Exposição que ‘brinca’ com realidade virtual é lançada
Lançamento da exposição aconteceu nesta terça-feira, 15
15/05/2018  14:22

Exposição foi lançada nesta terça (Fotos: Portal Infonet)

Estudantes visitaram a exposição.

Marcelo Prudente é o responsável pela exposição

O artista visual Marcelo Prudente lançou na manhã desta terça-feira, 15, a exposição “Erro 404: Arte não encontrada”. A mostra que se baseia em realidade virtual e realidade aumentada é uma das três que ocuparão durante este ano o Espaço Cultural Leonardo Alencar, localizado no hall da Biblioteca Pública Epifânio Dória.

A exposição contará com cinco séries, totalizando 13 obras, entre instalações eletrônicas e um game art, que contará a história do índio Serigy, e que será lançado no decorrer da exposição. Para poder interagir com os painéis artísticos presentes na exposição é necessário fazer uso do aplicativo hp reveal, que pode ser baixado no tablet ou no celular. “A ideia da exposição é que tenha os códigos de realidade aumentada que vão ficar disponibilizados na ocupação e para acessar os códigos você precisaria ter o aplicativo instalado ou através de algum mediador que estiver na exposição que poderá mostrar como funciona”, explica.

O lançamento da exposição contou com a presença dos alunos do 2° ano do Colégio Estadual Prof. Gonçalo Rollemberg Leite. Acompanhando os estudantes, a professora de Artes, Gabriela Santos, acredita que a exposição é mais uma oportunidade para os alunos entenderem que a arte não é algo estático ou antigo. “Isso faz parte do cotidiano deles hoje, e é bem interessante tem um profissional da arte como o Marcelo pensando em uma produção que foge do tradicional e dialoga com o agora, que é basicamente o que os adolescentes buscam”, afirma.

O espaço

O espaço receberá três exposições individuais ao longo de 2018 e esta é a primeira delas. As mostras foram selecionadas através do Edital de Ocupação do Foyer da Biblioteca, promovido pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Para a assessora da Secult, Eliana Borges, as mostras podem contribuir para os alunos das redes de ensino. “Essa é a proposta do edital, que a secretaria lança, sempre no sentido de dinamizarmos os espaços e que os alunos, principalmente as novas gerações possam vir a valorizar a arte e também estar em contato com a biblioteca”, declara.

por Yago de Andrade e Aisla Vasconcelos

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030