Cárcere: jovem era obrigada a fazer vídeos eróticos
Conteúdo pornográfico rendia uma média de R$ 8 mil por mês
16/05/2018  12:06
Homem foi preso pela Polícia Civil após denúncia da vítima (Foto: arquivo Portal Infonet)

Um homem de 25 anos foi preso pela Polícia Civil de Simão Dias por obrigar a companheira, de 24, a participar de vídeos eróticos para um site pornográfico. Com o material, o acusado lucrava R$ 300 por dia, uma média de R$ 8 mil mensais.

Além do crime de exploração sexual, o homem também será indiciado por cárcere privado, estupro e agressão. De acordo com o delegado Clever Farias, responsável pelo caso, a vítima sofre os abusos desde 2015, ano em que chegou a sofrer um aborto ao ser espancada. “No final de 2015, quando ela saiu do emprego, ele a cadastrou em um site pornográfico. Inicialmente ela fez os vídeos espontaneamente para o sustento dos dois, mas depois de um tempo foi forçada a fazer”, explicou o delegado. 

A vítima só conseguiu denunciar o companheiro porque, na última segunda-feira, 14, saiu de casa para uma consulta médica e aproveitou para ir até a delegacia. “Ela era presa em casa, só saia com ele”, disse Clever Farias. “A vítima denunciou todos os crimes, inclusive contou que estava grávida em 2015 e foi espancada até perder o bebê”, relatou. O delegado reforçou que conseguiu acesso ao exame que comprovou a gravidez.

O acusado foi preso e objetos utilizados durante a prática do crime foram apreendidos. Entre eles, um caderno que mostrava a arrecadação diária com os vídeos. “Ele traçou metas mensais forçando ela a produzir cada vez mais”, disse Clever. Os vídeos eram produzidos na residência do casal, localizada no centro da cidade de Simão Dias. Em alguns. a vítima aparecia sozinha, em outros, com o acusado. Ambos usavam máscaras nos rostos.

Em depoimento à Polícia Civil, o acusado disse que era tudo consentido pela companheira e alegou ser portador de CID 21, um tipo de transtorno esquizofrênico. Ainda segundo o delegado, o homem tem passagem na polícia por agressão física a uma outra mulher. Ele está preso na Delegacia Regional de Lagarto e, de acordo com o delegado, o inquérito deve ser concluído em 10 dias.

por Jéssica França

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Edmundo Teles
17/05/2018 às 06:44
Impressionante mesmo são esses comentários.
DIMITRI
16/05/2018 às 13:44
POR ESSE PREÇO FAÇO DE LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE.
Indignada
16/05/2018 às 13:08
Psicopata! Cadeia nele! Pior é que tem publico para assistir estas porcarias!!
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030