Homem morre após passar mal em festa eletrônica
Circunstâncias da morte serão investigadas pela Polícia Civil
17/07/2017  18:04
Festa ocorreu no Povoado Areia Branca, no Mosqueiro, no último sábado, 15 (Foto: ilustrativa/Pixabay)

Um homem morreu após passar mal em uma festa eletrônica que ocorreu no povoado Areia Branca no último sábado, 15. O boletim do Instituto Médico Legal (IML) informa que o corpo de C.H.S.O. , de 32 anos, deu entrada às 6h do domingo, 16, vindo da Unidade de Pronto Atendimento Fernando Franco (UPA), com morte a esclarecer.

A Diretora do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a delegada Thereza Simony, recebeu o procedimento na tarde desta segunda-feira, 17, e iniciou as investigações. Ela informou que ainda esta semana será iniciada a ouvida dos depoimentos de todos que estiveram com o jovem e de pessoas relacionados à festa, a exemplo dos organizadores de evento, amigos que estavam na rave, funcionários que o atenderam na UPA, entre outras testemunhas.

O trabalho do DHPP será feito em conjunto com o Departamento de Narcóticos da Polícia Civil (Denarc) já que as primeiras informações que chegaram à polícia foi de consumo de droga sintética. “Tudo leva a crer que a morte foi por uso de drogas, mas só podemos afirmar quando o laudo sair”, diz o coordenador do Denarc, delegado Osvaldo Resende.

Ele acrescenta que em festas eletrônicas é comum a venda no varejo de droga sintética e que além de apurar a morte, a Polícia Civil irá em busca dos fornecedores. “Vamos trabalhar em conjunto com a DHPP, buscando e trocando informações. A droga sintética é muito comum em raves e também é uma droga cara e de alto poder danoso”, alerta o delegado.

Por Raquel Almeida

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
DHERIC
18/07/2017 às 11:48
ja vi que essa sociedade brasileira alem de machista, homofobica , preconceituosa e mais ainda discriminatoria , nunca vai pra frente . vao estudar e se informar das coisas ! Meus pesames a familia
Rcontábil
18/07/2017 às 11:23
Não tenho pena. Todos sabem que usar drogas não é bom. Um bonde velho usa, porque é idiota. Tem que morrer mesmo: Omundo é para os fortes e não para fracos.
Antonio Rafael
18/07/2017 às 09:17
Discordo completamente sobre a associação de tais entorpecentes com as raves, sou frequentador de várias e graças a Deus nunca precisei de tal, para me divertir ou me sentir bem, o que acontece nas raves acontece em qualquer tipo de festa seja qual for o gênero musical. Só tendo a cabeça muito fechada para fazer tal tipo de comentário como esse, a pessoa que usa não espera somente uma rave para isso,mesmo assim é lamentável o fato ocorrido, pois foi uma vida que se foi.
Edvaldo dos Anjos
18/07/2017 às 09:54
Concordo com você, porém, a proporção nesse tipo de festa é assustadora em relação às demaias com outros gêneros musicais....
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030