionários terceirizados. 

Por Moema Lopes

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Anuncie Grátis
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030