Grafologia auxilia outras ciências
No próximo dia 12, o grafólogo Eduardo Evangelista estará ministrando um curso no Senac
04/08/2010  09:06

Eduardo Evangelista
A grafologia subsidia a área de Desenvolvimento de Pessoal e serve como ciência auxiliar nas áreas de Orientação Profissional, Pedagogia, Criminologia e Auto-Conhecimento. Em entrevista ao Portal Infonet, o grafólogo Eduardo Evangelista, explica a prática e benefícios desta ciência.

Portal Infonet – Como pode ser definida a Grafologia?
Eduardo Evangelista -
Como o próprio nome diz, a Grafologia tem por objeto de estudo a escrita. Assim, pode ser definida como a Ciência da Escrita, através da qual, mediante um sistema e métodos próprios, permite conhecer a personalidade global do indivíduo, através da análise de sua escrita. Os estudos da personalidade integral do homem através de Grafologia são muito antigos e o primeiro documento científico que se conhece a respeito data de 1622, de autoria de Camilo Baldo. Mas o pai da grafologia foi o francês Jean-Hippolyte Michon, diplomado em Humanidades e que em 1871 fundou a Sociedade de Grafologia De Paris e passou a editar a revista ‘Graphologie’ (ainda hoje existente). A ele se deve, ainda, o nome Grafologia.

Infonet – Que espaço a Grafologia tem atualmente?
EE - De valor internacionalmente reconhecido, a Grafologia é um instrumento fidedigno de avaliação dos indivíduos, altamente projetivo e confiável. Um dos méritos da grafologia é a análise integrada do indivíduo, dimensionada através de um texto manuscrito redigido de próprio punho, revelando o nível intelectual, as aptidões e características de personalidade. Aborda a tomada de decisão, iniciativa, estabilidade emocional, produtividade, capacidade de liderança, perseverança, sociabilidade, rendimento profissional, etc. 

Assim, a Grafologia no Brasil está cada vez mais subsidiando a área de Desenvolvimento de Pessoal e servindo como ciência auxiliar nas áreas de Orientação Profissional, Pedagogia, Criminologia e Auto-Conhecimento. É bastante utilizada para a Seleção de Pessoal, Desenvolvimento de Talentos e também na área de Treinamento.

Infonet - Qualquer pessoa pode ser um grafólogo?
EE - Sim, qualquer pessoa de nível superior pode se especializar em Grafologia e, assim, adquirir um novo campo de estudo e de trabalho. A formação oficial do grafólogo, no momento, realiza-se através de cursos de Formação Inicial com carga horária mínima de 69 h/aula (que habilita a pessoa a trabalhar apenas com a Avaliação Grafológica) e a Formação Profissional (com duração de dois anos)  quando a pessoa se forma para ser um Grafólogo Profissional. Dependendo do seu conhecimento científico, até mesmo ser Professor de Grafologia. Há alguns cursos de caráter apenas informativo, em que nada se aprende. Mas há, inclusive, um Código de Ética do Grafólogo, estabelecido pela Sociedade Brasileira de Grafologia e que segue os meus cânones dos códigos deontológicos de grafologia que existem no mundo.

Infonet - E quais as principais características que uma pessoa precisa ter para atuar na área?
EE -
Para estudar grafologia é preciso que a pessoa goste de ler, estudar, pesquisar e também de trabalhar com detalhes, isto é, gostar de desvendar detalhes, porque o que se estuda na Escrita são os gestos e os micro-gestos que existem nas letras, os detalhes.

Infonet - Como é feita uma análise grafológica?
EE -
Para a realização de uma análise grafológica é solicitada à pessoa que escreva um texto com tema de livre escolha, com mais ou menos vinte linhas, em papel sem pauta. Após escrever, ela deve assinar com a sua assinatura habitual e, no verso do papel, autorizar a realização do exame.

O grafólogo vai analisar todos os gêneros gráficos (ordem do texto, margens, espaços entre palavras e linhas, direção das linhas, inclinação das letras, pressão, profundidade, velocidade, sinais particulares, etc. ) e, mediante um sistema e um método que é próprio dessa ciência, elabora um Perfil da pessoa. Se for para a seleção de um cargo numa empresa, o grafólogo procura enquadrar as características da pessoa com o perfil do cargo, concluindo se ele é adequado ou não para exercer as funções correspondentes.

Infonet - Que benefício para o crescimento pessoal através dessa análise?
EE
- Conhecer-se é sempre a busca maior do ser humano. A Análise Grafológica oferece à pessoa um ‘retrato’ integral da sua personalidade, caráter, nível de sociabilidade, áreas das ciências com as quais mais se identifica, suas dificuldades, suas possibilidades, etc. Assim, mapeando os aspectos de personalidade e caráter, possibilita às pessoas um autoconhecimento e a possibilidade de atuarem melhor na sua vida pessoa, social e profissional.

Infonet - Quem são os profissionais capacitados para fazer esse tipo de análise?
EE -
Somente grafólogos com cursos reconhecidos pela Sociedade Brasileira de Grafologia (Sobrag) podem atuar com a técnica. A regulamentação da profissão deve ocorrer ainda este ano, porque o Projeto de Lei que tramitou no Congresso Nacional já recebeu parecer favorável de todas as comissões e deve seguir para a sancão do Presidente da República.

Com essa regulamentação, o ensino da Grafologia passará para a Universidade (como em todas as partes do mundo) e, futuramente, teremos os primeiros grafólogos brasileiros formados em cursos universitários. No momento existem cursos de Extensão também sendo realizados em várias universidades do país, lecionados por Grafólogos Profissionais.

Infonet - Quanto custa em média uma análise grafológica?
EE -
O preço varia muito em função do volume de análises que as empresas solicitam ao Grafólogo. Todavia, para análise de autoconhecimento, custa em média R$ 150.

Infonet - O que será abordado na palestra que você vai proferir em Aracaju?
EE -
Na palestra do dia 12 de Agosto - às 19h30, no auditório do SENAC -, abordarei os campos de aplicação da grafologia, mostrando aos interessados como é vasto o campo de aplicação da grafologia e como os futuros grafólogos poderão atuar na profissão.

Infonet  - Qual o público alvo do evento?
EE -
Qualquer pessoa que se interesse pelo tema poderá assistir a Palestra. Mas o publico alvo são profissionais da área de Recursos Humanos, Psicólogos, Grafólogos, Perigos Grafotécnicos, Advogados, Juízes, Médicos, Filósofos, Pedagogos e estudantes universitários dessas mesmas áreas.

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030