Mais três finalistas do 'Um Banquinho, Uma Canção'
Os selecionados Amora Valente, Danilo Duarte e Voodoo Cigano
12/01/2018  14:37
Os selecionados Amora Valente, Danilo Duarte e Voodoo Cigano (Foto: Pritty Reis)

Toques refinados dos violões e vozes com requinte de beleza definiram a segunda noite da terceira edição do Festival de Música “Um Banquinho, Uma Canção”. Promovido pelo Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), o evento segue até o dia 01 de fevereiro, com mais duas eliminatórias e a final, que acontecerá no café do Palácio Museu Olímpio Campos.

A segunda eliminatória aconteceu nesta quinta-feira, 11, no Villa Botequim, localizado no Bairro Garcia. “A expectativa não poderia ser melhor. Música boa é sinônimo de casa cheia, e foi isso que aconteceu aqui no Villa Botequim esta noite. O festival favorece o músico que se apresenta, o cliente que consome e quer ouvir uma boa música e o restaurante que lucra com ambas as partes”, destacou o gerente da casa, Gilton Lima.

Seguindo a programação, mais três artistas foram selecionados dentre os seis que se apresentaram. Os finalistas eleitos pelo corpo de jurados foram: Amora Valente, Danilo Duarte e Voodoo Cigano. Amora Valente disse estar emocionada com sua primeira participação em festivais e ressalta que está animada para a final. “Hoje foi o resultado de todo um trabalho que montamos nesses últimos dias. Os acertos dos arranjos e dos acordes foram detalhados minimamente pensando primeiramente no público que é nosso combustível. Agradeço a oportunidade de ser selecionada”, evidenciou.

A voz e violão de Danilo Duarte fizeram com que ele também fosse classificado. “O que me chamou atenção no festival é que todos os ritmos são respeitados. Subiram no palco artistas de vários segmentos e todos foram aplaudidos pelo público. Isso torna o prêmio mais interessante”, ressaltou. Já Rodrigo Cunha, da Voodoo Cigano, contou que participou da edição, inclusive chegando a final. “O bom de participar outra vez é que já estamos mais preparados que a edição anterior. Colocamos elementos novos nas músicas sem tirar a essência do nosso grupo. O nosso segredo é nos divertir tocando e tirar um pouco esse foco da competitividade”, enfatizou.

O Secretário de Estado da Cultura, João Augusto Gama prestigiou o evento e afirmou a importância de fomentar festivais desse porte no estado. “O evento está em absoluto sucesso. Na primeira noite houve grandes apresentações e bom público, e hoje também contamos com um grande número de pessoas com a intenção de prestigiar os nossos artistas sergipanos. Acredito que esta terceira edição esteja sendo a de maior sucesso entre todas”, salientou.

O cantor e compositor Luiz Fontineli participou da primeira edição do Festival de Música “Um Banquinho, uma canção” como um dos artistas selecionados, e dessa vez esteve sentados nos bancos de jurados. “Confesso que prefiro estar no palco porque lá nós cantamos e jogamos a responsabilidade para os jurados. Já que dessa vez participo como jurado, estou sentindo na pele o quão é difícil julgar tanta gente boa que subiu nesse palco. Sinto-me bastante lisonjeado de ter sido convidado a escolher os próximos finalistas”, disse.

Próximas eliminatórias

A programação segue no dia 18 de janeiro, no Brother’s Club, e dia 25, no Gonzaga Bar e Petiscaria. Viabilizado com recursos do Fundo Estadual de Desenvolvimento Cultural e Artístico (Funcart) e aprovação do Conselho Estadual de Cultura, o Festival é um evento democrático que abriga vários estilos de música, incentivando a produção local e a formação de público. Todos os músicos foram selecionados via edital.

Cada participante apresenta três músicas, sendo uma de autor nacional, uma de autor sergipano e uma música inédita. A premiação em dinheiro, desta edição, varia de R$ 400,00 à R$ 5mil, além do prêmio de Melhor Música Inédita no valor de R$ 1,5mil. Confira o cronograma das apresentações para apoiar e torcer por seu músico preferido.

18 de janeiro – 19h
Brother’s Club – Aracaju
1 – Paulinho Araújo
2 – Sílvio Rocha
3 – Bruna Brandão
4 – Roger Kbelera
5 – Paulinho Só
6 – Bruna Ribeiro

25 de janeiro – 19h
Gonzaga Bar e Petiscaria – Aracaju
1 – Amanda Cunha
2 – Newton Brito
3 – Doca Furtado
4 – Sena
5 – Maria Cristina
6 – Aldemir Barros

Fonte: Secretaria de Estado da Cultura (Secult)

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030