Presidente da AMO recebe título de Cidadã Aracajuana
Maria da Conceição tem 20 anos de voluntariado
22/11/2017  20:22
Maria da Conceição tem 20 anos de voluntariado (Foto: divulgação)

A presidente de honra da Associação dos Amigos da Oncologia (AMO), a assistente social Maria da Conceição Balbino, recebeu o título de Cidadã Aracajuana em razão de seus 30 anos de Serviço Social e mais de 20 de voluntariado. O título foi concedido no final da tarde desta quarta-feira, 22, em Sessão Solene na Câmara Municipal de Aracaju (CMA). A propositura, aprovada pelo Plenário da Casa Parlamentar, foi de autoria do presidente Nitinho (PSD). A entrega do título foi prestigiada por autoridades políticas, além de familiares e amigos da homenageada.

Nitinho destacou o merecimento da homenagem, observando que Maria da Conceição Balbino é representante legítima de um segmento de importante atuação na sociedade. Para o vereador, a homenageada amplia a família aracajuana e este é o maior prêmio que a cidade pode dar a quem prestou e presta serviços relevantes ao povo aracajuano. "Acho que nada mais justo do que fazer a homenagem com essa honraria, que é a mais alta da nossa cidade e fazer com que todo município reconheça aquilo que, de fato, ela tem feito. Você é uma pessoa que efetivamente trabalha por nossa cidade e, por isso, está mais do que a altura desta homenagem”, ressaltou o parlamentar em seu discurso.

A presidente da AMO, a assistente social Maria da Conceição Balbino usou a Tribuna para agradecer a todos os parlamentares pela outorga do título de Cidadã Aracajuana. Falando com o coração, como ela mesmo fez questão de frisar, a homenageada agradeceu o título e disse que este era um dia muito especial para ela. "É uma honra pelo reconhecimento do meu trabalho. Nem todos tem o privilégio de receber este título. Para mim é um momento marcante, uma forma de oficializar o que sempre defendo no Estado. Eu não trocaria Sergipe por nada no mundo. Aqui é minha terra. Obrigado por tudo", agradeceu.

Biografia

Natural de Itaquara, cidade da microrregião de Jequié, no centro-sul da Bahia, Conceição Balbino cresceu, estudou e se desenvolveu em Aracaju, tendo passado alguns anos da infância com a família na cidade sergipana de Lagarto. Estudou na escola particular Instituto Dom Fernando Gomes, no bairro Siqueira Campos, onde obteve sólida formação cristã, e completou a sua educação básica no Colégio Estadual Atheneu Sergipense.

Família

É a mais velha das quatro filhas da dona de casa Arminda Portugal e do caminhoneiro Augusto Balbino. Das três irmãs, duas faleceram na infância, inclusive a sua irmã gêmea, que a levou até hoje ser devota dos santos católicos Cosme e Damião. Apenas uma das irmãs é viva, com quem compartilha amor e muita vida. Atualmente casada com o médico radiologista Edson Freire, Conceição tem um filho advogado, dois sobrinhos e está à espera do seu neto.

Carreira profissional

Com formação acadêmica sólida, Conceição possui exatos 30 anos de formação em Serviço Social pela Universidade Federal de Sergipe. É especialista em Políticas Públicas pela mesma universidade; Auditoria em Serviço de Saúde pela Universidade de Ribeirão Preto; e Direitos Sociais e Serviço Social pela Universidade de Brasília.

Iniciou sua carreira profissional como assistente social no Serviço Social do Hospital de Cirurgia, onde foi coordenadora da Oncologia e do grupo de Humanização. Atualmente, é servidora pública de carreira da Prefeitura de Aracaju e desempenha função técnica em diversos protocolos relacionados à saúde do trabalhador pelo Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador, na Secretaria da Saúde.

Liderança e voluntariado

Em 2009 foi premiada pela Prefeitura de Aracaju com o Troféu Núbia Marques – honraria dedicada a mulheres que se destacam na promoção da qualidade de vida e na garantia dos direitos humanos. Sempre focada em serviços comunitários, já foi presidente de associação de bairro de Aracaju, tem 21 anos de vida dedicados ao voluntariado.

Na AMO, atuou como membro do Conselho Científico e como vice-presidente. É a idealizadora da associação e uma dos 29 sócios-fundadores. Lidera, atualmente, cerca de 130 voluntários, 55 colaboradores e 2.200 pacientes com câncer, de todas as faixas de idade (crianças, adolescentes, adultos e idosos), com origem na capital e interior de Sergipe e de cidades da Bahia, de Alagoas e de Pernambuco.

Fonte: CMA

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
RICARDO MACCIONE
23/11/2017 às 11:49
Justa e merecida homenagem a essa minha grande amiga. Que Deus te abençoe sempre nesta jornada árdua.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030