TCE detecta 343 obras paradas em Sergipe
Foram elencadas as 70 mais relevantes
17/05/2018  15:48

TCE detecta 343 obras paradas em Sergipe (Foto: Arquivo Infonet)

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) está de olho nas obras que se encontram paralisadas em Sergipe. De acordo com um levantamento feito pela Coordenadoria de Engenharia, existem 343 em estagnação.

Desta quantia, foram selecionadas as 70 mais relevantes para que sejam cobradas providências sobre o retorno de seus andamentos. O procurador-geral do Ministério Público Especial de Contas, João Augusto dos Anjos Bandeira de Mello, explicou que será elaborado um relatório final a partir do mapeamento. “Faremos um diagnóstico daquelas que têm um maior risco, tanto social quanto financeiro. Saberemos quais podem se deteriorar facilmente com o tempo, e são essas que precisam de uma atenção especial. São as de grande impacto social, e saber que essas paralisações são danosas ao erário público”.

Serão realizadas a identificação de cada uma, as visitas, e a Corte de Contas irá procurar saber o porquê da inoperância. “Isso está em andamento, as equipes estão sendo designadas e, em um prazo próximo, teremos o diagnóstico finalizado”, concluiu Bandeira. Outras obras que não entraram no rol podem ser incluídas durante todo o processo.

Após esses levantamentos, o TCE encaminhará, junto às prefeituras municipais e entidades vinculadas ao Governo do Estado, soluções para que cada uma seja retomada e tragam menos prejuízos aos cofres públicos e à sociedade.

Por Victor Siqueira

A matéria foi alterada a pedido do TCE para correção de informação repassada pelo procurador geral João Augusto dos Anjos Bandeira de Mello. 

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Cardoso de Almeida
18/05/2018 às 07:24
O problema do TCE são os conselheiros, pois quem trabalha mesmo são os técnicos. Apresentam as auditorias, mas esbarram na politização dos conselheiros. Conselheiro deveria ser concursado. No mais nada ocorrerá.
NAJARA SOLES NASCIMENTO
17/05/2018 às 18:57
E esse Tribunal Faz de Conta serve pra que mesmo. Parece até piada de mau gosto dizer que vai cobrar dos prefeitos a execução das obras. Esse antro tem que ser fechado, não serve pra porra de nada, é uma maquina publica que consome nosso dinheiro fazendo merda.
Ruan dias
17/05/2018 às 17:20
Governo fake!
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030