Sergipe segue entre piores índices de educação no país
Estado cumpriu meta apenas nos anos iniciais do fundamental
08/09/2016  20:25
Dados foram divulgados hoje pelo IDEB. Tabela referente ao 4º/5º ano (Foto: Reprodução/IDEB)

O cenário da educação do estado de Sergipe ainda segue como um dos piores de todo o Brasil, de acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Os dados relativos ao ano de 2015 de todos os estados brasileiros foram divulgados nesta quinta-feira, 9, pelo Ministério da Educação. Os índices são avaliados em três categorias: 4º/5º ano; 8º/9º ano e 3º série do Ensino Médio. Em todos os três, Sergipe figurou entre os mais baixos índices do país, e cumpriu a meta do (MEC) apenas na primeira categoria.

De acordo com o IDEB, Sergipe registrou índice de 4.6 na categoria 4º/5º ano, superando a meta de 4.4; mas ainda assim, tem o terceiro pior índice do país, a frente apenas do Pará e Amapá. Na categoria 8º/9º ano, o resultado é ainda pior. Sergipe registrou o mais baixo índice do país, 3.5, empatado com o estado de Alagoas. A meta era 4.3. Por último, na categoria referente a 3ª série do Ensino Médio, o índice sergipano foi de 3.2, também um dos piores do Brasil. Apenas Bahia e Alagoas foram mais baixos. A meta do MEC para Sergipe era de 4.2.

O índice de desenvolvimento dos alunos da 3ª série do ensino médio em Sergipe, segundo o IDEB, está estagnado desde 2009, em 3.2. Enquanto se observa pelo menos uma pequena crescente em outras categorias, nesta parcela de estudantes que normalmente estão em transição para o ensino superior, o índice de 2015 revela uma deficiência que dura há mais de cinco anos.

Referente ao 8º/9º ano

O próximo levantamento de dados do IDEB será divulgado agora apenas em 2017, já que a pesquisa é feita a cada dois anos. Para o ano, o MEC já deixou estabelecidas outras metas. Em Sergipe, o MEC prevê o índice de 4.7 na categoria 4º/5º ano; 4.5 na 8º/9º ano e 4.6 na 3º série do Ensino Médio.

Brasil

Em âmbito nacional, o Brasil assim como Sergipe, só atingiu a meta na categoria 4º/5º ano do ensino fundamental, referente aos anos iniciais da educação básica. Registrou 5.5 enquanto a meta era 5.2. Nas demais categorias, o país fracassou. Nos anos finais do ensino médio [8º/9º ano] registrou 4.5 e a meta era 4.7, e na categoria condizente ao ensino médio, obteve 3.7, bem abaixo da meta, estipulada em 4.3.

Por Ícaro Novaes e Raquel Almeida

Referente ao 3º ano do ensino médio

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
APARECIDA SOUZA
09/09/2016 às 09:53
Os professores estão, na sua esmagadora maioria, agudamente conscientes da inadequação da formação profissional recebida; eles se sentem jogados na água sem que ninguém esteja preocupado em ensiná-los a nadar. De um lado, eles julgam quase sempre suficiente a preparação disciplinar obtida, mas se sentem desguarnecidos na linha de frente do conhecimento dos problemas educativos, dos processos de aprendizagem na idade evolutiva,das metodologias didáticas gerais[...](CAVALLI,a cura di, 1992).
Eduardo
08/09/2016 às 23:21
Os políticos devem comemorar esses resultados porque precisam de pessoas com escolarização deficiente, pois são muito mais fáceis de manipular. Vemos hoje uma triste realidade no Brasil, os governos não investem o que deveriam em educação, pagam muito mal aos educadores e não oferecem condições para melhorar sua formação, as escolas possuem estruturas precárias, os jovens perderam a vontade de estudar porque não têm garantias de emprego pela formação acadêmica, enfim, chegamos ao caos.
Sandra Pina Santos
08/09/2016 às 21:19
Com certeza SYLvia, vc está certa....não valoriza , não dão condições e estrutura o que fazer? novidade esse IDEB ...enquanto tivermos políticos que só olham para seu umbigo,Sergipe e o Brasil vão continuar tendo o que merecem. Novidade isso....o caos está instalado nas escolas derrubadas, alunos que só querem se drogar, e fazer algazarras nas escolas só dá nisso. O resultado está ai quanto menos educação mais violência. E se dane quem quer alguma coisa....politica de Jackson , bem feito.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030