Comissão mista julgará Palhaço Soneca na próxima semana
Comissão decidirá se parlamentar responderá a processo
11/01/2017  16:11
Soneca: destino partidário ainda incerto (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O destino do vereador Palhaço Soneca no PPS ainda está indefinido. O PPS formou uma comissão mista que decidirá se o parlamentar responderá a procedimento disciplinar [ou não] por, supostamente, não ter seguido a orientação partidária na votação da Câmara de Aracaju, em sessão que escolheu a nova mesa diretora do parlamento municipal.

A comissão mista é presidida pelo advogado Samuel Carvalho, um filiado do PPS que disputou a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro nas eleições municipais realizadas no ano passado. O presidente informou que a comissão mista do PPS se reunirá na próxima semana com o objetivo de avaliar a questão e, nesta reunião, definirá se será realmente instaurado o procedimento disciplinar. “O partido vai trabalhar de forma transparente e terá grande cautela em relação a esta questão”, diz Samuel Carvalho.

Samuel Carvalho informa que há uma orientação partidária no sentido do PPS não construir alianças com o PT ou o PC do B e que qualquer posição dos filiados deve seguir a orientação da Executiva Estadual do partido. Mas, a comissão ainda não formalizou posição se, ao votar na chapa que deu vitória ao vereador Josenito Vitalle, o Nitinho (PSD), o vereador Palhaço Soneca teria cometido alguma infração ao estatuto ou às orientações partidárias em Sergipe.

O Palhaço Soneca ainda não foi notificado. Segundo o presidente da comissão, ele não será convidado para participar desta primeira reunião. O parlamentar será notificado posteriormente, quando a comissão efetivamente tomar a decisão. A assessoria parlamentar informou que o Palhaço Soneca tem convicção que não desrespeitou orientações partidárias. Até porque, conforme a assessoria, apenas uma chapa disputou a mesa diretora da Câmara de Vereadores de Aracaju.

Por Cássia Santana 

MATERIAS RELACIONADAS
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Ruan dias
11/01/2017 às 21:37
E gopi
Netto
11/01/2017 às 17:51
Expulsa logo esse "paiaço"! Será menos um na Câmara. Sacana desse, já demonstrou que tem preço. Vah fazer palhaçada na casa de noca..
Luiz Mendes Freitas
11/01/2017 às 16:43
O PPS tem moral para julgar Soneca, eleito como o voto do povo.Vejam a moral do PPS - apenas é um Estado do Brasil. O Diretório Estadual do PPS e mais quatro políticos filiados ao partido são alvo de uma denúncia apresentada à Justiça pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR). Os políticos são suspeitos de nomear funcionários na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para trabalharem para o partido.http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2015/12/pps-e-mais-quatro-politicos-sao-denunciados-por-i
Novidades
Anúncio
Classificados
Anuncie Grátis
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030