UFS inaugura Memorial da Democracia
Espaço foi construído na área central do campus
13/09/2017  10:27
Monumento foi inspirado na obra de Oscar Niemeyer (foto reprodução vídeo UFS)

O Memorial da Democracia da Universidade Federal de Sergipe foi inaugurado na última terça-feira, 12. Com um investimento de R$ 1.644.921,54, área de 16.910,00 m² e área verde (gramados) de 10.201,43 m², o memorial foi construído na área central do campus de São Cristóvão. O espaço é composto por 1.771 mudas, sendo 27 palmeiras imperiais e 7 árvores (flamboyant).

Sua estrutura conta com pisos táteis direcionais e de alerta, 13 pares de painéis informativos de vidro e alumínio composto, 12 pares de lixeiras (coleta seletiva de lixo orgânico e inorgânico), palco com área de 180 m² (acessível), 12 módulos de bancos retangulares, 3 módulos de bancos curvos (com talude - bancos principais), 8 esculturas de concreto, 1 monumento central (mãos) e iluminação cênica em LED com sistema RGB (diversas opções de cor), possibilitando o ajuste para a cor desejada (comemorações, datas temáticas, dentre outras).

A concepção formal da praça partiu de dois princípios: a constituição de uma centralidade, de um espaço para aglomerações, reuniões e encontros; e o princípio da diversidade: linhas sinuosas e em diferentes direções apontam para a noção de multiplicidade na comunidade universitária.

Assista vídeo com monimento


Significado das mãos

As mãos localizadas no centro da praça foram inspiradas no Memorial da América Latina, obra projetada por Oscar Niemeyer em São Paulo.
As mãos, que não compunham o projeto inicial, estão estendidas e espalmadas para toda a comunidade universitária no sentido de enaltecer a verdade, memória e justiça.

Fonte: Ascom UFS

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Cardoso de Almeida
13/09/2017 às 11:16
Depois reclamam que não tem dinheiro. A chamada esquerda e parte formada nas universidades públicas saquearam o país, não venham que no passado, pois a esquerda que proclamou tanto a liberdade, a democracia, foi a mesma que atolou o Brasil, no maior escândalo de corrupção jamais documentado. Maior que os colonizadores, a república, maior que o rombo dos militares de 1964 a 1985. Agora vem com papo de memorial. Envergonharam a velha guarda de 1958.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030