Feirantes devem desocupar praça João XXIII em até 72h
Notificações foram realizadas nesta quarta-feira, 6
06/12/2017  20:00
Feirantes devem desocupar a praça João XXIII em até 72 horas (Foto: Marcos Rodrigues)

Os feirantes que comercializam na praça João XXIII (praça da Rodoviária Velha) estão sendo notificados nesta quarta-feira, 6, sobre necessidade de desocupação da área no prazo máximo de 72 horas. A medida atende ao plano de ação coordenado pela Empresa de Serviços Urbanos (Emsurb) em parceria com a Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, SMTT e Emurb e que deverá ser colocado em prática até 15 de dezembro.

Recadastramento

No período de 30 de novembro a 5 de dezembro, a Emsurb realizou recadastramento entre os feirantes de capital. Nesta oportunidade, foram ofertadas vagas nos mercados Albano Franco (Centro) e Nilton Santos (Augusto Franco) e nas feiras livres do Bugio, Santos Dumont e 18 do Forte.

De acordo com o diretor de Espaços Públicos e Abastecimento (Direpa), Ubiraci Rabelo, dos 74 feirantes da capital que estão na João XXIII,  51 aceitaram a sugestão e já providenciam a retirada das mercadorias e bancas da área.

Planejamento

A desocupação desta feira, que vem sendo amplamente discutida e planejada, atende ao projeto de resgatar a mobilidade urbana, a segurança e a tranquilidade nas ruas do centro da cidade, especialmente nas imediações do terminal Rodoviário Luís Garcia.

Fonte: Emsurb

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Cardoso de Almeida
06/12/2017 às 22:00
Quero saber quando os politicos e gestores corruptos deixarão as suas tribunas.
Cardoso de Almeida
06/12/2017 às 22:00
Quero saber quando os politicos e gestores corruptos deixarão as suas tribunas.
edson
06/12/2017 às 21:55
Quero ver quando vão tirar as favelas dos terminais de ônibus. É carrinho de churros, batatinha frita, churrasco, bala etc, não existe nem espaço para nos usuários que pagamos uma passagem cara, não podemos nem sentar nos bancos pois estão todos ocupados com esses ambulantes e suas mercadorias. País sem lei, pra que permiti essa feira ai? Em um país com gestores eficientes isso não é permitido. O primeiro a se instalar já era removido. Mas, nessa baderna que é Sergipe....tudo é permitido.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030