Epifânio Dória é 'tomada' por exposição de Fábio Sampaio
A mostra de arte contemporânea aborda a explosão dos corpos
13/09/2017  15:33
Fábio com a equipe que participou da montagem (Foto Pritty Reis)

Conceitual e provocante, a nova exposição do artista visual Fábio Sampaio, ultrapassou as fronteiras do Hall da Biblioteca Pública Epifânio Dória. Lançada na noite desta terça-feira, 12 de setembro, a mostra “l BRAIMSTORMING l (ISONOMIA) > OPUS 4.5 - ??”, se espalhou pelos vários níveis do prédio e culminou em uma explosão sonora composta por uma mixagem do Dj Budah, com Arctic Monkay, Beethoven e a sanfona de Lucas Campelo.

“O meu maior intuito é alcançar o público da Biblioteca, os usuários mesmo. Não é um projeto de exposição com quadros, é uma instalação que foi inspirada na música Braimstorming, da banda Arctic Monkays. Na época do edital fiquei pensando na força da música e da arquitetura a Biblioteca, que tem partes altas e baixas, e imaginei as pessoas se projetando, perdendo um corpo físico, por isso uso os pares de sapatos”, explicou o artista.

O também artista visual, Crec Leão, elogiou a exposição do colega. “Acho que está na hora do público de Aracaju começar a conhecer e se acostumar com a arte não convencional. Claro que isso não invalida a produção mais tradicional de pintura, eu mesmo sou mais da pintora, mas estas instalações vêm para habituar o público e os transeuntes a conhecer coisas novas. Porque a arte não se resume a um quadro na parede”, argumentou. 

Para a diretora da Biblioteca, Juciene Maria de Jesus, a proposta do edital e das exposições, é dar ainda mais dinâmica as atividades do espaço. “Entendemos que a Biblioteca não é só um lugar de leitura, mas de cultura como um todo, um lugar vivo. Nós ficamos muitos satisfeitos com a criação do edital, e em estar recebendo a exposição deste grande artista que é Fábio Sampaio”, afirmou. 

Esta é a segunda mostra do Espaço Cultural Leonardo Alencar, selecionada pelo Edital de Ocupação do Hall da Biblioteca Pública Epifânio Dória de 2017, que é uma realização do Governo do Estado, através da Secretária de Estado da Cultura (Secult). A mostra é composta por elementos urbanos, vestimentas e objetos já em uso, coletados ou trocadas com outras pessoas. 

O título da exposição é uma composição conceitual que traz a expressão inglesa “Braimstorming”, traduzida como “tempestade de ideias”;  a palavra “Isonomia”, que significa estado dos que são governados pela mesma lei; “Opus 4.5”, que na música indica a sequencia das publicações de um compositor, e ??, traduzido como igualdade de tratamento das pessoas, independentemente das diferenças sociais ou culturais.

A exposição segue aberta ao público até o dia 26 de outubro. Grupos e escolas interessadas em agendar visitas podem entrar em contato pelo telefone (79) 3179-1907. A Biblioteca Pública Epifânio Dória está localizada na Rua Dr. Leonardo Leite, s/n, Bairro 13 de Julho, Aracaju.

Fonte: Secult

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030