Casos de virose lotam UPA Fernando Franco
Somente neste mês 1.580 crianças foram atendidas na pediatria
17/05/2017  16:17

Atendentes da recepção da unidade de saúde têm que tarbalhar de máscaras (Fotos: Portal Infonet)

Ágata Priscila Lima com a filha de dois anos e dez meses, com sintomas de virose

Jussara Santos Silva e o filho de oito anos de idade

Médica da unidade de saúde, Nilma Montalvão

O número de pessoas com viroses atendidas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Fernando Franco, na Zona Sul, aumentou absurdamente nos últimos dois meses, segundo informa a supervisora da unidade, Kátia Cilene Gomes Alves.

Ela aponta que neste mês, até esta quarta-feira, 17, somente na pediatria já foram atendendidas 1.580 crianças. Enquanto que em abril foram atendiddas 2.630 crianças durante todo mês. "Quanto aos adultos estamos atendendo cerca de 230 diariamente no turno diurno de 12 horas. Já no turno da noite a gente chega a atender de 78 a 80 pacientes por dia", disse.

De acordo com ela, cerca de 80% das pessoas atendidas apresentam quadro de virose das vias respiratórias, ou gastrointestinais, com sintomas como febre, diarréia, dores no corpo, vômito e dor de cabeça.

"Nós estamos trabalhando com três médicos, sendo que um fica na estabilização, outro na reavaliação e o terceiro na porta, atendendo a demanda que chega. Nosso espaço físico é pequeno e logo lota. Aí a população não entende, acha que é porque não tem médico", explica.

A médica Nilma Montalvão, que fica na reavaliação dos pacientes, informa que mesmo com o expresssivo número de pessoas na unidade de saúde, ninguém sai sem ser atendido. "A gente absorve todos. Às vezes o paciente se queixa, mas é pela impaciência da espera. Graças a Deus também recebo muito elogio aqui porque tratamos bem e atendemos todos", afirma.

Ela explica que é comum a ocorrência de casos de viroses nessa época do ano, devido as chuvas e a alta umidade do ar. "Fui buscar minha filha na escola porque ela está com diarreia, vomitando e sentindo muita dor no estômago. As vezes fica pálida, como se fosse desmaiar", diz Ágata Priscila Lima.

O filho de Jussara Santos Silva, de oito anos de idade,  apresentou sintomas parecidos. "Começou ontem à noite a reclamar de dores no corpo, com febre e vomitando", explicou. Já a filha de Claudia Mangueira, de três anos de idade, está com febre, tosse e cansaço. "Começou no domingo, não melhorou, então hoje trouxe ela aqui", disse. 

Por Moema Lopes

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030