Imbuaça comemora 40 anos com espetáculo 'Jeová'
Trabalho é inspirado em obra do escritor Jeová Santana
16/03/2017  19:37
Obra de Jeová Santana inspira espetáculo a ser exibido na comemoração do Grupo Imbuçara (Foto: Arquivo Infonet)

O Imbuaça comemora 40 anos de existência estreando mais um espetáculo. Trata-se de “Jeová...”, um trabalho inspirado na obra do escritor sergipano Jeová Santana.  A ideia surgiu a partir de uma experiência que o grupo teve em 2014 com alunos das oficinas ministradas na própria sede. Trabalhou-se dramaturgicamente contos e poemas do referido escritor e o resultado foi estimulante, revelando não só a riqueza literária do sergipano, mas a empatia do público e da crítica com o trabalho.

Não é a primeira vez que o Imbuaça volve os olhos e o coração para os nossos talentos literários. Podemos citar montagens feitas a partir de obras de sergipanos como Aglaé Alencar, Valdice Teles, Antônio Amaral, Francisco Dantas dentre outros. Mas, montar Jeová é um desafio bastante instigante. Mergulhar no seu universo é provar uma prosa contemporânea cada vez mais amadurecida. Santana, assim como Drummond burila o cotidiano nosso de cada dia que por vezes oscila entre o trágico e o dramático com nuances de comicidade inteligente e desconcertante. Ele dialoga com a realidade que nos entorpece e que segundo o crítico Paulo Lima: “lança um olhar Dostoievskiano sobre as personagens que estão sempre e estiveram bem aí ao nosso lado, no corpo a corpo com a sobrevivência, soterrados pela dureza da realidade Severina do Nordeste...”.

Para criar o universo de “Jeová...” os atores estudaram a obra do escritor sergipano ao tempo em que descobriram, auxiliados por trabalhos laboratoriais, a cor, o cheiro e a matéria que dão substância física aos seus personagens. A dramaturgia é assinada por Manoel Cerqueira e a direção e cenografia são de Iradilson Bispo que também compõem o elenco que conta ainda com as participações de: Carlos Wilker, Lindolfo Amaral, Lidhiane Lima, Priscila Capricce, Rosi Moura e Sandy Soares. Na ficha técnica ainda tem -se o luxo de contar com: figurino de José Rosa; projeto de luz de Denys Leão; trilha sonora original de Joésia Ramos; preparação musical de Amanda Cunha; assistência de ensaio de Amanda Steinbach; cenotécnica de Jair Patrocínio; operação de luz e som de Rogers Nascimento. Tudo isso sob a coordenação geral do experiente Lindolfo Amaral.

O espetáculo terá sua pré-estreia no próximo dia 24 de março na sede do grupo, com um caráter didático, restrita apenas a convidados, alunos e ex-alunos do Imbuaça. Na sequência entrará na programação do Festival Sergipano de Artes Cênicas nos dias 06 e 07 de abril sempre às 20 horas. Mas, aqueles que não puderem ou não conseguirem assistir, o grupo entrará em cartaz com datas ainda a serem definidas. A montagem foi contemplada com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz/2015 do Ministério da Cultura.

Fonte: Grupo Imbuçara

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Marco Aurélio Monteiro
17/03/2017 às 11:45
Muito bom ver o grupo Imbuaça vivo e produzindo ! Parabéns !
Novidades
Anúncio
Classificados
Anuncie Grátis
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030