Jogadores analisam empate entre Sergipe e Brasiliense
Capitães Ramalho e Lúcio contam o que viram da partida
09/06/2018  19:47
Zagueiro Lúcio marca Nino Guerreiro: para ele, Brasiliense não jogou pensando em retranca (foto: Igor Matheus/ Portal Infonet)

O Sergipe empatou com o Brasiliense-DF em 0 a 0 no Batistão e, por ter perdido a primeira partida por 2 a 1, foi eliminado da Série D. Após o jogo, os capitães de ambas as equipes, o volante Ramalho, do alvirrubro, e o zagueiro Lúcio, pentacampeão com o Brasil em 2002 e agora integrante do Brasiliense, deram suas visões da partida.

Ramalho lamentou o resultado do Sergipe, mas ressaltou a luta do elenco. “Óbvio que não esperávamos esse resultado. Estamos chateados, mas mesmo assim quero parabenizar a todos. Realmente temos um grupo de homens, de guerreiros. Nos apresentamos com 14, 15 jogadores, ninguém dava nada para nós, e conseguimos ainda ser campeões estaduais. Não conseguimos o acesso, mas lutamos”.

Já de acordo com Lúcio, do Brasiliense, o time do Distrito Federal não foi ao Batistão para jogar atrás. “Jogamos de acordo com o primeiro resultado que fizemos em Brasília. Não havia necessidade de nos expormos, sem contar que assim como eles tiveram chances de gol, nós também tivemos sim. Sabíamos que o empate era nosso, mas não viemos para jogar retrancados”.

Por Igor Matheus

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030