Maioria da bancada sergipana aprova terceirização
Apenas dois deputados federais por Sergipe votaram contra
09/04/2015  15:23
Regras da terceirização (Reprodução Agência Câmara dos Deputados)

O projeto de lei, que regulamenta a terceirização no serviço público no país, foi aprovado com apoio da maioria dos deputados federais da bancada sergipana. Votaram contra ao projeto apenas os deputados João Daniel (PT) e Jonny Marcos (PRB). A Câmara dos Deputados não computou o voto do deputado Valadares Filho (PSB), que tinha deixado Brasília no dia da votação devido à morte da avó, Josefa Valadares, a dona Caçula.

O projeto que tramitava na Câmara dos Deputados foi desarquivado pelo deputado Laércio Oliveira (SD/SE), um empresário do setor de asseio e conservação que detém o maior número de contratos terceirizados em Sergipe. Para o parlamentar, o projeto vai estimular a economia e considera falacioso o discurso daqueles que se posicionaram conta à aprovação na Câmara dos Deputados.

O deputado João Daniel, que seguiu o caminho contrário à aprovação do projeto de lei, analisa que a terceirização precariza a mão de obra.

Laércio Oliveira desarquivou o projeto (Foto: Assessoria Parlamentar)

Para João Daniel, a proposta atende aos interesses das grandes empresas, compromete a Consolidação das Leis Trabalhistas, estimula a exploração da classe trabalhadora e aumenta o lucro da classe empresarial.

Conheça quem votou pela aprovação do projeto

Adelson Barreto (PTB)
André Moura (PSC)
Fábio Mitidieri (PSD)
Fábio Reis (PMDB)
Laércio Oliveira (SD)

Por Cássia Santana

Câmara aprova texto-base que regulamenta terceirização
Urgência para votação da terceirização é aprovada
Procurador da República defende fim da terceirização
Conferência discute repercussões da terceirização
Detran Sergipe desconhece terceirização do pátio
Fórum debate Projeto de Lei da Terceirização na CUT
MPF processa DNIT e empresa por terceirização irregular
Empresas públicas terão que acabar com terceirização
PEC proíbe terceirização nos serviços públicos de saúde
Sindipen denuncia terceirização no Copemcam
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Adilson Mello
10/04/2015 às 09:54
Guardem o nome dos traidores dos trabalhadores. João Daniel, já valeu meu voto!!! Trabalhador tem que defender trabalhador. Aos eleitores, além do que foi dito acima por outros comentaristas- dos contratos de terceirização e corrupção- vale a pena lembrar que o financiamento de campanha está por trás disso. Financiamento empresarial faz dos "nossos representantes" apenas porta voz do capital e dos empresários.
eudaqui
10/04/2015 às 09:08
DEPUTADO FEDERAL LAERCIO OLIVEIRA,O POVO SERGIPANO VAI DIZER NÃO AO SR NSPROXIMAS ELEIÇÕES,O SR FEZ A PIOR PESTE ÁRA OS TRABALHADORES DO BRASIL,QUE TANTO MAL O POVO FEZ AO SR,DESARQUIVAR UM PACOTE DE MALDADES DESSE TIPO,EM 2016 QUEM TIVER O SE APOIO TÁ LASCADO E EM 2018 ESQUEÇA QUALQUER CANDIDATURA,JÁ TÁ BOM DEMAIS 2 MANDATOS,CHEGA DE MALDADES...
Mariana
10/04/2015 às 09:02
Para quem não sabe Laércio Oliveira é empresário. E sua empresa é a Multiserv que já atua em vários órgãos do Estado. Portanto, é do interesse del, a terceirização.
Novidades
Anúncio
Classificados
Anuncie Grátis
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030