Setransp quer derrubar PL de meia-passagem aos domingos
Justificativa é que a medida vai onerar o sistema
16/05/2018  11:13

PL determina que seja cobrada meia-passagem aos domingos (Foto: arquivo Portal Infonet)

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setransp) poderá ingressar com uma ação judicial contra determinação de meia-passagem no transporte coletivo de Aracaju aos domingos e feriados, caso não haja uma fonte de recursos que supra os custos gerados pelas determinações. A justificativa do sindicato é que a medida vai onerar o sistema.

“Automaticamente a medida onera os custos do sistema e a passagem aos usuários. Mesmo gerando um benefício para quem utiliza o coletivo aos domingos, ela vai gerar reflexo aos demais usuários e não achamos que isso é justo”, explica Alberto Almeida, presidente do Setransp.

O Projeto

O Projeto de Lei 36/2017 é de autoria do vereador Seu Marcos (PHS) e prevê, também, que as empresas mantenham a escala normalmente nos finais de semana. O PL foi aprovado pela maioria dos vereadores, mas vetado pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B). Entretanto, o veto foi derrubado, obrigando a sanção do gestor num prazo de 48h. De acordo com a assessoria fe comunicação da Câmara Municipal (CMA) de Aracaju, como prefeito não sancionou, o PL voltou para a Câmara e será promulgado, até amanhã, 17, pelo presidente da Casa, Nitinho Vitale (PSD). A Prefeitura de Aracaju informou não irá se manifestar sobre o caso.

por Jéssica França

A matéria foi alterada às 12h37 desta quarta, 16, para correção da informação. Em um primeiro momento, o presidente Alberto Almeida, acreditou que a Infonet estava se referindo a outro Projeto de Lei,

MATERIAS RELACIONADAS
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Sidnei Santos Costa
16/05/2018 às 16:28
Este projeto não tem nada de inconstitucional. Não quer sancionar por falta de vontade política e por birra. E só. Na cidade aonde eu morei por anos, Cabo Frio, litoral do Rio de Janeiro, com mais de 200 mil moradores, a passagem na época custava R$ 2,40. A Prefeitura criou o "Cartão Cidadão" e a população pagava apenas R$ 1 na passagem, de domingo à domingo. O restante, R$ 1,40, a Prefeitura subsidiava. O programa ficou aproximadamente 4 anos em vigor, até que o Prefeito que o sucedeu, cortou.
Sidnei Santos Costa
16/05/2018 às 16:29
Aí vai ter analfabeto político que vai dizer "ah, mas este projeto é eleitoreiro" ou "ah, se for tirar da Prefeitura, vai custar caro aos cofres públicos". Aí eu digo: Vai custar? Sim, mas a Prefeitura tem como subsidiar uma meia passagem! É só querer! Basta cortar e diminuir os salários dos CC's, cortar despesas desnecessárias e cortar os salários dos Secretários e do Prefeito/Vice que consegue custear esta passagem. R$ 3,50 é caro. O que custa diminuir um pouco, mesmo que seja aos domingos?
Anonymous
16/05/2018 às 12:11
Aracaju e Sergipe com os maiores impostos do Nordeste. Em compensação, serviços públicos péssimos e precários. O dinheiro todo eh usado pra sustentar milhares servidores e cargos cc.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030