Sergipe perde para Bahia e é eliminado da Copa do Brasil
Alvirrubro fez bom primeiro tempo, mas caiu por 2 a 0
16/02/2017  23:28
Régis abre o placar e comemora: triste fim das investidas do Sergipe (Fotos: Igor Matheus/ Portal Infonet)

A Copa do Brasil durou exatas 24 horas para os times sergipanos. Após a eliminação do Itabaiana na última quarta-feira, foi a vez do Sergipe se despedir da competição logo em sua estreia nesta quinta, 16. Em partida realizada no estádio Lourival Baptista, o Colorado não aproveitou as chances que criou e  perdeu para o Bahia por 2 a 0.

Pelas novas regras da competição, o time baiano está automaticamente classificado sem necessidade de partida de volta – e pegará o Paraná na próxima fase. Já o Sergipe, eliminado, volta a campo neste domingo, 19, pelo estadual, contra o Confiança.

O jogo

O Sergipe entrou bem na partida. Mais organizado, o time alvirrubro envolvia o Bahia com facilidade e chegava com perigo à área do Tricolor. Logo aos 3 minutos, Welton Heleno arriscou de fora da área e fez a bola passar com perigo à esquerda do gol. O Bahia só respondeu aos 9 em conclusão de Diego Rosa pra fora.

Marcação em cima de Wallace: conclusões perigosas no primeiro tempo

Mas o lance que realmente acordou a torcida foi aos 19: após cruzamento da esquerda, Wallace Pernambucano apareceu sozinho na área e testou com consciência, mas o goleiro Jean saltou e, com um tapinha, salvou o Bahia. Onze minutos depois, o mesmo camisa 8 foi capaz de tentar um replay de seu lance anterior: cruzamento da esquerda, e Wallace, sozinho, testou com força – mas desta vez pra fora. Sem criatividade, o Bahia não conseguia chegar ao gol do Sergipe – e na única vez em que o fez, aos 39, o zagueiro Jackson, impedido, cabeceou na trave.

Alvirrubro dominou time baiano no primeiro tempo, mas sucumbiu no segundo

Os times voltaram para a segunda etapa sem alterações, e a postura do Sergipe foi a mesma. Logo com dois minutos, Hiago tocou na saída do goleiro, e antes da sobra chegar em Gabriel Cajano, a zaga afastou. O Bahia, entretanto, voltou disposto a ser menos passivo e começou a sair mais para o jogo. Aos nove minutos, um dos lampejos de agressividade do Tricolor deu certo: após passe de Hernane na área, Régis deu um toque a meia altura na saída de Ferreira e abriu o marcador - Bahia 1 a 0.

O gol praticamente enterrou o Sergipe. Depois do placar inaugurado, o time alvirrubro refreou os ânimos e o Bahia foi para cima de vez. Aos 13, Diego Rosa chutou com perigo e a bola saiu à esquerda. No lance seguinte, Armero cruzou da esquerda e o mesmo Diego Rosa chegou atrasado no segundo pau. Aos 20, Hernane limpou a marcação e chutou com força, mas quem brilhou foi Ferreira com uma grande defesa. Até que a insistência acabou nas redes: aos 22, Ferreira deu rebote na área e Diego Rosa aproveitou para marcar – Bahia 2 a 0.

A partir daí, o jogo esfriou, o Bahia só fez administrar a partida e muitos torcedores alvirrubros começaram a ir embora. Mas ainda houve tempo para mais uma lambança defensiva do Sergipe: aos 47, a zaga colorada bateu cabeça e Ferreira não viu outra solução a não ser fazer pênalti em Hernane. O próprio atacante foi para a cobrança, mas Ferreira catou – e evitou um placar ainda maior no Batistão.

Poderia ser ainda pior: Ferreira pega cobrança de pênalti de Hernane

FICHA TÉCNICA
Sergipe 0 x 2 Bahia
Gols: Régis (9’ 1t), Diego Rosas (22’ 2t)

SERGIPE
Ferreira, Sorriso (Davi Ceará), Jonas, Carlos Alexandre, Gil Baiano (Fabiano), Vicente, Ramalho, Wallace PE, Welton Heleno, Gabriel Cajano (Quirino), Hiago

BAHIA
Jean, Eduardo, Tiago, Jackson, Edson, Renê Júnior, Armero, Diego Rosas (Cainan), Zé Rafael (Mário), Hernane, Régis (Juninho)

Cartões amarelos: Vicente, Gabriel Cajano, Jean, Tiago, Renê Junior
Público pagante: 5974
Renda: R$ 184.000

Por Igor Matheus

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Netto
17/02/2017 às 10:37
As torcedoras do cunfiança estao se rasgando de inveja! Associação falida, que ocupa um terreno invadido e que os herdeiros estão tentando reaver na justiça só acumulam fracassos. Domingo vcs pagarão a conta...
Fernando de Oliveira Júnior
17/02/2017 às 09:57
O placar não representa o que foi o jogo. O Sergipe jogou bem, teve chances de abrir o placar, não o fez pela grande atuação do goleiro Jean, e mostrou o óbvio, é um time em formação, de baixo orçamento e que tem muito a crescer na temporada. Já o BA, pelo orçamento que tem e pela base que mantinha da Série B, ficou devendo, não atropelou como muitos pensavam, como quase fez o Goiás, que nem subiu para a Série A, com o Itabaiana. Já a ADC, não fez nada ao vencer o FLA, tomou xêxo o resto do ano.
Lucio
17/02/2017 às 06:59
Confiança e Itabaiana deu mais público que essa pela de ontem. 5900 pagantes. Estourando tiham 4000 torcedores do css. Que vergonha. Nunca irão ganhar do flamengo com menos 1 em campo. Kk
Marcelo Almeida Alvarenga
17/02/2017 às 07:04
Lucio, eu não disse que o Bahia seria maioria tb na arquibancada? Torcedores do timeco do Siqueira Campos não lotam um fusca e as poucas testemunhas ainda são baba ovo do Flamengo(coisa de idiota torcer pra times do eixo RJ-SP, quando eles nos discriminam).
Flavio
17/02/2017 às 07:58
Marcelo, vc é retardado ou cego? dizer que a torcida do Bahia ontem foi maior, tem que ser um dos dois...
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030