Sergipano lança aplicativo para aprendizado de línguas
O foco do Tulingua é a colaboração dos participantes
14/03/2018  07:58
Conheça um pouco da interface do aplicativo

O Tulingua (https://tulingua.com) é uma plataforma gratuita cujo principal objetivo é o aprendizado de línguas. Para tal, ele reúne pessoas que precisam aprender uma língua, mas que também gostam do contato com outros usuários. O aplicativo também é alternativa de ensino de línguas para quem está com a grana curta e precisa aprender uma outra língua para avançar na carreira, fazer um concurso ou simplesmente se comunicar.

A equipe do Portal Infonet entrevistou o idealizador desse aplicativo, Willame Vallatin, que explicou suas prioridades, diferenças e usabilidade.

Portal Infonet- Em que o Tulingua se diferencia de outros aplicativos?
Wilame Vallantin
- A maioria dos aplicativos foca no aspecto gramatical. No Tulingua, não temos apenas a pretensão de ensinar uma língua, mas sim de proporcionar um ambiente de troca. O site funciona como um complemento dos aplicativos tradicionais: neles, o aluno aprende a estrutura gramatical e, no Tulingua, o aluno exercita e tira dúvidas com a ajuda da comunidade. Para disso, focamos muito no aspecto comunitário. Não adianta aprender uma língua se você não tem com quem praticar. Nossa plataforma ajuda as pessoas a encontrarem parceiros para conversar, trocar experiências e se ajudarem nas dificuldades.

Infonet - A eficácia de contato com estrangeiros em plataformas digitais como o Tulingua podem beneficiar o aprendizado de que forma?
WV-
Durante cinco anos morei na Suíça e agora me preparo para ir para a Áustria. Uma das grandes dificuldades que tive ao chegar na Suíça foi a falta de pessoas com quem podia praticar. A maior parte das pessoas está tão imersa em suas vidas cotidianas que não tem paciência de ajudar um estrangeiro com a língua. No Tulingua, todas as pessoas que estão na comunidade têm apenas um objetivo em mente: aprender uma língua. Ou seja, elas conhecem as dificuldades de aprendizado porque as vivenciam. Assim, estas pessoas encontram-se muito mais abertas para ensinar a própria língua para estrangeiros.

Wilame Vallantin fez um aplicativo baseado nas próprias dificuldades quando precisou aprender outra língua

Infonet - Mesmo não concedendo diploma ou certificado, o aprendizado no Tulingua ou outros aplicativos e sites são suficientes para trazer conhecimento de línguas estrangeiras?
WV-
O diploma e o certificado são super valorizados. A maior prova de que uma pessoa aprendeu o idioma é poder falar sem dificuldades com um falante nativo. Certificados ou diplomas são importantes para pessoas que precisam aprender uma língua por motivos acadêmicos, por exemplo. Mas em toda a minha vida - no Brasil e no exterior - nunca me foi solicitada nenhuma prova de que eu falava a língua além da comunicação diária. Um diploma é importante em casos onde o aluno tem a pretensão de se tornar um professor, por exemplo, ou de fazer um curso no exterior. Se o seu objetivo é aprender uma língua para melhorar a comunicação, é mais importante ter uma compreensão da própria língua do que um certificado. Ah, nenhum aplicativo ou curso pode ensinar uma pessoa a falar com fluência. Ela precisa diversificar o contato com a língua e buscar diferentes fontes de aprendizado.

Infonet- Quais os outros meios complementares que podem ajudar na ‘absorção’ de outro idioma? Assistir filmes ou séries com áudio original e legendado ajudam?
WV-
Pra mim, todo contato com a língua estudada é útil. Mas o aluno começa a aprender de verdade quando está imerso em um ambiente que recria o ambiente "nativo" da língua. Por exemplo: se eu estou aprendendo francês, é importante ter o maior contato possível com esta língua. Isso significa ver TV em francês, procurar canais no Youtube, ouvir podcasts, baixar músicas etc. Mas apenas ouvir não ajuda a pessoa a destravar. Ela também precisa entrar em contato com nativos ou com outras pessoas que falam a língua que ela está aprendendo e falar com estas pessoas.

Infonet- O Tulingua também se propõe a ser uma plataforma de negócios. Oferecendo um serviço independente de aprendizagem, como será possível para os professores seduzir o aluno?
WV-
Um dos grandes problemas dos professores de idiomas é a falta de plataformas especializadas para capturar alunos. Vejo muitos professores utilizando plataformas genéricas de classificados. O professor que está no Tulingua - gratuitamente, preciso lembrar - tem mais chances de entrar em contato direto com os membros da comunidade para oferecerem seus serviços. O Tulingua também oferece um espaço para o aluno tirar dúvidas, onde professores e outros membros podem responder às perguntas. Cabe ao professor utilizar estas ferramentas para mostrar seus conhecimentos ao aluno em potencial. É fácil conquistar um novo cliente quando você mostra que conhece e domina o assunto ensinado.

Infonet- Vocês trabalham com cinco línguas: inglês, espanhol, italiano, francês e alemão. Existe a possibilidade de outros idiomas serem incorporados, como japonês ou chinês?
WV-
Sim, nosso objetivo é adicionar mais materiais com o passar do tempo. Estamos nos concentrando em algumas línguas antes de expandir para outras.

Infonet - Como uma pessoa que não possui base em línguas estrangeiras pode começar? Qual o ponto de partida?
WV -
Eu diria que o primeiro passo é encontrar uma boa gramática. Sim, algumas pessoas têm horror a gramáticas, mas eu adoro. Eu sempre começo uma língua nova estudando as regras gramaticais. Outro ponto crucial é dedicar algumas horas por dia à nova língua, até que o básico esteja fixado. Se não houver esse comprometimento, o aluno desanima. Aprender uma língua nova é mais complicado se você não treina e não persiste. Afinal de contas, estudar línguas é como praticar esportes: quanto mais você pratica, mais forte você fica.

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030