Mostra “Personificação” é lançada na Galeria J. Inácio
O lançamento aconteceu na última terça-feira, 10
11/10/2017  18:33
O lançamento aconteceu na última quarta (Foto: Pritty Reis/Secult)

Um passeio transatlântico sob a influência portuguesa, voltada a azulejaria. Está é a proposta que norteia a exposição “Personificação”, lançada na noite desta terça-feira, 10, na Galeria de Artes J. Inácio. De autoria da professora e artista visual, Adriana Dantas, a mostra reúne trabalhos desenvolvidos a partir de sua pesquisa de pós-doutorado realizada na Universidade de Lisboa, em 2014, composta por pinturas, desenhos e colagens que produzem formatos imagéticos diversificados.

"Toda parte sobre a figura humana que desenvolvi durante a minha pesquisa, ainda não tinha sido exposta. Então, surgiu esta oportunidade magnifica, que valoriza o artista, e resolvi me inscrever no edital. Minha família é de origem portuguesa, por isso, me identifiquei muito com a identidade e a cultura de lá. Ao longo da pesquisa fui rascunhando algumas ideias, dentro do processo criativo, que deram origem a este trabalho”, explicou Adriana Dantas.

Esta é a quinta mostra entre os projetos selecionados pelo edital de Ocupação da Galeria referentes a 2017, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult). “Esta exposição reforça a importância dos editais da Secult, que vamos dar continuidade para o próximo ano, não só o de ocupação da Galeria, como do Espaço Leonardo Alencar, pois temos absoluta certeza que ambos foram um sucesso ao longo desse ano. Adriana está de parabéns por este trabalho brilhante, que traz peças muito bonitas e que engrandecem a cultura de Sergipe.”, afirmou o Secretário de Estado da Cultura, João Augusto Gama.

Arte educadora e ex-aluna de Adriana, Vanderlea Cardoso, elogiou a mostra. “O trabalho dela remete muito a arquitetura, não só pelos azulejos, mas pela perspectiva e geometria do espaço. Acho muito bacana quando ela pega um recorte da arquitetura, mínimo e transforma em algo novo”, destacou. Ela também falou sobre a importância do edital enquanto forma de democratização do espaço. “Desde que o Fórum de Artes Visuais de Sergipe procurou a Secult, vemos que não só a demanda dos editais foi aderida e mantida pela Secretaria, como também há um cuidado da equipe, através da diretora da Galeria, que está sempre aberta, e dos estagiários, que são pessoas do curso de artes visuais, o que é muito bacana”, opinou.

Segundo a diretora da Galeria, Jane Junqueira, além de incentivar os artistas, um dos principais objetivos das exposições é contribuir para formação de público despertando o interesse pelas artes visuais. “Esta proposta da Galeria, de estar sempre formando público, tem se efetivado principalmente através de convites a escolas. Porque às vezes é a única oportunidade destes meninos terem acesso e conhecer o trabalho, além de ter a oportunidade de participar de interações com os próprios artistas”, contou.

A mostra segue aberta ao público até o dia 03 de novembro, com visitas das 8 às 17 horas. A Galeria J. Inácio fica em anexo à Biblioteca Pública Epifânio Dória, localizada na Rua Dr. Leonardo Leite, Bairro 13 de Julho, Aracaju – SE. Grupos e escolas interessados em visitar a exposição podem entrar em contato pelo telefone (79) 3179 – 1969.

Fonte: Secult

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030