Bandidos usam fuzis e explodem caixas no interior
Quadrilha agiu na madrugada deste sábado em Poço Redondo
13/01/2018  09:49
Agência bancária destruída por explosivos (Fotos enviadas pelo grupo Festa das Cabacinhas ao Portal Infonet)

Bandidos usam fuzis de uso exclusivo do Exército Brasileiro e explodem caixas eletrônicos de agência bancária e da Empresa Brasileira dos Correios e Telégrafos instaladas no centro comercial de Poço Redondo. A ação foi registrada por volta de 1h40 da madrugada desta sábado, 13, e deixou toda a comunidade assustada na cidade em decorrência do forte barulho que as explosões provocaram.

De acordo com informações do soldado Joaquim, que integra a equipe do Destacamento Policial Militar instalado no município, no local foram encontrados projéteis de fuzis 762, arma que seria de uso exclusivo do Exército Brasileiro. “Daqui deu para sentir os estrondos”, conta o soldado que se encontra de plantão na unidade.

A equipe de plantão solicitou reforço policial ao 4º Batalhão da Polícia Militar, com sede em Canindé do São Francisco, e um grupo se deslocou para a região. Mas os policiais ficaram impossibilitados para prosseguir as diligências. De acordo com o soldado, no momento em que as equipes seguiam foram surpreendidas por grampos espalhados nas estradas que furaram os pneus das viaturas policiais.

Munição encontrada na área onde aconteceu a explosão

Identificou-se, durante a ação, que os bandidos estavam utilizando duas caminhonetas modelo 200 e conseguiram fugir após a ação criminosa. As agências do Banco e dos Correios ficaram completamente destruídas em decorrência dos explosivos utilizados pelos bandidos e não há informações se houve roubo de dinheiro. Há diligências policiais na região, mas nenhum suspeito foi identificado.

Por Cássia Santana

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
rcambro
14/01/2018 às 14:41
alguém lembra desse tipo de crime ou da epidemia de crack na época do governo FHC? e na época dos militares?
Luiz Silveira Nunes
13/01/2018 às 10:24
Art. 36. O trabalho externo será admissível para os presos em regime fechado somente em serviço ou obras públicas realizadas por órgãos da Administração Direta ou Indireta, ou entidades privadas, desde que tomadas as cautelas contra a fuga e em favor da disciplina. LEP.
Luiz Silveira Nunes
13/01/2018 às 10:20
Quando pegar estes fuleiros - como a polícia pegou 8 vermes quinta-feira- poupe a vida deles para o povo pagar o alimento desta escória na cadeia. Existe na Lei de Execuções Penais que preso - certo %- pode trabalhar em obra pública. Alguém vê vagabundo trabalhando no pesado nestas obras? Como a palavra i Ministério Público e Poder Judiciário.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030