Caixa d'água: Defesa Civil diz que há corrosão prematura
Coronel entende que faltou manutenção adequação
07/11/2017  15:16
Equipes da Defesa Civil enviará laudo para a polícia (Foto: Arquivo PM)

A Defesa Civil não tem dúvida que houve corrosão prematura na estrutura da caixa d´água, que desmoronou, matando duas crianças e deixando outras 18 pessoas feridas no povoado Campo Grande, no município de Nossa Senhora das Dores. Na ótica do coronel Alexandre Alves, coordenador estadual da Defesa Civil, há corrosões visíveis na estrutura metálica e a falta de manutenção adequada pode ter sido a causa deste desgaste.

“Do ponto de vista de engenharia, uma estrutura metálica de 13 anos é uma estrutura bebê”, observou o coronel. “Tem-se a ideia de que se tivesse tido manutenção com periodicidade mais adequada, não teria ocorrido este acidente”, observa. A Defesa Civil já iniciou os levantamentos e emitirá um laudo técnico, cujo relatório será encaminhado para a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) para ser anexado ao inquérito policial instaurado pelo delegado Marcos Garcia, para investigar a ocorrência e identificar os responsáveis.

A Defesa Civil não estabeleceu prazo para conclusão do laudo técnico, mas há previsão que o relatório seja elaborado antes de 30 dias, o prazo previsto.

Por Cássia Santana

MATERIAS RELACIONADAS
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Anonymous
07/11/2017 às 20:00
Esse acidente vai dar em nada. Todos: deso, bombeiro, defesa civil, polícia civil, prefeito, etc são subordinados a mesma pessoa.
Ruan dias
07/11/2017 às 19:01
Não vai dar em nada ! Tudo que vem do governo é assim ! Só o povo pagador de impostos sofre ! Está na hora de acordar !
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030