Sem recursos, Infraero suspende obras no aeroporto
Empresa espera que Governo Federal libere recursos
09/08/2016  08:39
Ampliação de aeroporto depende de recursos federais (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) suspendeu as obras de ampliação do aeroporto de Aracaju e não sinaliza perspectiva de retomada dos investimentos. De acordo com a assessoria de imprensa da Infraero em Brasília, a empresa aguarda a liberação de recursos que deveria ter sido feita pelo Governo Federal. Ao Portal Infonet, a assessoria de imprensa informou que a parte de responsabilidade do Governo do Estado, referente ao entorno, já está concluída.

O Estado informou que fez o investimento na ordem de R$55milhões referente ao projeto de engenharia da ampliação e do sistema viário do entorno.

A assessoria de imprensa da Infraero informa que o investimento total do projeto está avaliado em R$ 300 milhões e que, até o momento, foram executados 79,73% dos trabalhos previstos. A assessoria explica que o projeto contempla a ampliação da pista de pousos e decolagens do Aeroporto de Aracaju/Santa Maria, que sairá dos atuais 2,2 mil metros para 2,78 mil metros, além da construção de novas áreas de escape, aprimorando a segurança das operações.

O sistema de pistas também receberá quatro novas taxiways (pistas de manobra de aeronaves). Outros serviços previstos envolvem a criação de uma área para testes de motores, a revitalização do balizamento luminoso e o recapeamento da pista e ainda um novo terminal de passageiros, segundo a assessoria da empresa.

Nessas novas instalações, a capacidade do aeroporto passaria para 6 milhões de passageiros por ano. O Aeroporto de Aracaju conta com 15 voos diários autorizados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Além disso, o terminal de passageiros pode receber 2,6 milhões de embarques e desembarques por ano. Em 2015, a movimentação registrada foi de 1,2 milhão de passageiros (embarque e desembarque).

Atualmente, quatro companhias aéreas operam voos em Aracaju – Latam, Gol, Avianca e Azul -, que ligam o terminal a sete destinos nacionais: Rio de Janeiro (RJ); Brasília (DF); São Paulo (SP); Campinas (SP); Recife (PE); Salvador (BA) e Maceió (AL).

Por Cássia Santana

MATERIAS RELACIONADAS
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Netto
09/08/2016 às 16:43
É LAMENTÁVEL A BANCADA SERGIPANA! NÃO TEM FORÇA PARA NADA, ALÉM DE UM GOVERNO QUE SE POSICIONA CONTRA O PRÓPRIO PARTIDO, ESPERAR O QUE? COM DÉDA SE DIZENDO "CUMPADRE" DO LULAdrão, SERGIPE NÃO AVANÇOU EM NADA, QUANTO MAIS AGORA COM ESSE governadorzinho BRIGADO COM O PRESIDENTE E EM FAVOR DA LADRA, QUE AFUNDOU O PAÍS. SUGESTÃO: FECHA O AEROPORTO E AMPLIA A RODOVIÁRIA...
Edson Rodrigues
09/08/2016 às 19:45
E VERDADE, COM DEDA QUE ERA COMPADRE SERGIPE NÃO CONSEGUIU NADA, IMAGINE AGORA, AS COISAS PARA SERGIPE É SEMPRE DIFICIL, AGORA TEM UNS DEPUTADOS E SENADORES MOLENGAS QUE NÃO FAZEM NADA PELO ESTADO, SÓ QUEREM RECEBER OS SALÁRIOS E PRONTO.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030