Gustinho e Valmir denunciados por lavagem de dinheiro
Acusados teriam desviado verbas de subvenções da Alese
14/07/2017  15:18

Gustinho Ribeiro e Valmir Monteiro (Fotos: arquivo Portal Infonet)

O Ministério Público Estadual (MPE) denunciou o deputado estadual Gustinho Ribeiro (PSD) e o ex-deputado estadual Valmir Monteiro (PSC), atual prefeito de Lagarto, por crimes de lavagem de dinheiro, peculato [abuso de confiança pública] e organização criminosa. Eles respondem a ação judicial por envolvimento em suposto esquema para desviar recursos públicos, classificados como verbas de subvenções destinadas pela Assembleia Legislativa a entidades do terceiro setor.

A denúncia contra os políticos foi encaminhada ao Poder Judiciário pela Procuradoria Geral de Justiça, que, no mesmo procedimento, também inclui denúncia contra dirigentes de entidades beneficiadas por aquelas verbas. Constam no rol dos réus Maria Valdelice Monteiro, Zênia Oliveira Nascimento, Álvaro Brito do Nascimento Júnior, Maria Fausta Dias de Souza, Henio Lemos Calazans Sobrinho e Anderson de Portugal Silva, acusados pela prática dos mesmos crimes atribuídos ao deputado estadual e ao prefeito.

De acordo com a denúncia, três entidades foram beneficiadas com recursos na ordem de R$ 1,490 milhão repassados pela Assembleia Legislativa por indicação dos parlamentares, entre os anos de 2012 e 2013. Foram contempladas com estes recursos a Associação Comunitária e Produtiva Áurea Ribeiro, a Associação Comunitária e Produtiva de São José e a Associação Comunitária Josefa Evangelista, todas com sede na cidade de Lagarto.

Na denúncia, o MPE destaca que os acusados teriam atuado na operacionalização dos repasses, criando “empresas de fachada” e simulando contratos fictícios para prestação de serviços. De acordo com o processo judicial, ficou constatado que os serviços previstos no contrato não teriam sido prestados e que os recursos repassados pelo Poder Legislativo teriam sido sacados da conta bancária e supostamente “desviado em proveito do parlamentar e demais denunciados”.

Cabe ao Poder Judiciário deliberar pela instauração, ou não, de ação penal contra os denunciados pelo MPE.

A assessoria de comunicação de Valmir Monteiro enviou nota : "Sobre matéria recente publicada em que informa que o Ministério Público denuncia o prefeito Valmir Monteiro, esclarecemos o seguinte: no período citado no processo, Valmir Monteiro não era deputado estadual nem tão pouco presidente de associação. Não podemos ser culpado, pois não designou e nem administrou os recursos em questão. A sua assessoria jurídica acompanhará todo o processo de que trata a denúncia e informa que nada foi julgado que cause prejuízo ao prefeito Valmir Monteiro."

O Portal Infonet tentou contato com a defesa dos acusados, mas não obteve êxito. O Portal Infonet permanece à disposição. Informações podem ser enviadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 – 8000.

Por Cássia Santana 

A matéria foi alterada no dia 20/07/2017 para acréscimo de nota enviada pela assessoria de Valmir Monteiro.

MATERIAS RELACIONADAS
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Ruan dias
15/07/2017 às 07:56
Depois eles vão querer inventar uma imenda para não ser punido , como os políticos do pt sempre faz !
Armando Uchoa
14/07/2017 às 23:44
Quero ser apresentado a um politico honesto nesse pais. Cara sem vergonha eles tem, depois posam de homens direito honesto e do bem acho que os pais deles devem morrer de decepção
Josivaldo Dias dos Santos
14/07/2017 às 15:54
O Gustinho Ribeiro tava semana passada no horario político se dizendo "o novo"!! É um brincante!!
Pedro Maluco
14/07/2017 às 21:14
Novo ladrao
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030