Delação contra Temer repercute em Sergipe
População vai às ruas nesta tarde, 18, pedir eleições diretas
18/05/2017  14:39
Deputada estadual, Ana Lúcia defende eleições diretas já (Foto: Portal Infonet)

O episódio da delação à Procuradoria-Geral da República (PGR) feita pelos donos do frigorífico JBS, Joesley e Wesley Batista, que afirmam terem gravado o presidente Michel Temer dando aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), depois que ele foi preso na operação Lava Jato, já está repercutindo em Sergipe.

Nesta tarde, 18, com concentração a partir das 14 horas na Praça Camerino, a população vai às ruas para reivindicar a saída de Temer da Presidência da República e o processo de eleições diretas já. Na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), a deputada estadual, Ana Lúcia, fez um pronunciamento quanto a importância de a população começar a se manifestar em prol das eleições diretas.

"O Congresso Nacional com 150 deputados envolvidos, com Eduardo Cunha, Temer, não tem condições de eleger um presidente interino. A economia do nosso país já está afetada e a partir de ontem cai tudo, a bolsa de valores, a credibilidade... então nós precisamos reagir e a população precisa ocupar as ruas porque é a nossa democracia que está em jogo", afirma.

A parlamentar informa, ainda, que esse tipo de situação só se resolve dando ouvidos à população e fortalecendo as relações democráticas. "Portanto, nós precisamos das eleições diretas já, agora! Porque o Congresso Nacional está muito comprometido com todo esse processo de corrupção do país e nós precisamos ocupar as ruas e a população precisa dizer que quer eleição porque tem o direito de escolher quem deve governar a nação", afirma.

Ana Lúcia informou que tomou como surpresa a ação da Polícia Federal (PF) nessa delação. "Eles agiram com competência e conseguiram ter provas concretas do envolvimento do presidente da República, de um senador e de um deputado federal nesse forte esquema de corrupção", disse. O ato público que acontece nesta tarde conta com o convite à população feito pela Frente Sergipana Brasil Popular e Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Por Moema Lopes

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Ruan dias
19/05/2017 às 07:58
Lembram-se quando o Lula e a Dilma foram pegos em gravação autorizada pela justiça tramando para blindá-lo com foro privilegiado? Na época o STF anulou a prova dizendo que se tratava de uma presidenta da república. Será que o tratamento será o mesmo com relação ao Temer? Ou será que existem 2 pesos e 2 medidas?
Romarinho
18/05/2017 às 18:25
Oxent! Essa mesma deputada, estava a dois dias atrás num programa de rádio, desmerecendo a imprensa, PF e o escambal. Qdo as acusações são para o molusculo chefe da quadrilha é perseguição. VAI TE CATAR DEPUTADA OPORTUNISTA.
Ruan dias
18/05/2017 às 15:42
Quem seria os candidatos deputada ? Vocês não podem nem opinar até porque esse vice é dá Dilma esqueceu ? Tem outros trâmites como vocês falam tem que respeitar a democracia.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030