Governo realiza reforma e modernização no Atheneu
A obra tem investimentos na ordem R$ 6.827.206,76
11/01/2018  18:05
(Foto: Jorge Reis)

O Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra) em parceria com a Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop), está executando uma grande reforma e ampliação no Colégio Estadual Atheneu Sergipense.

Situado no Largo Graccho Cardoso, no bairro São José e ocupando uma área total de 12.215,66 m², o colégio foi fundado em 24 de outubro de 1870, sendo o primeiro estabelecimento de instrução pública da província de Sergipe e, ao longo das décadas foi o templo de aprendizagem de milhares de sergipanos, entre eles grandes personalidades das mais diversas áreas, tornando-se centro de excelência e atualmente funcionando em tempo integral, contando com 1015 alunos, 47 professores e mais de 100 funcionários.

A obra

Tendo investimentos na ordem R$ 6.827.206,76, provenientes de recursos do tesouro estadual, a reforma e ampliação consistem na revitalização na construção de um novo auditório, implantação de sistema de climatização de Ar Tipo VRF e catracas eletrônicas no acesso principal, revitalização do refeitório, grêmio estudantil e sala de dança, revisão da cobertura, esquadrias de madeira e cobogós e das grades de proteção, recuperação dos WC’s para portadores de necessidades especiais, da estrutura metálica da quadra poliesportiva, substituição dos quadros verdes pelos quadros de fórmica brancos, pavimentação dos acessos e passeios em piso de concreto desempolado, pavimentação interna do prédio em piso de alta resistência e piso cerâmico e pintura geral interna e externa.

Uma vez reformado e ampliado, o colégio atenderá integralmente as novas normas técnicas de acessibilidade, visto que, além da recuperação das rampas de acesso e revitalização da rampa que liga o térreo aos demais pavimentos, serão construídos uma nova rampa coberta de acesso ao refeitório, uma escada coberta de acesso aos pavimentos superiores, ampliada a rampa do acesso principal, banheiros destinados às pessoas com mobilidade reduzida e implantação de elevador que atenderá aos dois pavimentos superiores, mapas e piso tátil, nova pavimentação interna em piso de alta resistência e, além disso, o auditório que ficava no segundo pavimento será realocado para o térreo. Com a ampliação de 214, 14 m², a área atual construída passará de 6.106,94 m² para 6.854,50 m².

O andamento dos serviços

De acordo com o Secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa, os serviços se mantêm céleres nos três pavimentos. “Contamos com um efetivo de 70 profissionais divididos em várias frentes de trabalho. Na área externa iniciamos a demolição do revestimento para a recuperação da fachada, no pavimento térreo concluímos a remoção do forro e a tubulação das instalações elétricas e estamos removendo o revestimento das paredes”, explica.

Ele destaca as atividades realizadas nos pavimentos superiores. “No primeiro andar removemos o forro de gesso, finalizamos a tubulação das instalações elétricas e hidráulicas, colocamos todos os caixões das portas e a aplicação do novo revestimento cerâmico nas paredes está bastante adiantada. Já no segundo andar, concluímos a remoção do piso e a tubulação das instalações elétricas e hidráulicas e estamos executando a elevação de alvenaria das três salas de aula onde era o auditório, bem como da nova bateria de sanitários e recuperando o telhado”, exemplifica.

O gestor ressalta que além de outras ações desenvolvidas, nas próximas semanas novos serviços serão executados. “Por conta da sua dimensão, o colégio além da rampa coberta, possui várias escadas de acesso aos pavimentos superiores, em todas elas estamos recuperando o piso e corrimãos e aplicando novo revestimento cerâmico. Em breve faremos a remoção das esquadrias, portas e janelas e, por conseguinte a instalação das novas, iniciaremos o cabeamento estrutural das câmaras e tv’s de monitoramento, a realocação da porta de entrada para a área externa, bem como reparos no reservatório de água, na casa de lixo e substação de energia”, declara.

Modernização

Segundo Valmor Barbosa, os trabalhos não interferiram no ano letivo dos alunos. “Os estudantes foram transferidos para outras duas unidades de ensino da rede estadual localizadas na capital: o Instituto de Educação Ruy Barbosa e o Centro de Educação Profissionalizante José Figueiredo Barreto, ambos adaptados e interligados para a sua acomodação, não acarretando prejuízos à continuidade do projeto pedagógico, uma vez que o centro de excelência funciona em regime de tempo integral”, esclarece.

Ele reafirma o comprometimento do Governo de Sergipe em cada vez mais implantar melhorias no sistema educacional. “Esta é a maior reforma realizada no colégio nas últimas décadas, uma vez que irá modernizar a mais importante instituição de ensino educacional do Estado, que terá 100% de acessibilidade, tornando sua infraestrutura condizente com a história de sucesso e berço de aprendizagem de grandes pensadores sergipanos que aprimoraram os conhecimentos em suas dependências”, enfatiza.

Fonte: Seinfra

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030