Radioterapia: pacientes fazem protesto no MPE
Hospital de Cirurgia promete reativar serviços nesta quinta
26/10/2016  14:31
Galba cobra medidas para impedir interrupção de tratamento (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Continua quebrado o acelerador linear, destinado ao tratamento de pacientes com câncer, do Hospital de Cirurgia. Nesta quarta-feira, 26, um grupo de pacientes que integra o Movimento Mulheres de Peito realizou uma manifestação na porta do Ministério Público Estadual (MPE) para cobrar providências jurídicas para evitar a interrupção do tratamento das pacientes. “A promotora revela que já existe ação judicial e que há decisão descumprida, queremos que esta decisão seja cumprida para garantir o tratamento das pacientes”, destacou Sheyla Galba, uma das lideranças do Movimento.

Neste ano, segundo Sheyla Galba, o equipamento apresentou defeito por sete vezes, enquanto o hospital dispõe de um novo equipamento que não é utilizado por falta de estrutura adequada para instalação. “Há mais de dez anos que a obra está em andamento e o hospital diz que não tem recursos para concluir e há um aparelho novinho que o hospital ganhou através de emendas parlamentares”, destacou Galba, numa referência aos recursos públicos liberados pelo Ministério da Saúde para o Hospital de Cirurgia. O Movimento Mulheres de Peito também denuncia que 85% dos medicamentos utilizados na quimioterapia estão em falta.

Dívidas

A assessoria de comunicação social do hospital admite os problemas, mas garante que os serviços serão regularizados nesta quinta-feira, 27. A assessoria informou que técnicos especializados já estão em Sergipe fazendo a manutenção e que os medicamentos estão faltando em decorrência das dívidas da unidade de saúde com os fornecedores. Este débito, segundo a assessoria, é consequência da falta de repasses dos recursos obrigatórios que deveriam ser feitos pela Prefeitura de Aracaju.

Segundo a assessoria, a prefeitura acumula um débito de quase R$ 4,4 milhões, além de outro montante que está em debate no Poder Judiciário. Como a prefeitura não faz os repasses corretamente, o hospital acaba com dificuldades para suprir a falta de medicamentos e também para concluir a obra para receber os novos equipamentos adquiridos pelo Hospital Cirurgia por meio dos recursos públicos repassados pelo Governo Federal fruto das emendas parlamentares.

O Portal Infonet tentou ouvir a Prefeitura de Aracaju e não obteve êxito. A Secretaria Municipal de Comunicação informou que posteriormente encaminharia uma resposta, mas até o momento não se pronunciou. Informações podem ser enviadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 210-6 – 8000.

Por Cássia Santana

MATERIAS RELACIONADAS
Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Netto
26/10/2016 às 15:39
ALGUÉM PRENDA ESSE DIRETOR PRESIDENTE DO HOSPITAL CIRURGIA, URGENTE!! ESSE SR. ESTÁ A SERVIÇO DO PT E DO GOVERNO DO ESTADO. NÃO É A PRIMEIRA VEZ QUE ELE SUSPENDE ATENDIMENTOS, COM UMA ÚNICA FINALIDADE, PREJUDICAR O PREFEITO DE ARACAJU. FOI ASSIM NO PRIMEIRO TURNO DA ELEIÇÕES E CONTINUA NO SEGUNDO TURNO, ACHANDO QUE PREJUDICA VALADARES FILHO. ESSE SR. DIRETOR PRESIDENTE, NÃO TEM ALMA, NÃO TEM CORAÇÃO, TÁ POUCO SE LIXANDO PARA OS PACIENTES E SEUS FAMILIARES. TEM QUE ESTÁ PRESO, CANA NESSE SUJEITO.
eudaqui
26/10/2016 às 15:25
QUANDO OS FULEIROS DE PLANTÃO,ESTÃO DOENTES,VÃO PARA SAÕ PAULO OU ATÉ PARA FORA DO BRASIL...E QUEM PAGA A CONTA??? NÓS,O ESCRAVOS,OS PAGADORES DE IMPOSTOS,E ELES,OS LADRÕES DE IMPOSTOS,VIVEM A MANGAR DA CARA DO POVO,MAS,ELES,TEM RAZÃO,NÓS NÃO TOMAMOS NENHUMA PROVIDẼNCIA SÉRIA CONTRA ESSA CORJA...
Novidades
Anúncio
Classificados
Anuncie Grátis
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030